18 de maio de 2010

Carta Aberta ao Sr. André Forastieri

Caro André Forastieri:

Na posição de jornalista como o senhor, gostaria de abrir esta carta pedindo desculpas, em nome de todos os fãs de heavy metal, pelos comentários ofensivos que você recebeu em seu blog, por conta do texto Ronnie James Dio – O Deus Ridículo do Rock.

Infelizmente, alguns fãs – não apenas do metal, mas de todos os tipos – levam qualquer crítica aos seus ídolos para o lado pessoal e, na falta de argumentos melhores para retrucar, elaboram respostas que não acrescentam em nada à discussão, normalmente abordando temas como gosto musical e orientação sexual do autor.

Quanto ao seu texto em si... Bem, ele é puramente opinativo. E você tem o total direito de expor sua opinião, tanto quanto eu tenho o direito de discordar dela. Na verdade, eu discordo da maioria dos textos sobre música que você assinou desde a extinta revista Bizz, mas não havia pensado em responder algum deles. Até hoje.

E não decidi elaborar uma resposta hoje porque sou fã de Ronnie James Dio (sim, sou), mas porque achei que o oportunismo do seu texto beirou o ofensivo. Aliás, oportunismo é a palavra chave aqui.

Em determinado trecho, você cita que este “mundo de fantasia pseudocelta estilo Senhor dos Anéis/RPG/Harry Potter é coisa de pré-adolescente”. Sim, talvez você esteja correto. São canções sobre um mundo fantástico, com criaturas e artefatos irreais.

Mas o que me deixa curioso é que o senhor, atualmente, está à frente de uma editora cuja principal publicação é uma revista sobre videogames que tenta, a todo custo (e com um esforço louvável), mostrar aos não-iniciados no tema que “games não são coisa de criança”.

Analisando isso de forma simplificada, você coloca as músicas com esta temática como coisas de criança, ao mesmo tempo em que luta para mostrar ao mundo que Super Mario (com todos os seus cogumelinhos que conferem super-poderes, tartaruguinhas e roupinhas de abelha) como “coisa de adulto”? Desculpe, mas isso soa totalmente incoerente para mim.

Enfim, creio que cada um é adulto onde deseja.

Claro que você pode argumentar que a indústria dos games rende bilhões todos os anos, com títulos que não devem em nada – em termos de criatividade, relevância, orçamento e tecnologia – aos grandes filmes de Hollywood (algo que sua revista propaga de forma cada vez mais insistente), o que a torna um assunto de adultos.

E eu, mesmo sendo fã de games, vou rebater dizendo que a indústria do heavy metal, mesmo longe de seu período de maior apelo popular, ainda movimenta fortunas a cada ano, com lançamentos (em diversos formatos) e shows.

Além disso, ambos são, para mim, entretenimento. Se eu consigo aprender alguma coisa (e aprender alguma coisa inclui, também, “estimular minha criatividade”) jogando games ou ouvindo as músicas de Ronnie James Dio, creio que isso é mérito meu. Se você não consegue, talvez o problema esteja em você, e não necessariamente nas músicas, que “são coisas de pré-adolescente”.

Como eu disse, creio que cada um é adulto onde deseja. Ou melhor, onde consegue.

Na verdade, preciso me retratar: essa sua atitude não me soa incoerente, mas sim desrespeitosa. Posso estar errado, mas, lendo e relendo seu texto, não consigo deixar de sentir, como afirmei acima, um enorme oportunismo nele. Pois você não tem nada de pontual a dizer em seu texto, apenas que não gosta de Dio e de seu trabalho.

Enfim, é sua opinião. Ou melhor, é sua preferência musical. Agora, elaborar um texto sobre isso justamente um dia após a morte do artista em questão é de um mau gosto incrível. Como se não bastasse, você expõe sua opinião da forma mais ofensiva possível, usando o termo “ridículo” à exaustão – o que denota implicância pessoal ou falta de um vocabulário mais rico.

Este mau gosto só é ultrapassado pelo péssimo timing dele, o que explica o oportunismo a que eu me referi. Mas claro que timing é tudo para quem busca atenção. Dio acabou de morrer, quer hora melhor para polemizar e ganhar acessos e mais acessos no blog?

Assim, somando seus argumentos e a data da publicação, seu texto perde todo o caráter informativo ou opinativo, soando como um ataque gratuito aos fãs. E isso no pior momento possível, já que fãs – novamente, não apenas do metal, mas de todos os tipos – costumam sofrer com a morte de seus ídolos. Além de desrespeitar os fãs, você está desrespeitando uma pessoa que acabou de falecer de câncer.

O mau gosto disso é memorável.

E esse oportunismo lhe rendeu, hoje, o posto de “assunto da internet”. Até este momento, seu artigo possui 227 comentários, e seu nome está circulando pelo Twitter. Parabéns. É o seu dia de glória, mesmo que para isso você teve que contradizer, com esta atitude, tudo aquilo pelo qual luta, na sua vida profissional, a respeito dos games.

Assim, a próxima vez que alguém colocar que a indústria de games – aquela mesma indústria que põe boa parte da comida na sua mesa – é “coisa de criança”, lembre-se, antes de começar a argumentar contra isso, que ela pode, sim, ser coisa de criança para alguns; mas, para outros, ela jamais será.

Para algumas pessoas, ela pode ser uma grande paixão; os games podem ser algo que esteve em suas vidas inteiras, e que, simplificando, os tornam mais felizes. Ou seja, eles significam para essas pessoas exatamente a mesma coisa que as músicas de Ronnie James Dio significam para seus muitos fãs.

Então, se você exige, em seus longos editoriais, respeito sobre suas formas de entretenimento preferidas, favor começar a respeitar os hobbies e paixões dos outros. As pessoas que compram a revista que você edita são fãs de games; se você quer que eles sejam respeitados, dê o exemplo respeitando os fãs de coisas que você não gosta.

Porque, ao contrário do que você parece ter enormes dificuldades em compreender, “respeitar” e “gostar” não são sinônimos. Nem precisam ser.

Como eu disse, creio que cada um é adulto onde deseja. Ou melhor, onde consegue. Ou melhor ainda, onde lhe convém.

Para finalizar, dou o braço a torcer e assumo que sim, você merece a fama que conquistou hoje. Não devido ao seu texto sobre Ronnie James Dio e sim por ter criado a palavra “tronitruante”, que ainda não existia na língua portuguesa até ser usada em seu texto. Pessoalmente, fiquei na dúvida se você estava tentando escrever “tonitruante”, mas, na minha humilde posição de alguém que gosta de “coisa de pré-adolescente”, achei melhor não dar palpite algum.

Grandes abraços.

PS – Se o seu texto foi uma homenagem a Ronnie James Dio, a ambigüidade dele o tornou totalmente infeliz. Mas, caso esta tenha sido sua intenção, favor desconsiderar esta carta.

229 comentários:

1 – 200 de 229   Recentes›   Mais recentes»
Leel disse...

Eu me pergunto pra quê uma pessoa perde o seu tempo criando um texto assim (tou falando dele, não de você, tá?). Sim, sim, pra receber atenção; como você disse. Mas o que eu quero dizer é que ficar criando essas polêmicas inúteis não leva a lugar nenhum, só atrai a ira alheia. Quem é que sai ganhando com isso?
Deixa cada um gostar do que lhe convém. Deixa cada um ser feliz como lhe convém... É cada coisa, viu.

disse...

Não sei se ele vai ler a carta Rob, mas, de qualquer maneira, brigada! Valeu bem mais que um tapa na cara e um pisão de salto na ponta do dedinho que ele tanto merecia.

Sarah disse...

Muito bom o seu texto. O Brasil hoje precisa de pessoas com o mesmo poder argumentativo que o seu. Já que, nos dias atuais, as pessoas apenas usam umas as outras. Uma pena, pois com isso, temos somente pessoas incapacitadas.

Parabéns novamente pelo texto. Vida longa ao Dio!

Mauricio disse...

valeu amigo, você falou tudo que ele merece ouvir

zubreu disse...

parabéns! texto excelente e digno de alguém que pode ser chamado de jornalista, ou articulista!
Sua sensatez foi ótima pra mostrar até ao Forastieri que o trabalho dele anda muito, muito perto do oportunismo.

Jefferson Lima disse...

Parabéns Rob. Belíssimo texto, bem dissertado e sem desrespeitar a opinião do tal jornalista.
LONG LIVE ROCK N ROLL!
LONG LIVE RONNIE JAMES DIO!

Ewerton disse...

Obrigado por expressar a opinião de muitos em um texto extremamente bem escrito e respeitoso. Todo o texto do nosso amigo pode ser realmente sintetizado pela palavra oportunismo.

Quero aqui deixar meu relato de porque sou e me tornei mais fã do Dio, e talvez expresse a todos os imbecis como esse (resolvi deixar o respeito de lado) porque a morte do maior ídolo do metal abalou muita gente:

Nas vésperas da final da copa de 2006, meu cunhado ia para a Itália e precisei levá-lo ao aeroporto. Para não deixar de assistir a partida, fomos bem mais cedo par aque eu tivesse tempo de voltar.

Coincidentemente, o Dio tinha uma apresentação na semana seguinte em São Paulo. Deixei meu cunhado no desembarque e quando estava saindo encontrei o Dio, o Scott Warren w uma moça em uma das portas de desembarque.

Nunca fui muito favorável à tietagem, pois sou fã da música e não da pessoa (principalmente pelo histórico com "estrelas" brasileiras mal-humoradas), mas não quis deixar essa oportunidade de falar com o meu maior ídolo até então. Parei meu carro, desci e fui ao encontro dele.

Quando comecei a falar, as palavras mal saíam. Comecei a parguntar sobre o show, se haveriam surpresas, etc. Pedi desculpas por estar nervoso, aí veio minha surpresa:

- "I'm just a regular person!" dizia ele. Repetiu isso por várias vezes durante nossa breve conversa.

Quando disse que minhas irmãs estavam no carro comigo ele sugeriu que fossemos até o carro para ele dizer "Hello". Meu som tocava o "Inferno:Live". Eu disse que estava me preparando para o showl. Ele me perguntou se eu tinha o encarte para ele autografar!! Isso mesmo: ele ofereceu o autógrafo! Tão emocionado que eu estava, não ia me lembrar de pedir!

Lembrar dessa cena é o que mais me emociona quando penso no Dio. Claro, a música, a voz, a criatividade, os dragões e espadas. Essas estão gravadas e podemos assistir sempre. Fui a todos os shows que pude, curti todas as músicas, mas o "ser humano" DIO me impressionou.

O imbecil questiona a idolatria. Pra mim é apenas questão de saber escolher seus heróis!

É isso!

Ariana disse...

parabéns pelo texto! como disseram, muito sensato.

Mary disse...

Rob, obrigada mais uma vez.
Me senti novamente "apoiada" em meu direito de gostar de algo que alguém não gosta. Obrigada por ter colocado as coisas de maneira sensata.
Qto ao Forastieri, vc tem toda razão, desde a Bizz eu "nós" não concordávamos muito. *risos*

André P. disse...

Nossa, que resposta maravilhosa! Não gosto de Dio, eu também acho meio infantil essa postura metal, mas os meus ídolos da música também são infantis a maneira deles. Que artista 'pop' não é infantil?, ou melhor, que artista não é infantil? Se ele se tornar muito 'adulto' vai trabalhar em banco.

Carol disse...

Metal (principalmente o Dio) lembra RPG que lembra... Videogame.

Sr. Forastieri ganhou o Troféu Jóinha da Discrepância.

Geléia disse...

Assino em baixo!

Michel disse...

http://www.orkut.com.br/Main#Scrapbook?uid=6310481670609013038

orkut do cara

Welber disse...

Que bom que alguém me poupou ao trabalho de dar uma resposta ao carinha da Bizz.
Nunca fui muito chegado na música do Dio, apesar de adorar o Dehumanizer e o Mob Rules. Como fase do Sabbath, sempre deixei claro que meu negócio é o Ozzy. Mas, nada disso me impediu de sempre dizer "o Dio é foda!", por que? Porque o Dio é foda mesmo! Sempre não só mereceu respeito bem como demonstrou a vida toda ser um grande e nobre cavalheiro.

Welber disse...

Aliás, lembrei de uma boa citação do Dio, tá na letra de Sins Of The Father, no album do Sabbath de 1992, o Dehumanizer:
"I see the diamonds but you only see the rock".
Dio é um diamante e, parafraseando o 007, os diamantes são eternos.

Murilo disse...

Concordo com tudo o que você disse e acho essa uma boa base de argumentação contra o que diz o Forastieri...
Tenho lido o twitter e o blog do Forastieri e o que mais me irrita é o ar de superior que ele imprime dizendo coisas como: "E novamente está provado que em matéria de interpretação de texto, a nota do brasileiro é zero." ou "E ídolos do metal ridículos, como sabemos, abundam.". Eu não sei sobre a carreira dele ou ao menos quem ele é, muito menos isso me interessa, o que sei é que ele esta provando ser rídiculo e que quer chamar atenção...

Fabinho disse...

Cara, é o André... vc queria o que???

Varotto disse...

Camarada Gordon, como eu havia comentado no seu texto anterior (quando o link para o texto desse cara foi indicado), a incoerência parece estar gravada no DNA desta figura.

Uma vez recebi um link para um texto dele em que ele perguntava "Você teria vergonha de trabalhar na Petrobras?". E a partir daí demonizava a empresa de uma forma brutal, como se fosse a encarnação do mal. Uma espécie de Darth Vader do Petróleo, cujo objetivo é afundar o planeta em poluição e ainda ganhar muito dinheiro com isso.

Aí fui dar uma pesquisada e descobri que o cara tem uma editora.

Pois é...

Então tá. O cara demoniza uma empresa que obviamente tem um potencial de poluição, mas de forma geral associado à possibilidade de acidentes, para apoiar seu negócio nas indústrias de papel, cujo passivo ambiental é gigantesco e o potencial de poluição de suas atividades cotidianas é enorme, já que seus resíduos são, normalmente, jogados nos rios.

Aí fica a questão: ou o cara é um baita de um hipócrita, ou é tão limitado que não consegue enxergar os óbvios paradoxos de seus discursos.

Enfim, como eu também já havia notado, o negócio do cara parace ser o velho "falem mal, mas falem de mim".

Resumindo, esqueçam essa figura...

Li disse...

Puxa, você conseguiu expressar aquilo que eu disse tão sinteticamente em dois comentários no blog dele. Creio, no entanto, que "oportunismo" e "falta de bom senso" andaram lado-a-lado no texto dele.

Não entro no mérito do "gosto pessoal", pois ele tem direito de gostar do que ele quiser; o que me enojou totalmente no texto dele foi o oportunismo barato e a vontade babaca de fazer polêmica sobre o cadáver alheio.

E, por último, cabe ressaltar que todo tipo de crítica é possível, desde que ponderada e feita no momento certo. Chamar Dio de ridículo um dia após sua sofrida morte, em um texto mal-escrito, nem um pouco ponderado e de extremo mau gosto, é de revoltar. Tomara que o senhor Forastieri não faça isso com frequência.

Mais uma vez parabéns pela forma como você expressou sua opinião.

Mr. Mandelbrot disse...

Outro dia mesmo descobri o tal sujeito no Twitter, e lembrando dos tempos da Bizz, resolvi segui-lo pra me divertir um pouco. Quando vi que o cara havia se tornado um colunista de games ("em busca da infância perdida" seria um ótimo nome pro blog - pronuncia-se "bleargh" - dele), desisti. A piada já tinha se tornado óbvia demais.

Se há 20 anos não dava pra se levar um cara desses a sério, hoje então, muito menos.

O mundo conhece André Forastieri? Não. Mas muita gente conhece Ronnie James Dio. Bem mais do que ele, pelo menos.

Michel disse...

Boa Rob, comeu ele no rabo, sem KY e com areia (o que provavelmente ele gostou)

Icecreamjames disse...

Tb tive a opurtunidade de conhecer RJD pessoalmente.Foram 40 minutos de conversa,no saguão do Maksoud Plaza em SP,em 92!A partir desse dia,pra mim,ele virou um exemplo.

pt2maf disse...

Tá cheguei la por um link, eu não leria um blog de um idiota desses ... mas terminou que tive que ler .. e conclui ... é um idiota mesmo ... Forasti o que ?? achei que era o CRISTOPHER LAMBERT...

Parabens pela resposta .. muita boa !!! Rob 1 x 0 CRISTOPHER LAMBERT ..

Diogo Rodrigues disse...

Parabéns pelas palavras... É bem suscinto quanto a ideia do que e fã e explicar que o que mais ofendeu não é nem a opinião, mas as circunstâncias em que foi feito. Vou reproduzir aqui o texto que comentei no blog, pois acho que não foi aprovado:
"Bom, é muito simples: alguns estão apelando para a constituiçãao brasileira e dizer que o senhor André (ao qual não conheço e não faço ideia de quem seja) está em seu direito de expressar o que acha, e eu concordo plenamente.

Porém, existe uma máxima que diz: "os seus direitos acabam quando começam os das outras pessoas". Quando o sr André explanou sobre sua opinião acerca da carreira de Ronnie James Dio ele estava em seu direito enquanto cidadão brasileiro. Assim que a postagem foi divulgada, ele, invariávelmente, ABRIU MÃO de seu direito a "ficar quieto" e dar o direito aos leitores (esporádicos ou não) de seu blog a opinarem sobre a postagem em si, ou até mesmo sobre o profissional (nunca a pessoa física) André ,mediante algum estudo, que parece que este o fez sobre a carreira de Dio.

Então é muito simples: gostou do ibope por conta de sua postagem, sr André? Dê-se por satisfeito. Fez valer a hospedagem nos servidores da R7 (Rede Record). Porém, o sr irá se aposentar, envelhecer e invariavelmente também falecer igual a todos nós, mas o Heavy Metal, e nomes de músicos "ridículos" como Ronnie James Dio, Bruce Dickinson e Rob Halford continuará sendo lembrado por várias pessoas. "

rosenbergclaudio disse...

Obrigado pelo texto, diferente do lixo do outro, este está claro e direto.
Abraço
Claudio Rosenberg

barbaro disse...

Muito bem, vc falou bonito!
Um tapa com luva de pelica, neste velho lambão...

campodecenteio disse...

É lógico que cheguei a este blog pela carta aberta àquela pessoa. Adorei o texto, não poderia ter escrito melhor.
E gostei dos outros textos também. Vou adicionar nos meus feeds. =]

? ???? ? disse...

Aí eu pergunto: QUEM DIABOS É ANDRÉ FORASTIERI?... Um qualquew querendo ganhar fama em cima de uma talento, DIO!

Aí eu pergunto novamente: QUEM É DIO??... o Eterno DIO!

le.router disse...

Não tenho palavras pra expressar a bela resposta que vc deu parabens!!!
Eu li o texto ate a metade, deste infeliz e parei quando li " rock é coisa de adolescente" não aguentei e parei ali.

O texto é tendencioso, preconceituoso e de uma falta de conhecimento terrivel. Acho que pelo cara não ser conhecido, ele teve que falar mal de alguem que é conhecido no mundo inteiro. Mais uma vez parabens pela bela resposta

Paulo Bono disse...

Do caralho.
O que me incomoda realmente é a falta de timing.

abraço

Larissa disse...

Seu post sim merece comentários.
Crítica bem construída,comparações estruturadas e acima de tudo,é ético.
Sem dúvidas eles escreve para aparecer,pois se diz jornalista mas não constói um texto imparcial e com conteúdo.
O seu,está excepcional.Parabéns!

Farrills disse...

Exatamente... o problema não é a opnião em si.( porque isso é algo pessoal e livre) e sim , como vc disse, o "oportunismo de mau gosto memorável", exposto pelo jornalista.

Ps: não acho que o jornalista foi ambíguo. Acho que ele ficou muito icomodado com a comoção mundial em relação a um artista de heavy metal MUITO respeitado.

Abraços e Obrigado

Magdalene le Boursier disse...

Parabéns, Rob! Deixei um comentário anteriormente no blog dessa pessoa e disse que ele não precisava ser desrespeitoso só porque não gosta do gênero. Aliás, pelo que eu li, ele não parece ter "literatura" o suficiente para comentar com propriedade.

Achei SUPER pertinente você ter dito que acima de tudo ele desrespeitou uma pessoa que acaba de falecer de câncer. É um ponto fundamental.

Parabéns por resgatar a verdadeira ética jornalista. Infelizmente isso tem se perdido cada dia mais.

Alexandre Grunheidt disse...

Independente de gostos pessoais, a palavra RESPEITO não deve constar no vocabulário daquele cidadão. Ele e o tal Regis Tadeu são farinha do mesmo saco...
Parabens pelo seu texto!

Barbara disse...

Sabe, nunca gostei muito do Dio cantando, como pessoa é outra história, sempre preferi o sabbath com o Ozzy. Mas respeito O Dio, respeito o seu trabalho, ele é uma excelente pessoa, tem um talento brilhante, mas não é so pq não gosto dele cantando que devo desrespeita-lo
principalmente no dia de sua morte, ams não foi só a ele que que ocorreu o desrrespeito, mas a sua familia, amigos e fãs em todo o mundo.
o que seria de nós roqueiros, metaleiros, etc e tal sem o nosso chifrinho usado em shows?!
Entao fica ai a minha opniao, se o cara acha ele tão ruim assim, pq não tenta fazer melhor!?
E a você parabéns pelo excelente texto!

ARTUR GUERRA disse...

Obrigado Rob. Por fazer de maneira tão clara a execração deste verme chamado André Forastieri.

Juliana Negri disse...

Eu não consegui ser tão sutil e educada quanto você, meu caro amigo, mas seu texto é de excelente qualidade, parabéns!

Leia o meu, se puder: http://juliananegri.blogspot.com

Felipe Amaral disse...

muito bom o seu texto. usando as melhores palavras para debater com uma pessoa que necessita de atençao e critica uma pessoa logo após sua morte.
denovo parabens pelo texto

Patty K disse...

Olá.

Já havia visto a sua carta aberta ao Dioclécio Luz, agora vi esta aqui. Mais uma vez, suas palavras foram perfeitas.

Penso que o Forastieri não passa mesmo de um troll querendo atenção - como quando ele criticou o Metallica às vésperas dos shows no Brasil. Prefiro nem me dirigir à pessoa dele. Mas você o fez muito bem.

Arthur disse...

Agradeço do fundo do coração por redigir esta carta àquele "jornalista" em nome de todos que ficaram revoltados com esse manifesto no minimo ridículo que Forastieri fez.
Dio foi mais que um simples cantor.Ele sintetizava a imagem do verdadeiro metaleiro,a pessoa que gosta de curtir um bom som confraternizando com os camaradas metalheads.
A pessoa Ronald James Padavona pode ter partido,mas DIO é eterno e reinará supremo para sempre no mundo do rock e metal.
LONG LIVE ROCK'N'ROLL.

tux disse...

Cara. Simplismente perfeita essa carta.

Mas confesso que fico com dó do Andre ... vai acabar a fama dele e ele nem aproveitou.

Vamo montar um funk carioca para o mais famoso ridiculo da midia ...

uhauhauhauhauhauha

Wagner disse...

...era o que todos nós fãns de metal e de Dio queriamos dizer.
Meus parabéns, o mundo precisa de mais pessoas como você e menos pessoas como o André, pessimo jornalista.
Grande Abraço e novamente parabéns!

HERNANI disse...

Primeiramente, parabéns pelo seu texto e a forma eficaz de colocar o jornalistazinho em seu devido lugar... a escória da própria subespécie.

Parece-me óbvio por qual maneira este senhor conseguiu que lessem o seu blog...

Fortes razões, fazem fortes ações.
William Shakespeare


Usar o nome do grande DIO de maneira covarde não foi em vão... Talvez pense que conseguiu alguma atenção...

O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém.
William Shakespeare


Mas não creio que os resultados desta atitude sejam satisfatórios. Sinto muito por você sr. andré forastieri (em minúsculo mesmo).

Os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez.
William Shakespeare

[HK]Сannibal disse...

Parabéns, pelo belo texto em resposta ao texto, "oportunista" do jornalista que não vou nem citar o nome, pois é isso mesmo que ele quer, ficar famoso, escrevendo um texto polêmico, sem nenhum argumento coerente, um dia após a morte de um idolo do Rock/Heavy Metal, o melhor vocalista do estilo.

Vitor disse...

Isso mesmo. Adorei essa postagem. Se alguém quer criticar o heavy metal ou qualquer meio de rock, deve pelo menos obter argumentos de relevância, pois headbangers não são burros. \m/

e para você, HAIL!!

Allan disse...

Agradeço-o de coração por essa resposta, pois é triste ler um jornalista falar besteira demasiadas, sem ao menos conhecer o que ele cita...

parabéns pelo post!!! =)

TRICLONAGENADOS disse...

Olha só amigo, obrigado por esta resposta ao seu colega "jornalista" sinto muito pelas palavras maldosas que ele colocou no seu texto, e que foram realmente infelizes, me magoou profundamente como um fã, e até como ser humano mesmo, agradeço a você na qualidade de pessoa que simplesmente respeita os outros, e que respeita as opiniões, você foi imparcial polido, como um gentilmen, e falou tudo o que quiz, veja o meu blog tbm
triclonagenados.blogspot.com lá tem algo sobre esse nosso amigo! abraço e sucesso para vocÊ

Norberto disse...

Parabéns . Tenho 50 anos e adoro o Cara . Daqui a só a 17 anos vou estar na idade que ele morreu . E um idiota escreve estas bobagens !!

Alisson disse...

Parabéns!texto totalmente excelente.
Bem parece que ele teve mesmo o que queria,IBOPE,mas o Heavy Metal,e outros caras "RIDÍCULOS" como Ronnie,Ozzy,Rob Halford entre vários outros SERÃO ETERNAMENTE LEMBRADOS pelos seus fãs e adimiradores.

Serginho disse...

Senhor Forastieri, homem de longa carreira, e de muitas bobagens ditas. Várias delas, remuneradas. Está provado, mais uma vez, que em termos de interpretação musical, mesmo com tamanha experiência, a sua nota continua beirando o zero!

Dark disse...

Parabens! Você foi melhor do que o outro!

Márcio "BOBAS" Brum disse...

Como podemos chamar um cara que um dia depois da morte de uma pessoa por câncer, chama ela de ridícula e aproveitadora (Acho que o aproveitador aqui se chama André!)?

O 1º NOME QUE ME VEM A CABEÇA É FDP!!!

Deixo essa postagem só aqui, para não dar "ibope" para aquele babaca! Lembro bem dele dos tempos da revista BIZZ. Era o babaca que se achava intelectual... SEM COMENTÁRIOS!

gene disse...

cara..parabens por suas palavras.é inacreditavel o eterno desrespeito da "grande imprensa" com fãs de heavy metal.talvez seja por isso que somos mais fortes do que eles afinal....me lembro até hoje de um editorial desrespeitoso sobre a morte do dimebag no jornal da globo daquele "jornalista polemico " deles....

Daniel disse...

imensamente grato por este texto.,

conseguiu tirar um pouco do desgosto que estava sentindo ao ler os absurdos escritos por aquele ser que me recuso de escrever o nome, e que pretendo esquecer de sua existencia em breve.

obrigado !

Bruno Gomes disse...

Caro Rob Gordon.

Parabéns pelo excelente texto.
Você conseguiu sintetizar de maneira ímpar a resposta que muitos fãs do Dio gostariam de dar.

Forte abraço!

Lucas disse...

Parabéns pelo excelente texto! Uma resposta muito bem argumentada, coesa, coerente e respeitosa. Sou um fã do Dio e acho que ele está apreciando seu texto aonde quer que ele esteja.

luizdosalgueiro disse...

Meus heróis
Morreram de overdose
Meus inimigos
Estão no poder
Ideologia!
Eu quero uma prá viver
Ideologia!
Eu quero uma prá viver...

jujumeo disse...

A diferença é que o DIO morreu e ele soube e se importou, quando ele morrer eu tenho certeza que a maioria de nós nõ vai ficar sabendo.

Hugon disse...

Hei seu André, liga pra esse bandibobos não!

André, Vc ta totalmente certo em criticar aquele cara que se parecia com os inumeros gnomos sobre os quais cantava.

Na verdade, só vc está certo nessa coisa toda, os mais de 400 fãs que em seu blog comentaram, em nada estavam certos.

Na verdade, mais errado ainda são os musicos do Heavy Metal e do bom e velho Rock'n Roll que se pronunciaram sobre a morte do Dio, musicos profissionais dessa vertente, de bandas de renome, tais como QUEEN, Iron Maiden, KISS e muitas outras que deixaram expresso seu luto e suas homenagens e devidos agredecimentos por sua contribuição musical.

Por que deveríamos dar atenção à esses coroas que são totalmente leigos nesse gênero musical, não é mesmo?
Acredito que a opinião deles no que se refere a este tópico em específico não vale nem uma pipoca molhada.

Sou mais a sua opinião, a opinião de uma pessoa de muito mais gabarito e respaldo musical do que milhares de fãs e outros tantos PROFISSIONAIS dessa área.

Abraços, conto com você!


ps: eu não sei se você percebeu, mas eu fui irônico.

Tatiana Batistela disse...

Rob, obrigada.

Lavei minha alma lendo seu texto.

Mesmo não usando termos ofensivos e agressivos, meus posts não foram publicados no blog do Sr André Forastieri.
Apenas um comentário foi para o ar quando resolvi escrever qualquer coisa sem muito conteúdo. Paciência.

Parece-me que o Sr Forastieri deu graças a Deus pela partida de DIO. Que postura horrorosa.
Por que tamanha falta de respeito com o DIO? O que ele fez no decorrer de sua carreira para receber um tratamento tão absurdo como este?

Doeu em me deparar com um texto cheio de equivocos, me ofendi sim.
Minha indignação não é somente por ser grande fã de DIO e sim por ser também SER HUMANO.

É realmente desanimador perceber que a maioria das pessoas tem dado as costas para valores humanos importantíssimos.

Qual era o objetivo do Forastieri?
O que ele plantou com isso? Mais ódio? Poxa... é disso que o mundo precisa?

Por que o tom de zombaria pelo mundo de "fantasia pseudocelta"?
Que tipo de cultura ele quer que esta geração tenha? A do Rebolation?


Acho lamentável ver que nossos adolescentes estejam cada dia mais caducos e que se tornam celebridades quando dão uma bola fora.
O que dizer da garota do "p*** falta de sacanagem"?! É engraçado, é. Mas seu eu puser na balança, acho muito mais triste.

Como eu disse em um dos posts que não foram publicados no blog do Sr. Forastieri, o mundo tem valorizado uma cultura pobre, podre, burra, duvidosa, obscena e vazia, deveríamos agradecer aos artistas que ainda sustentam o BOM SENSO e que respeitam seus fãs.
E tenho muito que agradecer ao DIO pelo legado deixado e pela postura positiva que ele sempre passou, mesmo em um momento tão delicado quando descobriu estar doente.

Pensando bem, acho que estamos errados, talvez até cruéis com o Sr Forastieri.
Estamos exigindo dele o que ele não pode nos dar de melhor, certamente dentro dele há uma luz fraca de RESPEITO, COERÊNCIA e ... AMOR.

Talvez a luz não esteja fraca e sim...

..............................apagada.

Triste...

marcelo disse...

Bom ... eu sou fã do Dio más concordo ele não evoluiu nos temas das músicas, porém a voz mantevesse. A morte do Dio foi noticiada no "mundo inteiro", em várias midias ... gerou uma comoção enorme no pessoal do rock. Aparentemente o Dio era muito respeitado. Não posso deixar de comentar que eu só fiquei sabendo da existencia do Sr André Forastieri porque ele lançou essa nota polemica. A música do Dio vai durar "para sempre". Qual vai ser legado do senhor André Forastieri ...

Anônimo disse...

Obrigado, Rob. Esse palhaço realmente não sabe o que é ser jornalista. Salve Eterno Dio.

Lemmy disse...

Parabéns Rob...

Forastieri, o reporter ridícula da música...

O problema é que agora não tem mais aquele lixo cultural que era a revista BIZZ pra ele escrever...

Anônimo disse...

Esse Forreca que escreveu a opinião dele num texto patéticamente oprtunista tem esse hábito desde longa data. na revistinha de fofocas (bizz) que ele escrevia, na falta de maior consistência nas pautas, ele criava polêmicas fajutas para chamar a atenção e encher linguiça. Chamamos esse tipo de comportamento de "Attention Whore", Vadia de atenção, como aqueles zé ruelas de reality show que penduram uma melancia no pescoço para serem notados por alguns segundos pelo ridículo da coisa. Vindo desse ser eu não esperava outra atitude. Aguardem morrer mais algum músico famoso para lerem outro textinho infame desse zé ruela dos joguinhos...Patético...

leonardo disse...

Meus Parabens!!

Foi a sensação que tive com as palavras que gostaria de dizer a este senhor (talvez com um pouco de mais arrogancia).

Parabens por defender aos fãs e a familia de Ronnie.

Dani disse...

Rob, não alimente o TROLL!

Brahmastra - a bomba verbal disse...

Num País onde exportam BBBs da Holanda, e o Presidente eleito promove o semi analfabetismo, o Sr Pederastieri conseguiu a MIDIAocriadade normal que os desprovidos como ele tentam atingir : ser famoso a qualquer preço, ser celebridAIDS ou BBB, ou um excremento televisivo desses.
SrªForastieri desconhece o maniqueísmo existente no Metal, e por isso , a razão das letras serem como são. Algumas são. E o que falar das letras da bossa nova, que exaltam o amor, os barquinhos, as garotas de ipanema, o desafinado?
E o que falar das Óperas como O Barbeiro de Sevilha, ou outras que descrevem fatos totalmente comuns?
Isso sem falar do funk( Miami bass), do Axé, E do nosso Roberto Carlos, fazendo "homenagens" as gordinhas, as feias, aos caminhoneiros, numa hipócrita "homenagem" com o intuito de ganhar mercado?

Discutir temas de música é pura ignorância, visto que, tirando Bob Dylan, Chico Buarque, e outros poucos, as letras são "assim" mesmo, dirigem-se aos fans dos estilos de cada artista com fins mercadológicos.
Então, "Pederastieri", um Leão LOMBO de décima categoria, vc atingiu seu ápice na Mídia.
Contente-se em começar a cair. E o paradoxo é que vc está caindo mas jamais subiu. Em nada.
Ao Marcelo, que comentou e disse que Dio não mudou os temas, leia sobre Maniqueísmo, sobre a influência do Judaico Cristianismo no Metal; e prestem atenção que, Dio não se limita ao metal, ele tocou hard rock no Rainbow, e blues e rock tradicional no ELF.
Repito, a maioria dos temas das letras das músicas de qualquer estilo são lúdicos, ou maniqueístas, ou descrevem coisas simples, ou relacionamentos amorosos. Música gospel só fala de Jesus em 90% das letras, e é chata por isso? pra mim é, mas por isso ela é denominada gospel. A tradição do Metal é maniqueístae por isso fala na luta entre o bem e o mal, isso sem falar que é uma música pro mercado jovem, mas velhos como eu, que cresceram ouvindo isso já se acostumaram.

Rey Biannchi - humorista músico -

Anônimo disse...

O sr. Forastieri me pareceu Ronaldo Esper alfinetando Clodovil qndo o mesmo estava "na mídia", por culpa do programa Pãnico (que alias, eh outra bosta qndo se trata de humor, mas eh nota 10 em representar o Brasil pros gringos, mostrando mulheres gostosas e burras - vide Sabrina e cia).

Allan disse...

Ótimo texto! Aquele "texto" foi uma falta de respeito.

Anônimo disse...

Tenho 44 anos, escuto heavy metal desde adolescencia, fiquei muito triste com a morte de ronnie, mais triste com a colocaçao do senhor andré. opinioes sempre respeito,cada um tem a sua, mas o senhor andré não tem opinião,ele faltou com respeito a muitos.
obrigado Rob por ser sensato.

Leandr069 disse...

assino em baixo sobre o conteudo desta carta! e de caras babacas assim e uma midia idiota e nojenta q me faz odiar ver tv ou ler alguma coisa direcionada ao grande publico! obs: q foi aquilo na rede tv ( mostrando OZZY, inves de DIO )

Eric VInicius disse...

MEU COMENTÁRIO POSSIVELMENTE ESTÁ SENDO CENSURADO NO BLOG DELE. NÃO AGUENTOU BATER DE FRENTE. SE MOSTROU COVARDE.

Andre Forastieri, mama mia... Irônico, inteligente, Prepotente... Assim que o vejo.

Aos fãs de Dio:

Não relevem as declarações desse sr. jornalista. Seu coração é Ozzyniano. Ele é muito bom com as palavras, cheio de efeitos especiais p/ querer se passar valer como cult e esclarecido. Pode até ser que seja, mas lhe falta simplicidade. Não o conheço pessoalmente p/ julgá-lo, seria prepotencia de minha parte. Estou apenas aqui p/ expor meu ponto de vista (assim como ele expôs o dele).

Já que foi tocado no assunto Blues, poderia ao menos ter citado Muddy Waters e B.B King, expoentes de cabeceira do estilo. Dio no passado remoto tocou algumas variantes do R&B, nada a ver como o Blues antigo do Delta.

Seguindo a linha de raciocínio do colega, se o Dio tivesse caminhado por outro reformatório musical, onde as letras e reflexão tirassem a atenção de sua voz inconfundível, acho que o felicitaria, afinal, jamais teria substituído o comedor de morcegos naquela que foi e é a mais importante banda de Rock Pesado de todos os tempos.

Procurem escutar "Children of the Grave" com o baixinho, parece até aquecimento de voz de tão soberba que é sua interpretação.

Tentar reconhecê-lo como um cantor extremamente técnico, dono de um dos timbres mais respeitados do Rock fica em segundo plano na cabeça de certas pessoas. O que vale é focar naquilo que pode dar bilheteria.

Imaginem Dio com Montserrat Caballé, cantando MPB, seria encarado como heresia pelos deuses. Tenho certeza que ele focou com coração naquilo que certamente iria fazê-lo dar o máximo de si. Se uniu a excelentes músicos durante sua carreira, criou até um certo mal estar em certos momentos por não conseguir (nem querendo) dividir os holofotes, ao contrário de seu antecessor de Sabbath que sempre se apoiou em grandes instrumentistas para encobrir sua limitação vocal. A sorte era ter carisma e cabelos lisos. Promoveu projetos sociais como Hear 'n Aid, revelou Vivian Campbell (será que o colega jornalista sabe quem é?Hm, pode ir pesquisar no google), se destacou em tributos p/ Alice Cooper e Aerosmith. Até o dito deus da guitarra escandinava Yngwie Malmsteen teve a honra de solar ao seu lado.

No final, restou a lembrança e reconhecimento dos fãs e uma orla de músicos em seus respectivos sites oficiais de figuras nada expressivas no mundo do Rock e Metal o agradecendo, como:

Kiss, Brian May, Metallica, Slayer, Iron Maiden, King Diamond, Judas Priest, Udo Dirkschneider, Angra, Anthrax, Sepultura e etc... Até Smashing Pumpkins que é de outra praia reconheceu seu valor.

Como nem tudo nessa vida é perfeito, queria tê-lo ouvido cantar Bohemian Rhapsody ou Nessun Dorma.
Aí poderiam ter chamado o Ozzy pra fazer um Back Vocals.
Pensando bem, foi melhor ter deixado pra lá...rs

Paulo disse...

Olá amigo.

Parabéns pelo texto. Como, na condição de fã de Dio, também me senti ofendido, resolvi comentar esse péssimo texto deste pseudocolunista.

Resolvi fazê-lo por aqui, para não aumentar a audiência deste mal-caráter.

O fato, como vc bem disse, é que ele usou de uma péssima circunstância para alavancar sua pífia audiência. Usar termos como ridículo e chamar Dio de velho não denotam nada, apenas o preconceito do autor em relação ao trabalho de um profissional competente, bem-quisto e famoso pelas circunstâncias corretas.

Fosse Dio o frontman de uma banda de reality show, um rosto bonito, jovem, seria ele alvo de outros tipos de críticas. Mas não, está sendo criticado pelo que de mais nobre pode seguir profissional.

Um abraço.

Rogerio disse...

Obrigado meu jovem por mandar essa carta para esse senhor que falou de uma pessoa que fez milhões de pessoas felizes obrigado!!!!

LuH disse...

Falou e disse.
Nada a acrescentar.

Flaco disse...

belo texto, e que classe heim!
Coisa que o carinha do “tronitruante” não teve nem um pouco...
abraço

Fabiano Nadler disse...

Muito obrigado pelo seu post. Traduziu o que todos os fãs de Dio têm à dizer diante de tão infeliz artigo. A única coisa que podemos fazer, é não comprar a tal revista de games em protesto. Afinal, é coisa de criança...

José Mahon disse...

Também acho que ele deveria ter dito sua opinião antes da morte do Artista ou guardado ela para muito depois. Foi, sim, oportunismo. Sou um fã de games (do tipo fantasiosos, não o caso de andré) e tenho certeza se Myiamoto ou Kojima, duas mentes brilhantes do meio, falecessem ele iria pensar a mesma coisa que você.

No fim os próprios Beatles mostraram que fantasia move o mundo, então o mesmo se aplica a Metal e Games. Isso é ruim? Muito pelo contrário. Eu gosto e você gosta Rob, o importante é isto. E sou muito feliz gostando de coisas felizes, obrigado.

carlosbynha disse...

TO POSTANDO AQUI A MESMA RESPOSTA QUE PROVAVELMENTE O JOGADOR DE MARIO...É O MARIO QUE COMEU ELE ATRAS DO ARMARIO NAO VAI POSTAR LÁ NO SITE DELE...BEM QUE DESCONFIEI DA FOTO DE QUEIMA ROSCA DELE...Voce só pode ser daquelas bichinhas ricas que tomaram um pau na escola de um monte de metaleiros e ficou com trauma de trolls!!! e agora fica com raiva que o ronie se foi ... ou voce tá dando saltinhos feito uma gazela no cio? tipico de bichinha revoltada, quando tem alguma atenção!!!
espere o ozzy ou o lemmy do motohead morrer agora seu otario... quem sabe assim voce nao tenha, mais 5 minutinhos de fama...já quanto a envelhecer vejo que além de velho... voce ta usando um brilho nos beiços ai... cheio de cosmético... sua bichona!!! cuidado pra vc nao bater as botas de aids antes dele ok?
HAIL DIO HAIL FÃNS DO DIO...

EM MEMORIA DO RONIE JAMES DIO ... ESPERO QUE VOCES PONHA AI ESTE COMENTARIO OK?

Bruna disse...

Excelente texto. Coerente com os seus princípios, acima de tudo. Não um ataque imbecil buscando 15 minutos de fama. Falar e não querer ouvir é dose, tivesse medido as palavras.

Agora, ficar com esse mimimi "não quis ofender os fãs do Dio" foi pra matar.

Patrick disse...

Parabéns Rob Gordon!

Nossa, obrigado mesmo. Estou me sentindo de alma lavada... Ótima argumentação, soube colocar sua opinião acerca do tema com sutileza e educação (Coisa que o jornalista em questõ não fez), mostrando que não se fazer afirmações sem embasamento, conhecimento de causa e respeito, não só a cultura, arte, música, enfim... Mas sim, respeito por um ser humano que morreu de câncer e era amado por milhares de fãs!

Fica aqui meu singelo agradecimento!

Long live Rock'n Roll!
Dio, master of metal... Forever!!!

VOMER disse...

Valeu pelo texto, mas ñ acho q somos sem argumnentos, sim somos apaixonados, e quando falam mal de nossas paixões viramos bicho sim, mas o que me entristece é um merda desses ser chamado de jornalista, tudo bem q ñ precisa ter diploma para ser jornalista, q nosso governo fez essa burrice, mas deixar qualquer um escrever o q uqe quer, desrespeitando a dor de uma família que perdeu um ente querido apenas para se promover é revoltante, a ponto de fazer brotar a vontade de esmagar cabeças, mas é claro q ñ faremos isso, pq somos racionais e integros e ñ abutres que se vendem para comer o ovo diário, lamentavel isso, esse moleque deveria ser expulso do jornalismo....

Anônimo disse...

Me desculpe , mas que babaca esse André! Nem o conhecia, e agora nem quero ler seus textos ou ouvir sua fala. Sempre aparecem uns caras oportunistas como este por aí em horas inoportunas, pra falar mal de algum artista, mas esse bateu o recorde da arrogância e desrespeito. Faz sentido essa cara escrever pra Bizz. Um lixo de revista, comandada por uns Punk jornalistas ou pseudo-jornalistas totalmente preconceituosos e playboys, talvez semelhantes a esse "tipinho" aí. Parabéns pela inteligente resposta ao ridículo texto do "tipinho".

Gabriel disse...

Parabéns pela carta!

Elwood Blues disse...

Acabou de ganhar um fã!
Obrigado amigo.

Aline disse...

Parabéns pela forma como você "deu o troco" para aquele pobre infeliz.
Não fiz questão de comentar o texto do Sr. Forastieri, por motivos óbvios, acredito que não é necessário "alimentar" algo ruim. E neste lamentável episódio quem deve receber as congratulações é você Sr. Gordon, por ter agido de maneira sábia.

DIO disse...

DEVE SER POR ISSO TUDO QUE O ESPERTÃO AÍ ESCREVEU (VOMITOU COM OS DEDOS), QUE GEEZER BUTTLER DECLAROU:

"Eu nunca vi algo parecido com isso, muitas homenagens de tantos músicos e fãs, tantos bons desejos, sem cinismo, o amor puro, simplesmente a apreciação de um grande homem."

CARA VC É LOUCO, PATÉTICO E INVEJOSO !!

MUITO ESTRANHO VC FALAR DO CABELO DO "DIO" (DEUS EM ITALIANO), SENDO QUE NESSA IDADE VC NÃO TEM UM SÓ FIO DE CABELO NÃO GRISALIO.

MAS ENTENDEMOS SEUS COMENTÁRIOS, POIS TODOS NÓS TEMOS PROBLEMAS EM NOSSOS RELACIONAMENTOS, POR ACASO SEU MARIDO ESTÁ TE BATENDO ???? ...SE É ISSO, SEU PROBLEMA É SÉRISSIMO PQ SENDO ASSIM VC NÃO PODE NEM DAR QUEIXA NA DELEGACIA DA MULHER.

R.I.P. RONNIE JAMES "DIO".

Osvaldo disse...

existe um ditado que diz: "enquanto o mal de um está no copo, o seu está na garrafa".....como vc disse ele não só desrespeitou nós, fãs de rock/metal, como desrespeitou uma pessoa que acabou de falecer de câncer.....ele é um frustrado...merece levar um cacete!!!!

Anônimo disse...

Excelente resposta.Falou por todos nós,indignados com o desrespeito à um grande talento,vítima de uma doença terrível,um grande ser humano chamado Dio.Esse Forastieri,não tem um problema com o Dio,tem um problema com o rock e com ele mesmo(visto que,ele publicou outros textos afirmando que rock é coisa de bicha e revoltado http://andreforastieri.com.br/?p=184 ).Jornalistas de verdade expõem seu ponto de vista sem agredir pessoas,e ainda mais num momento delicado como esse, em que nós,perdemos da pior forma possível uma grande voz que vai fazer uma enorme falta.Parabéns pelo texto.

guilherme disse...

Parabéns Rob! A sua sensibilidade ao fato é tocante. Nada pior que um ser humano usar o pior momento da vida de seu semelhante em prol da auto-promoção. Se o Sr. André falou que o Dio escreve letras sobre satanismo, ele não ficou muito longe com toda essa torpeza instrumentalizada pelo famigerado texto.

Dzielinski G;A; disse...

Olá amigo, tudo bem?
Adorei a sua carta ao Sr. André! Até então nunca havia escutado falar desse cara, mas hoje foi o dia! Infelizmente as palavras dele foram cruéis e rude! Eu sou da area da saude (odontologia) e sofri em uma luta contra um cancer tb, hoje sou curado! Quando alguém fala algo como esse incompetente falou devemos no minimo ficar chateados!

Sobre o Ronnie eu digo: Foi o melhor vocalista do Heavy Metal (e do mundo) em minha opinião, foi um revolucionário! Não sei a religião do André, mas quem é ele para julgar se alguém é satanico, cristão ou qualquer outra coisa?
O que me interessa é a musica que o Dio fez, o que ele nos deu de presente e acima de tudo, sua gentileza e VOZ, coisa que o senhor André não tem e nunca terá!

Ao Ronnie eu desejo que ele seja iluminado pelo manto dos anjos de Deus, ao Sr. André eu desejo que Deus tenha é muita piedade pelos seus comentários imbecis sobre alguém que morreu da maneira que morreu!

E o Dio foi um guerreiro, pois lutar contra o Cancer não é facil!

Todos amamos Ronnie James Dio!
Fica aqui os meus pesames e desejo de conforto para Wendy Dio, familia e amigos!

Rob Gordon, que Deus lhe abençoe e parabens por falar o que eu queria falar!!! Parece que vc leu meus pensamentos!!! Em nome de todos os dentistas e amantes da musica eu lhe agradeço!!! Um abraço!

Ana disse...

Legal, cara!
Muito obrigada!

Jaison disse...

Não nos conhecemos mas gostaria muito de apertar sua mão. Obrigado por suas inteligentes palavras.

Ronnie James Dio era um profissional de quesito inquestionável, nós estamos sofrendo muito com essa perda.

Você, Rob Gordon, assim como muitos outros que prestaram suas homenagens ao redor do mundo, você fez uma das mais dignas que eu já li...

Parabéns.

Adelia disse...

Em nome de todos os fãs tanto do Heavy quanto do Dio, agradeço a vc pela belíssima resposta à esse completo idiota.
Obrigado.
DIO, Rest In Peace.

Anônimo disse...

Ninguém conhece esse bocó de forasteri ou sei lá... mas todo mundo admira DIO... ridículo e seu cabelinho branca-de-neve
se quiser livros maduros... procure os de filosofia niilista... as mulheres devem te odiar com esse pensamento abobado... música é para passar o tempo... não um compêndio de intelectualidade... e vc deve ser domesticado pela cultura, reduzido a um manso e simples jornalista de comentários... com complexo de semideus... jornalistas quase semnpre vende matérias de políticos sujos, e é só virar as costas e eles usam tudo sem ética e desdizem o que falara... imediatistas... O Dio é reconhecido, vc é um zé ninguém!

rush-1969 disse...

Esse tal de André Forastieri é um chupa-rola! Ele junto com o idiota do Camilo Rocha passaram a vida toda falando mal das bandas de HM na Bizz. Eu não sei o que esse filho da puta quer. Se queria aparecer,conseguiu! Só usando o nome de alguém realmente importante como Dio que um zero-à-esquerda desses consegue algum destaque.Forastieri enfie sua língua no rabo e vá pro inferno ouve
ir Restart. Dio We Love You!

Thiago disse...

Cara, PARABÉNS e MUITO OBRIGADO pelo seu texto! Seu texto lavou a minha alma, e tenho certeza q lavou a alma de todos os fãs do Dio. Eu estava extremamente emputecido com o texto daquele cara.. e jamais conseguiria responder à altura como vc fez!
Agora estou em paz!! rsss
Valeu mesmo!
Grande abraço

Tyler Bazz disse...

Obrigado, Rob, por sair em defesa do bom e velho Rock 'n' Roll!

Anônimo disse...

o cara é lacaio do corrupto abóstolo Bispo Macedo... quem trabalha na record ou uma divisão dela... me desculpe mas pactua com este facínora do picareta macedo... um canal indecente!

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto cara! Muito obrigada por escrevê-lo vc conseguiu resumir de uma forma educada exatamente o q cada fan do Ronnie gostaria de dizer a este babaca!

DAGON disse...

Sinceramente só hoje vim conhecer esse tal de Forastieri, já vi que é um babaca, imbecil que não merece esse estardalhaço todo, tenho mais respeito por bosta de cachorro...

[>Dallai<] disse...

Prezado, deu um tapaço de luva na cara desse oportunista. Outra coisa que percebi no texto é que ele tende a diminuir quem curte metal (como a estúpida sociedade brasileira sempre tende a fazer). Eu sou engenheiro, pós graduado e mestre, e não fiz doutorado por opção, pois já havia sido aprovado pra tal. Falo isso pois desde que entrei na facul, Dio foi trilha sonora sempre, seja no ELF, Sabbath, Rainbow ou DIO msm...
Mas o falastrão e infeliz opinador conseguiu irritar quem não devia, angariando uma audiência enorme num artigo altamente tendencioso...
"O mundo é cheio de reis e rainhas que cegam seus olhos e roubam seus sonhos... É o céu e o inferno..."

Rigo disse...

sinceramente eu não sei como tanta gente comentou o post dessa criatura deprimente que faz uso de uma triste perda como meio pra subir na vida. Ainda nao sei como puderam contratar uma pessoa de tao baixo nivel pra ser jornalista da record.Uma pessoa que faz uso de artificios como esse com certeza não honra e mto menos respeito na midia. As pessoas perdem seu tempo comentando esse cara e dando a ele os 5 min de fama que nao merece. Sinceramente eu tenho certeza que ele nao sabe nem 1% do trabalho do dio e se tinha algo falando era de algum site pra dar a ideia que sabia do que estava falando.Agora a gente tem ideia do tipo de gente que trabalha nessa emissora. Deprimente...!!!! Se essa emissora fizesse juizo a sua honra ela pediria desculpas na TV em rede nacional pois a ofensa nao foi a uma ou 2 pessoas e sim a milhares.

Jucke disse...

blá, blá, blá...
Desnecessários os seus 2 primeiros parágrafos, pois jornalista não é Deus. Portanto, vc não pode colocar os fãs numa condição inferior.
Não posso dizer que fã do Dio, porém, conheço e respeito a maioria do seu trabalho, mas dizer que um fã não pode se expressar é ir contra a tal "democracia de opiniões" que tanto os jornalistas estufam o peito para defender.
Enfim, meu caro, seu texto é bom!
Este indivíduo "ridículo" precisa de uns belos "soco na boca do estômago" pra sentir 1/1000 da dor que o Dio deve ter sentido por conta de sua trágica doença. Falta de respeito total num momento de luto!
Resumindo: QUEM FALA MERDA, OUVE BOSTA!
E já tá na hora de parar de dar atenção a este pulha infeliz!

Rigo disse...

bom... eu nao estou colocando os fãs em condicao inferior, pois eu sou mto fã dele e as pessoas fazerem o site dele um forum com uma porrada de gente comentando só dá a fama a ele, de um cara polemico que fica falando merda por ai. Não perdi meu tempo nem lendo a primeira frase.O que ele quer é justamente isso.Que pessoas mal o bem comentem e entrem dando a popularidade que ele quer. Já basta dar a moral a esse tipo de gente que pra ter emprego faz uso de coisas tão baixas. Quem realmente conhece o DIO sabe o que ele representa e nao nada do que ele está falando.

Luciano Sturm disse...

O "tapa na cara" que está em seu texto deveria ter sido mais forte! De qualquer forma, eu, como fã do Dio, agradeço por ele.

Flávia Mussak disse...

Obrigada!
os fãs do DIO agradecem profundamente!

Lucas Lara disse...

Muito Obrigado, conseguiu com toda a coerência e educação possível, dar um verdadeiro tapa na cara dessa pessoa que diz ser um jornalista.

Alex disse...

Famoso André FORA-stieri da Bizz.... o cara q devia ser pago apenas pra criar polêmica e vomitar pelos dedos... comentário normal vindo dele.

Rigo disse...

ja fiz isso.
esse novo foi apena uma resposta ao jucke em um email que me enviou.Respeito a ideia de democracia mas aproveitar a midia pra denegrir a imagem de um artista ainda mais como o DIO é inaceitavel

Anônimo disse...

Não é a primeira vez que esse " forasteiro da etica profissional" expoe seus pseudo textos ofensivos dessa forma, sempre querendo pegar um gancho num assunto do momento, ele ainda segue aquele velho Mal ou bem , mas falem de mim. O mesmo foi muito infeliz nas suas colocações, mas isso nao é de hoje que o faz. JORNALISMO VERGONHA é o que esse moço sabe fazer de melhor.

*Thiago* disse...

Parabéns pela carta!!!!Expressa tudo que gostariamos de falar!!!

Mundinho disse...

Gostei da resposta, mas como disse, "o outro " profissional do jornalismo, desde está precisando de ibope ... pobre infeliz

Rigo disse...

Sinceramente fiz uma comunidade pra demonstrar a indignacao contra o trabalho desse cara.
Entrem postem os seus comentarios a vontade e votem na enquete.
vamos mostrar pra essa emissora nossa indignacao e o que ele merece
vamos ser civilizados e mostrar pra ele que nao precisamos baixar o nivel que nem ele pra conseguir algo

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=102050540&refresh=1

Alexandre disse...

PARABÉNS. Bela carta em resposta a um retardado que não respeita a morte de um ícone da música mundial.

Anônimo disse...

Exato meu caro...
Nós fãs de Dio agradeçemos vc por expor nossa indignação a respeito dessa porcaria q nosso amigo teve a notavel coragem de postar...
Realmente se um profissional quer que seu trabalho seja reconhecido ele deve fazer isso de coração e com competencia, coisa que Dio fez durante TODA SUA VIDA...
Não dessa forma oportunista, infantil e sem ética alguma q nem nosso caro amigo jornalista fez, provocando ira daqueles que tem admiração de um profissional que teve uma carreira tão bem sucedida e será lembrado por gerações através de sua musica.
Agora esse nosso "amigo" jornalista devia acabar no anonimato por ser tão irresponsavel. Sugiro a todos os fãs de Dio parar de dar atenção e ao menos evitar ler algoque venha dessa infeliz escória da sociedade.

Dio lives forever as Rock lives.

Bodão disse...

Se juntasse toda a indignação dos fãs contra esse momentinho miojo de fama, resumindo seria essa maravihosa carta que vc respondeu! Melhor que um tapa na cara!

Abrass

Thiago D' Lopes disse...

Ótimo texto..foi um tapa na cara,mas sem perder a classe,parabéns!

pardal disse...

se o morto tivesse sido akele pastorzinho safada da record ele teria escrito maravilhar de um safado ladrao que ensina como tirar da boca do filho de um pobre iludido por uma religiao porca promete ao mesmo, mas como foi um icone do heavy metal... vamo mete o pau neh ninguem curte isso no brasil....(sarcasmo)

Matheus disse...

Não poderia ter respondido melhor. É inacreditável como existem jornalistas tão mesquinhos no nosso país, e que ainda se julgam superiores a uma classe inteira.

Dani disse...

Você esqueceu de mencinar a parte do texto dele sobre a idade do cara, como se roqueiro fosse um cargo que tivesse validade, ou uma pessoa que tivesse que morrer jovem. Como se não houvessem mais roqueiros velhos no mundo, ah é, me esqueci Mick Jagger está na flor da idade... sem contar Ritchie Blackmore, entre outros.

Anônimo disse...

Ganhou meu respeito camarada. Belo texto. Grande tapa na cara do imbecil do Andre. Faltou citar uma outra incoerencia... ele critica Dio pelos temas satanicos... observem bem e vejam que a fase que mais encontramos musicas satanicas no Sabbath é com Ozzy, que ele diz gostar. N.I.B fala por si só, alem de black sabbath e outras. É o tal de falem mal mas falem de mim... lamentavel pra alguem da imprensa que quer ser respeitado

A J Lobone disse...

O texto gerador de toda polêmica é mais um da autoria de quem desde a finada BIZZ buscou a polêmica como ponte para a visibilidade em detrimento do bom jornalismo.
È nessas horas que me lembro da longa discussão sobre o diploma de jornalista ser ou não obrigatório.
Se o diploma não garante a competência, a dignidade e a ética deveriam nortear os que estão diante dos veículos.
Jornalistas podem odiar artistas como o Guns"n"Roses ou o "Dio", ou podem amar a Lady Gaga ou o Cold Play, tudo bem!
Todavia um texto lamentável como este, sinceramente, é de envergonhar qualquer um que labuta com responsabilidade nas redações, estúdios e editorias.
Ah... se um daqueles tablóides londrinos descobre o talento deste rapaz!!!
Nelson Rubens, ô Nelson Rubens...
Cuidado para não perder sua vez no TV FAMA viu?

Daniel Silva disse...

parabéns pelo post. quem é esse cara para criticar o Dio? não sabe nada!

alan disse...

voce foi pontual frisando a falta de respeito gerada por oportunismo. grato

Alan

Varotto disse...

E, mudando um pouco o rumo dessa prosa, acho que temos aqui um novo post recordista de comentários.

Tudo bem que teve gente repetindo o mesmo comentário seis vezes, mas mesmo assim...

raphael disse...

parabéns, vc descordou e opinou sem faltar com respeito, isso sim é senso critico, mas eu postei um comentario na pagina dele chamando-o de cretino pois achei o fim falar tanta sandice e querer ter razão, a falta de respeito da parte dele nao tem tamanho, mereceu.

Icecreamjames disse...

Esse cara foi tão,mas tão idiota,que chega a ser inacreditável.Ele ta em busca da fama,coisa que Ronnie tem(pq ele ainda tem)desde os anos 50!Enquanto ele conseguiu seus 15 minuntos ofendendo a muitos.Daí a gente percebe bem a diferença de inteligência entre um e outro.
Obrigado pela sua carta aberta e mto bem escrita

Leonardo disse...

Parabéns pelo texto, realmente, falar mal um dia depois da morte, é muito oportunismo...


Eu só acrescentaria no final um grande e majestoso VAI TOMAR NO MEIO DO SEU CÚ, hauishuiahs

Fãs de boa música em geral, agradecem pela carta.

Athos disse...

Parabéns pelo texto.
De muito bom gosto.
Abraços.

Rafael Victor disse...

André, muito MIMIMI e FRUFRUFRU meu chapa! Rock n'roll não é pra MENTIROSO!

Desencana magrão, tu n presta, tu é um bunda mole que deve te medo de duende e de dragão, isso sim!

Se não gosta de Senhor dos Anéis, VAI ASSISTI OS FILMES EDUCATIVOS DA XUXA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Marcelo disse...

Andre qualquer coisa.....
Quem quer saber se você prefere o Dio ou o Ozzy??? Se liga cara!!!!!

Você vem falar que Dio passou decadas sem fazer sucesso, ele não liga para isso ele não é superficial, ele é superior, ele quer fazer sua musica, cantar e tratar bem seus fans. Ele não é uma protituta da midia como voce e o seu Ozzy, limitado e despeitado que sempre fez de tudo para afastar o Dio do Black Sabbath pois sabia que como vocalista não dava era inferior....

O que vc não entende é que Dio não precisa de sua mediocre aprovação pois ele está na estrada desde 1958 aproximadamente, é você que devia lavar a boca com sabão e pedir perdão por falar tanta besterira, só para se promover oportunista.

É melhor você pedir desculpa por tentar se promover as custas de uma pessoa tão importante e recem falecida, que lutou com dignidade até o fim! Dignidade por coincidencia é algo que vc não tem se tivesse tina ficado calado.

Você não sabe nada de musica!!!!

Final do ano passado fiquei sabendo aflito que Deus estava com cancer de estomago.....não entendi direito pq sempre ouvi falar que Deus era imortal atemporal, vi até umas materias que afirmavam que ele estava melhorando atravez de quimioterapia, fiquei muito feliz e pensei logo ele estara bom e talvez ate poderei ir a mais um show dele, os shows dele estão entre os melhores quem já foi sabe, meu ele canta mais ao vivo do que no cd de estudio!!!!

Como isso é possivel? Bom para Deus isso é, por isso ele é Deus. Dia 4 de maio mais ou menos fiquei sabendo que ele canselou alguns shows pois não estava bem, fiquei preocupado mas no fundo tinha certeza que ele venceria essa doenca horrivel, como foi terrivel ler dia 16 que ele morreu.....Meu eu to escrevendo isso e chorando.... Como eu adimirava esse baixinho gigante....

Obrigado Dio por todos estes anos de Rock, você é único, caridoso, bondoso, talentoso, autêntico, original, você não deve nada para niguem mas todo mundo deve muito para você!!!!!!

Meu as primeiras gravações dele são de 1958 ele participou de todas as fases do rock li isso na internet e é verdade. Desde o dia 16 estou arrazado, espero melhorar logo sinto um vazio interminavel interior.

Dio a voz imortal do metal.....

Rafael Victor disse...

Na minha época, CAGAVAM um loco desses à pau! Esse forastieri é um bunda mole!

É ROQUEIRINHO DE APARTAMENTO QUE FICA LENDO MANUAL A VIDA INTEIRA. MUITO SISTEMÁTICO E NÃO SABE APROVEITAR A VIDA!!!

MUITAS VEZES 1 SHOW VALE POR MIL! UMA ATITUDE DERRUBA MILHÕES DE ATITUDES!

UMA VEZ GRANDE, PARA SEMPRE O MAIOR!

VIVA DIO!

Magaldi disse...

Parabéns pelo texto, e, principalmente, obrigado.

Holden disse...

Na minha opinião não há nada de infantil nas letras de Ronnie James Dio.. Tudo é aberto à interpretação de quem está ouvindo. Há uma diferença entre ler um texto normal e uma poesia assim como há uma diferença entre ouvir uma música comum e ouvir uma música aberta a interpretações.
Não consigo entender como um cara babaca como esse André falou tanta besteira. Ele tem uma cabeça tão quadrada quanto a minha sogra que tem quase 70 anos, já é avó e acha que a filha é virgem...
Enfim... Senhor André... Seu merda... Tarefa de casa... Ouça a música "Fear" do álbum "The Devil you know" do Heaven & Hell... E me diga do que ela se trata... Vai fundo... Me mostre que você tem um cérebro aí dentro e não um monte de merda... I dare you!

Luciana disse...

Falou tudo, valeu por expressar nosso sentimento perante o texto fútil e desnecessário do senhor André (ele é mesmo jornalista?) Puxa vida!

hcvenceslau disse...

Forastieri é um eterno OPORTUNISTA!
Fez a msm coisa quando o metallica veio ao Brasil no começo do ano, só não entendo como um "jornalista" desses continua tendo espaço na midia....é uma pena msm, tanto pelo r7 quanto pela EGM/EGW que ele assasinou.....

Nando Sabbath disse...

Caro Rob,

Você fez uma análise fantástica sobre o infeliz texto de um jornalista que merecia ser até processado por dano moral contra fãs que, como eu, interpretaram o texto como ofensas pessoais.
Faltou respeito com uma pessoa que acabou de perder a vida numa luta injusta contra o câncer.
Faltou respeito com fãs, tristes em saber que aquela linda voz silenciou.
Faltou respeito com um ser humano que era amado pelos colegas de profissão, principalmente alguns que participaram da obra humanitária Hear'n Aid, que ajudou a sanar a fome na África.
Faltou respeito dele com ele mesmo, com um diploma, com a Instituição de ensino que o formou para o mercado de trabalho.
Com profissionais como esse não é à toa que a revista Bizz está extinta.
Lamentável.

Bruno disse...

Parabens cara. Otimo texto
Bem diferente do que o outro que usou um tema de um cara que infelizmente morreu de cancêr e usa palavras de agressidade contra essa pessoa. Parabens mesmo

Roger Glover / RJ disse...

- Excelentíssimo texto. Tu és digo da honrar a cultura deixada por Ronnie James "Dio". Que o Sr. Dio tenha paz em sua passagem para o outro lado.

douglas vier disse...

esse carae um bosta
jornalista de verdade nem iria perder tempo com um assunto tão serio

Paula Baldassarri disse...

Arrazou! Te amo. Juro!!!

Marco Machado disse...

Excelente carta !
realmente acertastes na dosagem critica, parabéns. "André Forastieri" (Infelizmente) lembrarei deste nome por um bom tempo, sempre acompanhado de uma certa dose de xingamentos. enfim. abraço

Masmorracast disse...

Rob,meus sinceros parabéns pela carta à esse jornalista tão ansioso por atenção.
Li a matéria no blog dele a a achei ofensiva e de mau gosto.
Apenas uma pessoa sem bom senso iria ficar relativizando a vida e o trabalho de Ronnie James Dio,pessoa tão querida dentro e fóra do meio musical.
Sou podcaster e inclusive gravamos nossa homenagem com uma playlist emocionada que está postada no nosso blog: http://masmorraerotica.blogspot.com/
com seleção também de @Touroman que escreve para o Whiplash e publicou a linda carta eberta de Lars Ulrich que emocionou à todos!
Grande Abraço,te apoio em número gênero e grau.
@AngelicaHellish

Ana disse...

O Sr. Forastieri precisa dar uma passadinha aqui para ler os comentários. Afinal, quase todos estão direcionados a ele.
O que seria de nós, rockeiros convictos, sem o Sr. Rob Gordon para nos expressar de uma forma tão excepcional?
1º lugar no Top 5? Será? Acho que sim... =)

Rodrigo Martins disse...

Fantástico Rob!

Respeito é tudo nessa vida... E é impressionante como ainda existem pessoas "públicas" que se dizem "jornalistas" que não aprenderam que essa palavra significa MUITO em sua profissão!

Parabéns Rob... E André, você conseguiu arrebatar milhares de desafetos... Troféu "Joínha" de ignorância 2010 pro fanfarrão ae!!!

rockdinasty disse...

Textos infelizes como o texto do Forastieri que me levam a perceber que essa "Era da Informação" que estamos vivendo pode tornar-se perigosa no que diz respeito ao fato de que qualquer um, sem conhecimento ou credibilidade em determinado assunto, possa compartilhar conteúdo com o mundo...
Num passado não tão distante, eu me ofenderia profundamente com o texto, como já me ofendi com outros e acabei criando um Blog (http://rockdinasty.wordpress.com), este que no final das contas acabou quase abandonado por falta de tempo, afinal não sou jornalista, sou apenas um "pré-adolescente" que gosta de Heavy Metal... e também sou um "adulto" que adora Games...

Parabéns pela resposta.
Abraço,
Vitor

Anônimo disse...

PEÇA DESCULPAS POR VC !!!...esse medíocre ainda terá oque merece...!!!...vc não é "porta voz" do Metal...mesmo pq a sua intenção...mesmo que bem intencionada...é a nítida e clara disputa técnica pelo melhor texto, correto, jornalístico, etc...sem contar a defesa quase que cega sobre os mundo dos games e seus apreciadores...

Portanto meu amigo...menos...

Nós amantes do ROCK/Metal...somos guerreiros ! lutamos sozinhos...mas temos uma legião de milhões ao nosso lado !!!!.

Anônimo disse...

Nossa, que texto infeliz desse tal Forastieri...

Não vou nem me dar ao trabalho de comentar (já há comentários demais expressando sentimentos semelhantes aos meus), vou apenas ressaltar um ponto que me chamou a atenção:

Um dos mais celebrados quadrinhos do Batman de todos os tempos é "The Dark Knight Returns", de 1986, escrito pelo Frank Miller (autor de 300 e Sin City). Pode-se dizer que o título revolucionou a estética do personagem, retratando-o de uma forma mais "dark" (que eventualmente reflete no aclamado filme de Christophe Nolan, "The Dark Knight").

O interessante é que na história de Frank Miller o Batman está aposentado, com 55 anos de idade, amargo e desiludido. Acaba tirando o uniforme do armário para enfrentar seu arqui-rival o Coringa uma vez mais, em uma das histórias mais interessantes e fascinantes do personagem.

"Mas Batman terá para sempre trinta e poucos anos"
Enfim, o deus ridículo do jornalismo não entende nada de heavy metal e não entende nada de quadrinhos TAMBÉM.

E se ele não entende nem daquilo que diz gostar, imagina do que não gosta? ah, não precisa imaginar, é só ler o texto que fica claro...

Castor disse...

Grande!
Falou tudo e falou (escreveu)bem!
Engraçado como o DIO é adorado pelas pessoas, né?
Outros vocalistas famosos são polemicos e meio antipáticos, admirados mas sempre com um pé atrás...
No caso do DIO é notável o amor e a admiração que a maioria das pessoas tem por ele. Mesmo quem não é fã de Metal reconhece o talento e a importancia dele.
Parabéns e felicidades!
Cheers!
Castor Daudt

Rodrigo disse...

Obrigado por externar muito do que gostaríamos de dizer aquele cidadão que infelizmente é pobre de espírito, extremamente discordial com as pessoas e não deve saber NADA de Heavy Metal, pois, para qualquer um da cena Metal for perguntado sobre uma referência de vocalista, 99% citam DIO. Infelizmente, também não podemos nos rebaixar ao patamar do infeliz e chingá-lo como merece. Obrigao por escrever essa carta em nosso nome.

Tarcione disse...

PARABÉNS PELA COERENTE E OPORTUNA RESPOSTA AO "OPORTUNISTA" E IRRESPONSÁVEL ANDRÉ FORASTIERI.

Tam Chris disse...

Olá Rob!
Sou estudante de jornalismo e uma grande fã de Dio também.
É claro que é difícil ler o texto do Sr. André sem ficar com um certo... ódio.
Porém, temos que respeitar seu texto como opinativo. Assim como ele deveria respeitar um ícone e todos os seus fãs.
Para mim, o Sr. André extrapolou no seu texto. Mesmo que seja opinativo, ele exagerou e muito.
Chamar alguém de rídiculo, chato, feio e bobo não faz com que sua crítica seja construtiva.
Concordo com você Rob, gostar é bem diferente de respeitar.
Ele poderia tranquilamente ter escrito um texto criticando o Dio (ainda iria provocar polêmicas por causa da data...), mas com respeito e com argumentos que comprovassem suas críticas.
Portanto, o texto do Sr. André caiu em contradição.
O Sr. André gostaria de ter escrito uma crítica, mas ele mostrou que Dio é um grande artista, pois não conseguiu ter argumentos para provar o contrário.
Além de respeito, o que mais faltou no texto do Sr. André foi argumento.
Obrigada, Rob por escrever em nome de todos os fãs de Dio, e pelos não fãs que também se ofenderam com o texto.
E muito obrigada Sr. André por provar, mais uma vez, que Ronnie James Dio foi um grande artista e sempre será lembrado por isso.





betamed.blogspot.com

jverdi disse...

André Forastieri, um exemplo de fracasso em termos de crítica musical. Textos rídiculos e tendenciosos para a finada revista Bizz (tão importante musicalmente na história do rock quanto este pseudo-crítico musical).
Os poucos e raros momentos infelizes da carreira do grande, ícone e inesquecível Ronnie James Dio tem mais credibilidade cultural do que qualquer coisa que Sr. Forastieri tenha produzido de crítica, em sua auto-indulgente e pretenciosa carreira. Ainda bem que nomes como Queen, Van Halen, Kiss, Motorhead, U2, Aerosmith, Iron Maiden, Metallica, Rush, Purple, dentre outros, que não representam "nada" perto do Sr. Forastier, discordam dele, declarando publicamente sua admiração e respeito pela obra eterna deste inesquecível vocalista.

Geowany disse...

Amazing!

Sandro disse...

Não sou jornalista e muito menos escritor, mas se puder, assino junto este texto.

Anônimo disse...

Boa resposta, mas, honestamente, nem acho que o Andre merecia isso. Quem é Andre? Um jornalista que tem um blog e trabalha numa revista brasileira sobre videogames? Para mim, é só uma pessoa , como bem você disse, oportunista que, a partir do seu gosto pessoal (acho isso diferente de opinião pessoal) fez um texto exagerando de forma caricata suas opiniões apenas para conseguir, de forma barata, polemizar o máximo possível, sem se preocupar com nenhum outro aspecto a não ser o de chamar atenção como uma criança, quarto filho de uma família de 7, quew sente preterida. O cara é insignificante, nada mais.

Jean disse...

Rob, muito bom seu texto.. parabéns..

Que lhe renda mais do que os 5 minutos pifios de fama do André que usou da oportunidade pra isso..

Quanto ao André ler sua resposta.. bom queria muito.. até uma resposta dele eu queria..

----

Aos demais.. no post de &$@%# dele, vou ficar mandando o link.. sei la.. vencer pelo cansaço.. postar no twitter.. fazer um spam naquele post com o link.. assim todos que entrarem ler também possam ver a resposta

Jean

Anônimo disse...

eu nao tenho essa articulacao mental toda, mas sei dizer uma coisa :
VC DICHAVOU O MALUCO NA IDEIA , DUKARALHO KKKKKKKKKKK

Wally disse...

Ótima carta
O texto daquele "jornalista" foi um lixo
Ele até zuou a careca do Dio, na falta de argumentos para criticá-lo.
Infelizmente não consigo ser tão respeitoso e minuncioso em uma resposta à ele, então eu o digo: "vai se fuder!"

Rafael Mendes disse...

Esse é um bom exemplo de "texto adulto", ao contrario do infeliz texto do blogueiro ainda mais infeliz que eu nem me lembro o nome...
Rob, você fez justiça não apenas a Dio e sua memória, mas também a todos os musicos de Heavy Meltal, uma vez que grande parte deles está nisso por influência do Dio.
Obrigado.

Velho Bota disse...

Parabens pelo texto!

vicente disse...

Pessoal, esse cara é um babão do Edir Macedo. Trabalha no portal da Record que é da Univer$al. Nao sabe NADA de música. Um verdadeiro fracasso! Ele finalmente conseguio seu "minuto de fama". Agora avisa a ele que DIO vendia CULTURA e nao "terreno no céu".

SE FOI O HOMEM, FICOU O MITO!!!

Ao som de: "Over and Over"

Rob Gordon disse...

Brahmastra:

Seus comentários demoraram para aparecer no blog por causa do grande volume de mensagens recebidas. Isso aconteceu ontem durante boa parte do dia. Assim, quando eles entraram ao ar, apaguei todos as suas mensangens (estavam repetidas), deixando somente a mais completa.


Jucke:

Em momento algum - especialmente nos dois primeiros parágrafos - me coloco na posição de jornalista-Deus, menosprezando os fãs. Pelo contrário, em diversos momentos eu ressalto a importância dos fãs, e do respeito que eles merecem, em diversas passagens do texto.


Anônimo (cujo comentário foi postado às 08:03)

Minha intenção jamais foi fazer um texto melhor que o do André Forastieri, visto que isso não é um concurso de redação. Me expresso como jornalista, mas escrevo com o sentimento de um fã do Dio. E, na posição de fã de games, defendo os dois lados - e nenhum deles de "forma cega".

Realmente, não sou "porta voz" do metal, e, sinceramente, não desejo ser. Até porque acredito que o gênero fale por si só, tamanha a sua força, sem precisar de porta-voz. Aliás, me contento em ser mais um na "legião de milhões que você tem ao seu lado" que você se refere quando se coloca como "guerreiro do metal". Continue lutando aí, e eu continuo escrevendo aqui.


A todos:

MUITO OBRIGADO pela visitas e pelos comentários.

Emerson Cardin disse...

Esse Forastieri vive atrás de alguma polêmica para aparecer, e não é de hoje.

Giovane disse...

Quando esse desgraçado morrer e o filho dele estiver chorando eu vou soltar rojões em comemoração!

Machnot disse...

O Mestre J.R.R.Tolkien deve ter revirado-se no túmulo após comentários como esse sobre sua obra.

O Senhor dos Anéis, berço das histórias de fantasia medieval que originaram novas obras como Harry Potter, Nárnia, Eragon entre tantos outros, foi considerado como pré-adolescente por um jornalista que (desculpem a ignorância) nunca ouvi falar (e olha que sou fã de games e jogo RPG há quase 10 anos).

A opinião quanto a faixa etária das obras, é verdade pois penso que os autores, principalmente o Prof Tolkien tinha como alvo todas as idades e pessoas.

O que desagrada no texto desse "oportunista" como dito várias vezes anteriormente, foi o tom pejorativo utilizado.

Essas histórias, assim como o Heavy Metal, que perdeu um de seus maiores ícones, são atemporais, ou seja, não importa quão velhos ou novos sejam, sempre encaixam-se no contexto atual.

(Momento agressivo)
Portanto, seu jornalistazinho de merda, aprenda que há muitas pessoas que sofreram com essa perda e não merecem esse tipo de opinião agressiva nesse momento.
Não desejo o mal das pessoas, mas esse texto será lembrada em uma hora também OPORTUNA.

PS.: Mexeu com o bardo errado...

Bárbara CelticBotan disse...

Apesar de não ser meu cantor favorito, gosto de algumas musicas interpretadas por ele como "A Light in the Black" e "Rainbow in the Dark", graças ao meu pai - um fã incondicional do rock mais clássico. Tenho 20 anos de idade e dele herdei esse meu gosto pelo rock.

Além de extremamente ofensivo ao Dio e à sua familia, o texto do senhor André ofende também outras coisas das quais eu também gosto muito - Harry Potter, Senhor dos Anéis e a cultura Celta.

Enfim, muito obrigada por expor a opinião pertencente à mim e a milhares de fãs de Ronnie James Dio.

Anônimo disse...

Parabéns Rob Gordon, cara, sensacional sua resposta, PARABÉNS !

luis carlos

banda statik majik

Anônimo disse...

Dio é uma das figuras mais patéticas do rock. Uma versão "demoníaca" do Twisted Sister.

Ivan Rodrigues disse...

Texto espetacular, desmoralizando com classe alguem que pensou proliferar coisas que soassem coerentes diante de uma perda irreparável pra musica.

Parabens!!

Luigi disse...

Valeu Rob, mas mas eu ainda queria dar na cara daquele palhaço...

murilo disse...

Parabens Gordon!! Um texto impecável realmente digno de um verdadeiro JORNALISTA, diferente daquele indivíduo que se diz jornalista e quis aparecer da maneira mais infeliz possível.

Insana disse...

Parabéns, primeiramente, pelo belo texto, pelas palavras muito bem escolhidas e pelo bom senso.
Aqui está o argumento que eu gostaria de ter escrito para ele. Teve os 15 minutos de fama que ele desejava, mas a troco de um preço alto, que pode render até o resto da vida profissional dele.

Para se ter ideia do quão "democrática" era o espaço do blog dele, deixei um comentário, sem ofender, xingar nem nada, por mais que fosse minha vontade, mas ele moderou e não permitiu a publicação.

Eu, como fã de Dio, relevei todas as coisas que ele disse sobre a temática das músicas, sobre o estido, sobre o sucesso ou insucesso, considerando apenas sua extrema infelicidade ao usar o momento mais delicado da trajetória de um artista, seja ele qual for, pra chamar a atenção, pra conseguir acessos.

A atitude de André Forastirei, que em seu importante papel de formador de opinião, como é o de jornalista, foi, sobretudo, de oportunismo mórbido, antiético e infeliz.

Sugeri a ele, no meu post não publicado, a criar um blog-obituário: quase todo dia morre gente famosa, com fãs. Ele pode se "beneficiar" disso, conseguindo muitos acessos de fãs desapontados. E, não só, talvez cativando desafetos pra todo o sempre.

Ele perdeu a grande oportunidade da vida dele: a de ficar calado.

jimmy disse...

Parabens pelo texto...
Aqui está o que comentei no blog dele.

Sr. André,

Foste demasiado infeliz em seu texto deveras preconceituoso e mal escrito. Como já foi dito substituir alguém como o Ozzy em uma banda como o Black Sabbath e dar conta é algo muito difícil e que o senhor, certamente, seria INCAPAZ de realizar. Eu enquanto músico, posso afirmar que a técnica vocal empregada no rock e no heavy metal vai muito além do que o senhor conseguiria imaginar. É equiparável ao lírico, em alguns casos é mais difícil até. Vocalistas como Dio, Russell Allen, Jon Anderson e André Mattos (que é um grande vocalista embora não goste das músicas dele - aprenda, isso chama-se respeito)podem facilmente interpretar canções oriundas do erudito. E é completamente notável a presença de elementos eruditos no rock, principalmente no Rock Progressivo e no Heavy Metal. O senhor já ouviu Yngwie Malmsteen, ou o próprio "sorumbático" Ritchie que o senhor cita em seu texto? Caso queira escrever sobre algo, estude muito sobre o tema, pois o máximo que o senhor estudou foi a carreira de Dio, e ainda assim falou besteira.
Se seu objetivo era dar uma opinião, fica a dica: não gostar é uma coisa, desmerecer é outra. Não desmereça o trabalho de alguém que É muito mais importante pra música do que você JAMAIS será pro jornalismo.
Lê gibis, escreve sobre games e Metal que é coisa de pré-adolescente?! Gosto de tudo isso. Então sou um bebê?
Lamentável...

Abraço,
Victor

Insana disse...

Em tempo, para os fãs de metal, e para quem mais interessar, uma belíssima e emocionante demonstração de carinho, em forma de carta, foi deixada por Lars Ulrich, baterista do Metallica, no site da banda. Vale a pena conferir: www.metallica.com

Azaapi disse...

ESTE TEXTO ABAIXO ENVIEI COMO COMENTÁRIO PARA O AUTOR DO TEXTO SOBRE O DIO, CRIADOR DE CASOS... INFELISMENTE ME PARECE QUE ELE NÃO O ACEITOU..

Sinceramente não conhecia o blog, logo não faço idéia - assim como o resto do mundo - de quem é André Forastieri...

Se é repórter ou só se diz ser, não ligo, à mim isso não faz diferença, não guardo rancores pelo texto aqui exposto, pois infelismente só enxergo infantilidade, tal que o autor do mesmo recorre à idade do Cantor para argumentar sua pobre opinião. Um texto deveras infeliz.

Acredito em minha humildade como um anônimo, que o senhor não demonstrou ter culhões, bom senso, e menos ainda respeito pelo próximo ao criar um texto um tanto quanto ofensivo sobre nosso grande e eterno ídolo Ronnie James Dio um dia após seu falecimento.
Isso soa como um enorme apelo por atenção, soa mais ainda como uma ofensa aos fãns, como se nós fãns (sim, 'nós', pois como milhares de pessoas sou fã do 'mestre' DIO) fôssemos um bando de dissimulados e sem mentalidade perante uma sociedade que cultua sub-celebridades como um ideal de bom senso (um dia vou ser como ele/a)~

Infelizmente para nós fãns, existem pessoas assim como Vsa. Senhoria que em sua mente primitiva procura o momento mais oportuno para alcançar sucesso de forma a ridicularizar alguém sem tomar conhecimento de quem é este alguém...
As informações que você expõe no texto qualquer um pode tomar parte delas facilmente sem estudar ou conhecer o assunto em questão - um alô para o wikipedia -.

Em toda sua indagação, que mais me parece um pedido desesperado por atenção, não consigo enxergar sequer um excerto de salubridade mental. Opinião todos temos, não gostar da música é um direito seu, ninguém é obrigado a gostar de tudo, é aceitavel até mesmo não gostar da pessoa que Ronald James Padavona foi em vida, mas mesmo se este for o caso - e até onde eu enxergo é -, não é motivo para falar de forma tão grosseira sobre.

Atento à um trecho dizendo que não faz sentido um roqueiro de 67 anos, me diga qual a idade para exercer algo que você gosta... Um jornalista de 69 anos como Bóris Casoy faz sentido? Sinceramente acredito que, em sua mente um tanto quanto fechada à realidade, você deveria parar um momento e se auto analizar, pensar: "quem sou eu para falar de tal maneira sobre alguém que não conheci em vida?"

Respeito! É isso que falta no mundo, é este o motivo de tanta desigualdade e impaciência...
Se quer, como todos, ser respeitado em vida - ou em morte -, respeite o próximo e exponha sua opinião de forma clara e sem denegrir a imagem dos que já se foram, nem o gosto dos que ainda estão vivos.

Em minha crença é isto que lhe falta. RESPEITO..!

Anônimo disse...

Boa, Rob
Também deixei meu comentário no site do Sr. André.
Como lá escrevi, em alguns minutos ele deixará de existir em minha memória e voltará ao anonimato da insignificância.
Long live Rock´n´Roll! RIP Ronnie James Dio.

Att,
Fábio Bastos

Samuel Gomes disse...

Valeu Sr. Rob Gordon, parabéns pelo soco no estômago desse infeliz oportunista que não tem nenhum respeito por um cidadão, pelos milhares de fãs e tão pouco pela família.
Abraços.

Monica Fontes disse...

Rob,
Enviei o seu texto para um outro site, mencionando a sua autoria e a URL do seu blog.
Os fãs do Dio (assim como eu) estão muito indignados com o pseudo jornalista Andre Forastieri e alguns ainda não leram a sua excelente resposta. Por isso, divulguei.
Parabéns pelo texto tão bem escrito, pelo poder de argumentação, e pelo "grand finale" com o uso correto da palavra "tonitruante" e não "tronitruante" como o Sr. Forastieri havia citado. Só não sei se ele seria capaz de perceber o seu tom de ironia. Acredito que não.

Um grande abraço e sucesso!

Mario disse...

Vocês todos estão desperdiçando energia. É exatamente isso o que o André busca: inventar uma polêmica qualquer, obter acessos para o blog e ser apresentado a uma geração mais nova. Vocês estão seguindo o plano dele à risca, inocentes úteis à disposição dele. O cara está determinado a criar fama de maldito e odiado para cativar audiência, não percebem?

Mais ainda: ele nem mesmo acredita pessoalmente no que diz, a pauta é de conveniência. A contradição apontada por este artigo dá um indício.

Eu trabalhei para o André. Fiquei espantado como as empresas dele (Conrad, Futuro e Tambor) conseguiam destruir produtos tão rapidamente quanto os construíam, com decisões estratégicas equivocadas como tentar transformar a EGM na Maxim, a Smack na Capricho e a PC Magazine em uma sombra da revista que poderia ser.

Mas não guardei rancor nenhum por isso, nem por outras atitudes questionáveis que presenciei e não cabe contestar anos depos de ocorridas. No fundo é uma boa pessoa que apenas não se enxerga. Mas está ficando bem tarde para ele mudar de atitude.

Não percam mais seu tempo.

Anônimo disse...

Alguém por favor demiti esse cara...

Portfólio - Taiche Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rob Gordon disse...

Mônica:

Para qual site você enviou? Pode me avisar quando ele for publicado? Obrigado!

Rob

lia disse...

vc Rob Gordon arrasouuuuuuu
esse cara é um idiota e sem noção que não respeita nada
amei vc

\o/

viva o metal
viva o Dio

Anônimo disse...

Se mais palavras:)OBRIGADO !!!

Ale Coragem disse...

Parabéns!!
Vc escreveu tudo o que tdos nós fãs do metal ou simplesmente do bom senso gostariamos de ler!
Além de fã do Dio, sou agora sua Fã!

Jonathan disse...

Espetacular a resposta para ficar melhor seria ótimo colocar ela como comentário la no Blog daquele infeliz la kkkkkkkkkk.

Allan disse...

Muito bom o ponto de vista. Li o comentário do oportunista e fiquei chocado também! Ainda bem que há pessoas sãs no mundo.

Maria Tereza disse...

Eu li aquilo(do outro) e senti nojo.Ao ler o que vc escreveu,senti paz.Obrigada!

Danilo Stedile disse...

André... te conheço à muito tempo já ..da época que seus cabelos não eram com essa cor...de modista tolo,tempos da xarope revista BIZ...vc sendo jornalista deveria reconhecer o poder de voz de DIO ...achar OZZY melhor ? OZZY é bom...só no SABBATH ,solo é poser..chato,E eu sendo um empresário comum te desafio à saber QUEM sabe mais sobre rock & metal..vamos ...40 anos na testa...

Thiara Avivit disse...

Resposta muito bem escrita e merecida.

Obrigada!

Rebeca disse...

Meus parabéns pelo seu texto!
Disse tudo o que era preciso dizer!

Heavy Metal All Nigth disse...

disse tudo

Jessica disse...

André pode-se considerar 'castrado' depois dessa? Creio que sim.

Da próxima vez, uma melancia no pescoço deve doer menos. hehe

Obrigada pelo texto!!

Alexandre disse...

Muito bom! O texto dele ficou muito confuso, ambiguidade total e, ao mesmo tempo pobre e incoerente; no sentido que, a temática não condiz com o momento adequado para fazer uma tal "homenagem".

Buh disse...

Assino embaixo. E com louvor.

Monica Fontes disse...

Rob,
Enviei para o Whiplash, mas outra pessoa já havia enviado antes.
Segue o link da publicação - http://whiplash.net/materias/news_863/108090-dio.html

Abraço!

Rob Gordon disse...

Monica

Eu tinha visto a notícia na própria quarta-feira! Valeu por passar o link aqui!

Beijos

Mel666 disse...

Adorei a comparação ao mundo dos games. Como é diferente quando alguém tem argumentos consistentes para se expressar!
Parabéns e obrigada por colocar esse infeliz no lugar miserável dele, pois pra mim, foi isso que vc fez com sua publicação.
LONG LIVE ROCK N' ROLL. A arte não morre jamais!
R.I.P Mestre DIO. Aposto que cada fã sentiu que um pedacinho do que queríamos dizer foi escrito por suas mãos.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 229   Recentes› Mais recentes»