20 de maio de 2010

Carlos, Seu Criado

Qual o propósito de assinar os textos em um blog com pseudônimo, quando você começa a ser reconhecido na rua? Aparentemente, a máscara Rob Gordon caiu faz certo tempo, e apenas eu não tinha percebido isso.

Hoje, porém, fui obrigado a confrontar a realidade.

Sim, alguns leitores conheciam meu nome verdadeiro. Ou, ao menos, achavam que conheciam. E, assim, vivi tranquilamente até hoje, mantendo minha privacidade. E permaneci assim durante quatro anos, mas era evidente que um dia isso iria se quebrar.

Talvez tenha sido pela enorme movimentação aqui, nos últimos meses, com a duas Cartas Abertas; ou talvez alguém tenha feito um trabalho de investigação acurado, juntando peças como Besta-Fera, Pinheiros, jornalista e chegou a uma resposta óbvia.

Não sei, e sinceramente, não quero saber detalhes – afinal, fico assustado com o que mais possam ter descoberto. O que me importa é que me descobriram.

Como eu disse, fui reconhecido na rua.

Foi hoje de manhã, a caminho do trabalho. Estava atravessando a rua, a poucos metros do prédio onde trabalho, quando um senhor de idade, com bigode, jaqueta e boné se aproximou de mim, sorrindo. Antes que meu cérebro processasse o que estava acontecendo (meu cérebro é como um adolescente de sábado, não sai da cama antes da hora do almoço), ele disparou:

– Putz! Que bom que eu te encontrei!

– Oi?

– Só assim mesmo para achar você!

– Oi?

– Fui até lá duas vezes essa semana, mas você não estava.

– Lá?

– É, mas disseram que você tinha saído. E eu estava precisando muito falar com você!

– Comigo?

– Mas aí falei com seu irmão, e resolvi tudo com ele.

Olhei para o peito de velho e notei que ele estava respirando. Como ninguém passa por uma situação dessas (“falei com seu irmão e resolvi tudo com ele”) e permanece vivo, comecei a ter certeza de que algo estava errado. Mesmo assim, resolvi levar a conversa adiante.

– Resolveu tudo o que com ele?

– Meu carro. Quebrou de novo!

– Como assim?

– Então rapaz... Acho que é o carburador mesmo.

– Não, não. Não foi um “como assim, quebrou de novo?”, foi um “como assim, tudo isso?”

– Você não está se lembrando de mim?

– Na verdade, eu me lembro de nunca ter visto o senhor antes.

– Ih, rapaz...

O problema de um “Ih, rapaz...” numa conversa deste tipo, é que ele não abre margem à resposta. Ninguém sabe como responder um “Ih, rapaz...”. Um “Ih, rapaz...” é quase um xeque-mate na conversa – o outro jogador fica imobilizado e se torna praticamente refém daquele “Ih, rapaz...”.

Além disso, um “Ih, rapaz...” raramente anuncia coisas boas. Ninguém colocaria um “Ih, rapaz...” antes de expressões como “ganhei sozinho na loteria”, ou “a Jennifer Connelly quer sair comigo hoje” (tente misturar qualquer uma destas expressões com um “Ih, rapaz...” em voz alta, se você estiver sozinho aí; simplesmente não funciona).

Assim, fiquei estático, olhando o velho e esperando para ver aonde aquele “Ih, rapaz...” iria levar a conversa. E o velho, usando e abusando do poder daquele “Ih, rapaz...”, permaneceu em silêncio por alguns momentos. Provavelmente, testando meus nervos, o maldito.

Até que, finalmente, ele abriu o jogo.

– Você não é Carlos?

– Hã... Não.

– Sabe? O Carlos, da oficina ali da rua de trás?

– Não, não sei. Quer dizer, sei que não sou ele. Mas não sei quem ele é.

– Nossa, mas você é a cara dele. É igualzinho!

– Sou?

– Tanto que a hora que eu vi você caminhando na minha direção, na mesma hora me deu um estalo, já pensei “olha o Carlão” vindo ali.

Curioso. Eu não tenho tamanho para ser o Carlão. E, se o Carlão realmente se parece comigo, ele também não tem. Na verdade, eu mal conseguiria ser um Carlos; é evidente que eu seria um Carlinhos, e olhe lá. Ou seja, ou o poder de observação do velho era nulo, ou o Carlos tem amigos bem sarcásticos. Aliás, Carlos da Oficina, se você estiver lendo isso, um conselho: não deixe esse pessoal te chamar de Carlão, porque é bem provável que eles estejam de sacanagem com você.

Mas voltei minha atenção para o velho e coloquei as cartas na mesa.

– Então... Eu não sou o Carlão.

– Mas é igualzinho! Você tem certeza?

– Olhe, até o último momento em que pensei sobre isso, eu não era o Carlão. Tenho certeza.

– Que pena, porque eu precisava demais falar com você.

– Comigo, não. Com o Carlão.

– É, com o Carlão. Porque eu acho que é realmente o carburador.

– Sinto muito.

– Ah, aquele carro está velho, você sabe...

– Não, não sei. Sinto muito.

– Bom, vou passar lá, vou ver se encontro o Carlão.

– Hã... Ok. Boa sorte.

– Vem cá, você não é o Carlão mesmo, e está de sacanagem comigo, certo?

– Não, senhor.

– Bom... Tudo bem. Desculpe qualquer coisa, viu?

– Sem problemas.

Virou as costas e foi embora.

Abri minha carteira, puxei meu RG e li o meu nome com atenção. Tem um nome escrito ali, mas não é Carlos. Para não deixar dúvidas, olhei a foto no verso do documento e constatei que eu sou eu mesmo.

Agora, aposto que vou ser confundido com o Carlão da Oficina todos os dias.

E tenho certeza de que, como eu sou eu, ele deve estar devendo dinheiro para membros da máfia russa, além de ter engravidado a filha de um capitão da PM antes de desaparecer da vida da menina (sem dar maiores explicações).

E eu aqui, andando pelas ruas tranquilamente, com essa cara de Carlão que Deus me deu. E, com esse tamanho de Carlinhos, eu estou fudido, com certeza.

É apenas questão de tempo.


Update: Ok. A função de um blogueiro é atender ao seu leitor, seja em forma, seja em conteúdo. Então, vamos ver o que vocês querem. Se este post entrar na relação dos mais comentados do Champ (ou seja, ultrapassar os 66 comentários), eu posto uma foto minha aqui. E não é desenho, é foto mesmo (vou até produzir uma foto nova, para ninguém desconfiar que estou planejando colocar uma foto minha de quando eu era criança). Caso contrário, não tocamos mais no assunto. Fechado? Está na mão de vocês, então. Rob.

Update 2: Comentários vazios (tipo "comentei", "comentado"), não entram na contagem. Mais de um comentáro da mesma pessoa também não (exceções serão comentários relevantes).

80 comentários:

Marina disse...

Ser reconhecido na rua numa cidade como São Paulo é difícil. Em Recife, difícil seria passar batido.

Leel disse...

É uma conspiração de malucos.Certeza. Não vou dizer que só acontece com você, porque ultimamente tenho encontrado uns malucos por aí também, então...

George Marques disse...

Como assim? Você não é o Carlão? Não acredito!

Mary disse...

Caramba! Não é o Carlão da oficina???
Putz, ia pedir pra você olhar meu carro, pô!

Muito bom o texto!
Valeu! :)

Pedro disse...

Rob, é incrível como você consegue transformar situações simples e "corriqueiras" do dia-a-dia em textos ótimos com uma bela narrativa.

Não é a toa que uso o Champy como escape da correria e preocupação.

Mais uma vez parabéns!

Ah... E rumo ao Tetra!!!

Pri disse...

Poxa, só pq eu queria saber sua verdadeira identidade... ¬¬ rsrsrsrs
Parabéns! Texto ótimo!

Varotto disse...

Cara, muito antes de eu te conhecer de perto, eu já sabia seu nome. E nem precisa ser detetive... :o)

E com esse texto encerramos mais um capítulo da série "quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece" ou "Porque eu??? Porque??".

Por falar em te conhecer, estamos precisando repetir aquela picanha no Degas (saindo da dieta mode: ON).

mahayana disse...

Pelo preço que andam cobrando pra fazer uma revisão e arrumar os freios, ser o Carlão da oficina era um bom negócio...

^ Nath ^ disse...

Sr. Gordon, vc não sabe quem eu sou, mas eu sei quem vc é (muá-há-há). EU te reconheci! Quer dizer, eu te re-conheci! Na verdade, eu te conheci!
Acompanho seu blog já faz algum tempo, o Google Reader não me deixa perder um post. Até aí eu ria horrores na madrugada silenciosa e perdia horas preciosas de sono. Ponto. Mas eis que eu descubro que já te vi! No show do Kiss! Jesusdepatinete, vc é o namorado da sra. Gordon (minha ídola-master)! Que mundo pequeno e mal frequentado!

Rafiki disse...

Vejá lá, tem certeza que não é o Carlão? Nenhum transtorno de múltipla personalidade, nem um clone ou algo assim?

De gênio a herói, agora até id secreta.

Lua Durand disse...

Ih Rapaz!
Eu moro em Recife, a uns bons e longos quilometros de São Paulo, e vale ressaltar que eu nunca fui a São Paulo, mas eu sei quem você é.
E eu te reconheceria de looooongeeeeeee, hehehehehe.
Calma Rob, eu não te chamaria de Carlão/Carlos/Carlinho. hahhahahqa

Ih Rapaz, será que o Besta-Fera criou um clone de você, e colocou-o para andar por aí?

Rob, vai te benzer, visse? hahahah
Só isso que tá faltando!

Cheiro.

Pedro Lucas Rocha Cabral de Vasconcellos disse...

Pode confessar, todo mundo já sabe que você é o Carlão, Rob... Você e o PC Siqueira sendo reconhecidos na rua...

Wagner disse...

Como assim o pessoal não sabe o seu verdadeiro nome, Maximilia... ops!

Alexandre Greghi disse...

Ahhhh infeliz... finalmente descobri sua nova identidade.
Já se disfarçou de Martin Lawrence (http://www.imdb.com/media/rm856856576/nm0001454), de Djalminha (http://www.flamengo.com.br/flapedia/images/e/ee/Djalminha_showbol.jpg) talvez mais pelo tamanho do que pela cara e pelo futebol, mas agora tá como Carlão, né cara de pau!
O Groo ta cobrando aquelas fichas de mixto que vc escondia na época da faculdade. Pelas contas dele eram 13, mas como sabemos que ele está longe de ser brilhante, deviam ser muito mais.
O Carlão da oficina ta ferrado. Vai ter que pagar.

Bruno Ribeiro disse...

Rob! To falando que eh a roupa..vc n respondeu meu comentario no outro post da desculpa falar assim rsrs..

Tyler Bazz disse...

AHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHU
O melhor dessas coincidências é que o velho te confunde justamente com um cara que tem o mesmo nome que você!!! Mundo pequeno!! aUHAhuaHUAuhaHUA

Tyler Bazz disse...

ops :x

Ana disse...

Porra Tyler!!!

Michelle disse...

Minha suspensão está fazendo um barulho estranho...

=P

@kakah disse...

Notou que não há esforço nenhum da parte dos seus leitores pra ver sua cara de fuinha, né?

Brincadeira!

Beijo

Bia Nascimento disse...

Porra Tyler!! Sacanagem hein mano! hauhauahuahauha

Charlie Dalton disse...

Bom, eu acho que já sei como é a tua cara. Mas vou participar da campanha. Quero ver se eu estava certo. ;)

Eryck Taques disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bebel disse...

Bem, eu tbm me pareço com n pessoas, mas nunca alguém q me confundiu com outra pessoa duvidou da minha palavra ao dizer q não era eu rsrs.

Ah, eu tbm acho q sei como é a sua "face", mas posta a foto aí q eu ker ter certeza!!!

Leel disse...

Eu já vi sua foto e sei seu nome. Então pra mim não faz muita diferença, rs..

(E eu não sou psicopata,tá? Tinha você num perfil antigo de Orkut.)

Varotto disse...

"O melhor dessas coincidências é que o velho te confunde justamente com um cara que tem o mesmo nome que você" (pista falsa mode:ON)

Luíza disse...

Acho que nós leitores, todos esperamos por esse dia. Rumo aos 66

Marcie disse...

Você sempre poderá se valer desta desculpa. Para qualquer pessoa que se aproximar de você, sempre responda "não, há um engano, não sou eu". E prontinho....continuarás incógnito por todo o tempo que quiser....

efortini disse...

Não faço a menor idéia do seu nome, não te veria na rua, visito esse espaço há pouco tempo, mas esse post me deixou curiosa.hehe
Queremos foto!

Varotto disse...

Cara, agora que eu entendi que história é essa de 66. Ru não tinha lido o update.

Será que o Gigante dos Pinheiros, o Mestre das Feras, o Terror do Telemarketing, ele, o homem, o mito, estaria mesmo preparado para abrir mão de sua identidade secreta???

Stay tuned...

Rozane disse...

Primeiro de tudo, prazer Rozane, é a 1ª vez que vou comentar e não pelo fato de querer que post sua foto. Mas pelo susto que tomei quando, por um instante pensei que seu nome fosse Carlos. Como você já deixou bem provado aqui é dono de uma incrivel sorte inusitada para coisas estranhas. Digo isso pois um amigo meu é dono da mesma sorte e advinha só, seu nome é Carlos. A sorte dele vai de ser roubado 3 vezes (uma quase levam os cachorros da avó que ele tava levando pra passear (única coisa que ele tinha na mão), outra levaram R$3,00 (dinheiro do xerox do trabalho da facul) e a mais recente levaram um celular novinho de R$ 350,00 (exatamente no dia em que o seu chefe lhe deu uma bonificação de R$ 100,00). Como pode ver o susto pelo nome ser o mesmo foi muito grande. Já estava até ficando desconfiada se você não seria o Carlos mesmo. Seria muito azar para um nome só carregar tanta ''zica'' assim.

claudiaiarossi disse...

Que imã, hein???!!!!!!
Mas o que seria de nós se VOCÊ não fosse VOCÊ???? :)

Lua Durand disse...

"Será que o Gigante dos Pinheiros, o Mestre das Feras, o Terror do Telemarketing, ele, o homem, o mito, estaria mesmo preparado para abrir mão de sua identidade secreta???"
(comentário do varotto, mais acima)

Roooob, não faz isso não!
Eu sei que sou apenas uma leitora, entre tantos e tantos leitores que acompanham você aqui.
Mas [ao meu ver é claro], é muito legal voce ser aqui o Rob Gordon.
Você é tantos ao mesmo tempo.
E é assim que nós te conhecemos, como o Rob Gordon, e nas nossas cabeças temos uma imagem de você, criada por nós.
Bom, eu tenho outros argumentos também, para defender a minha posição contra o movimento de você se revelar, mas, enfim.
Eu sei também que isso vai acontecer mais cedo ou mais tarde.
Mas eu esperava que fosse mais tarde.
Outro dia tava pensando sobre isso, de quando você vai se revelar, como seria, etc, e tal.

* no meu comentario mais acima, eu disse que te reconheceria de longe. Sim, eu sou sua fã, e como toda fã, procurei saber mais da pessoa a quem eu admiro. E junto com o acaso, eu descobri quem você é, e já vi fotos suas, etc, etc. Calma, eu sou uma fã tranquila, não sou psicopata, e nem vou cometer nenhum ato louco para ter um autografo, ou coisa do tipo, hehehehe.

Enfim, Rob.
Eu gosto daqui e do chronicles, mesmo você sendo o Carlos, o Rob, ou o João, ou o [...], etc.

Enfim. É tudo mais de agradecer mesmo.
Como já disse em outros comentarios, de outros textos.
Obrigada, por dividir conosco esses pedaços da tua vida.

Muita luz, pra tu.

Até

Nelson disse...

Rob, não faça isso de colocar foto. Pensou se a sua ex-síndica lê este blog? Você estará empalado na Mourato Coelho em menos de 6h.

E outra, quem tem um QI com mais de dois dígitos consegue descobrir sua identidade em menos de 10 minutos. Eu não sou nenhum crânio e já achei seu orkut; vi fotos da Luana Piovani, Ron Perlman e da Besta-Fera, bem antes de vc postar aqui. Na verdade, só não te adicionei pq fica meio ridículo mandar um "oi, eu leio seu blog. Me add aí" sem nunca ter te visto.

Uma boa saída seria ir tirar uma foto do Carlão e postar aqui. Ele que se encontre com a síndica, haha.

abração, Rob. Ou R.R.

Ton-Kun disse...

Eu sofro por meu irmão mais novo ser parecido comigo. Pior, ele é quatro anos mais novo e tem gente que diz que ele é mais velho que eu. Maldita genética que me impede de ter tanta barba quanto ele. De qualquer forma, já fui confundido com parentes em algumas ocasiões, mas apenas uma vez me pararam na rua por pensarem que era outra pessoa desconhecida... E não foi uma situação engraçada. Por um momento cheguei a pensar que eu tinha feito algo muito errado e não estava ciente. Acontece... Mas quero ver depois dizerem que o míope sou eu.

Flores do Aslfato disse...

Haahahahaha... achei que ia ser dessa vez que íamos descobrir a sua verdadeira identidade!

Adorei a parte: E eu aqui, andando pelas ruas tranquilamente, com essa cara de Carlão que Deus me deu. E, com esse tamanho de Carlinhos, eu estou fudido, com certeza.

;D

Natalia Máximo disse...

Puuuuts, então aquele dia que eu estava andando por Pinheiros e abordei alguém que pensei que era você era, na verdade, o Carlão/Carlos/Carlinhos! Damn it!!

Anderson Cruz disse...

Aloha!!!

Poxa cara,legal demais o texto.
E entro na campanha também.


Abraço.

Amelie disse...

EEEEEEEEEEEBA, queremos ver o Sr. Gordon no blog!

Hahaha, mas como vc já sabe, eu já te vi numa pré-estréia, te reconheci, mas fiquei com medo de ir falar com você e passar pela mesma situação do cara aí do texto - vai que era o Carlão e não você, por exemplo?

Ana disse...

O último comentário do Varotto foi absurdamente engraçado!
Hahahahhahahhahaahahhahahha

Luisa Maria disse...

Xi, não bota foto não, pra que essa bobagem? Não atiça (mais ainda) os malucos no seu caminho, né? aiaiai...

Engraçado vai ser se os 66 comentários forem de pessoas dizendo "não posta a foto nãããão!!". E aí, faz o que? haha

"nunca alguém q me confundiu com outra pessoa duvidou da minha palavra ao dizer q não era eu" (Bebel). Idem.
Abç!

Tharik disse...

Eu vou achar é a tal oficina do carlão...
Ai quando achar vou sair procurando um cara igual ele na rua haha

7Seven7 disse...

O verdadeiro nome do Rob Gordon na verdade é Rob Gordon. Assim ele mantém sua identidade secreta se escondendo atrás do próprio nome, desviando os leitores da verdade jogando-a na cara de todos.
É como uma frase que escutei não lembro onde: "Se quer esconder uma árvore, esconda-a numa floresta".

Estratégia de mestre. Enganou a todos.

Richard disse...

Antes Carlos do que Carla ;)

Kel Sodre disse...

Porra, não é possível que depois de um post que atingiu 207 comentários a gente não vai conseguir 67 neste daqui!

Vamos lá, galera, mesmo conseguindo ler o Champ uma vez por semana, eu tô fazendo minha parte! Cadê os outros 22 coomentários que faltam pra gente conseguir uma foto??

Hehe Ainda bem que a curiosidade matou foi o gato...

Kel Sodre disse...

Ah, saco! Com os 1247 comentários do Varotto, minhas contas estavam erradas. Precisaremos de mais de 22 comentários pra tal foto...

Nicole disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nicole disse...

Tentei diversas sentenças positivas para acompanharem o "Ih, rapaz...".


Nenhuma funcionou. ;/

Renata disse...

Não sei o que é melhor: a curiosidade de querer saber quem é Rob Gordon ou a possibilidade de imaginar um Rob Gordon só meu por não saber quem ele é exatamente :P
(Na verdade acho que nunca tive a curiosidade de saber quem é o Sr. Gordon, visto que tenho capacidade investigativa imensurável - quase tudo aprendi procurando amantes dos namorados das amigas, believe me - e nunca me passou pela cabeça usá-la neste caso)
Permaneça anônimo Rob!
(ou não, já que estou comentando aqui...)
Meu Deus, preciso de um psicanalista!

Pequena disse...

Venci minha preguiça de comentar só pra te ver, Rob. =)

Ana disse...

Então... Já vi uma foto sua... e nem foi tão difícil saber q era vc... quem manda deixar "destrancado" o álbum?? Mas, né?? Isso vai ultrapassar os 66 comentários só p vc publicar a foto... hahaha

Cidadão Entretido disse...

E eu tinha certeza de que estaria batendo nos 66 comentários em menos de um fim de semana.

Subestimei a curiosidade das pessoas...

Gilgomex™ disse...

Se seu nome como Carlos seria Carlinhos, seu nome como Rob deveria ser Robinho???

Uau!! Q piada espetacular eu fiz agora... Já posso morrer.

Mas não vou não...

Dani disse...

Se eu ainda morasse em Sampa, ficaria pelos lugares que vc frequenta esperando alguém passar com a Besta-Fera, tiraria uma foto e postaria aqui...

Ahhn, acho que não. hehehe

Rob, continua anônimo, acho que fica mais interessante quando a gente lê isso que só acontece com vc sem saber quem fala. Minha opinião, espero que os seus fãs que querrem te conhecer não me xinguem nos comentários...hahahaa

Besos

Mari disse...

Eu era, ou achava que era, protagonista de uma série "Coisas que só acontecem comigo", mas de um ano pra cá, depois que conheci seu blog, eu vi que perdi feio meu papel, até mesmo porque eu não sei escrever, então nem transformo meus causos em textos divertidos. Só te digo uma coisa, por experiência própria, manter o anonimato é mais seguro para pessoas com a sorte como a nossa!

Helga disse...

Hahahahahahahahahha, Carlinhos acho que tu tá ferrado, mano!
Morri de rir.

Matheus Silva disse...

acho que se a foto realmente for mostrada boa parte da 'magia' do champ vai desaparecer

vai ser como ler um livro depois de ter visto o filme, algo nada bom

se quiser pdoe contar esse como mais um post pra colocar a foto, mas por favor, nao coloca ela na pagina principal, nao quero entrar um dia no champ e pensar "nossa, ele é um gordinho baixinho mesmo!"

Bia disse...

Pode colocar uma foto sua ao lado de uma fita métrica???

Carlos Cruz Júnior disse...

Hey, Carlos sou eu.
Mais com certeza não sou Carlão, muito menos da oficina.

Mais relaxa, se me confundiram com você, eu não devo pra máfia.. mais a história da PM pode ser verdade. :s

Forte abraço,

Carlos Cruz Júnior.

Tiago Martins disse...

Pode colocar uma foto sua ao lado de uma fita métrica???(2)

Lua Durand disse...

"acho que se a foto realmente for mostrada boa parte da 'magia' do champ vai desaparecer

vai ser como ler um livro depois de ter visto o filme, algo nada bom

se quiser pdoe contar esse como mais um post pra colocar a foto, mas por favor, nao coloca ela na pagina principal, " [2]

Kell Alves disse...

Pq 66? Aleatório é q não foi!
"Cada maluco c sua mania!"

P.S> Só vim msm p endossar os 66.

Bruno disse...

Tudo pela foto!
Mas esse tópico não deveria ser parte da "coisas da vida"?

paulonando disse...

É melhor ser Carlão ou Carlinhos?
Muitos Carlos gostariam de ser Carlão mas não passam de Carlinhos.

Rogers disse...

Que seja envocado o diabo! Falta um huahahuahuau

Jullia A. disse...

hahaha Foda mesmo nao 'e quando voce comeca a responder pelo pseudonimo. se alguem gritar, 'Hey Rob gordon!' na rua e voce responder, voce tem sindrome de fernando pessoa.
Mas enfim.

Bruno disse...

É agora, eu desenho o pentagrama, alguém acenda as velas outro começe a invocação em latim.

Bia Nascimento disse...

68 comentários!!

Kika® disse...

Eu tinha parado de comentar ultimamente, andava quietinha, só lendo. Mas depois dessa, né, não dá pra resistir.

Bora lá, mais um comentário pra ajudar a ver a careca do Rob... ;)

7Seven7 disse...

Qando a foto for postada a identidade secreta do Rob Gordon já era...

Mas não importa, eu descobri essa identidade secreta ontem. Varotto tinha razão, não precisa ser detetive. Mas precisa saber onde procurar. O Rob nem se esforça muito pra esconder sua identidade.

Só pra vocês terem ideia, ele é tão cara de pau que já chegou a falar seu nome verdadeiro aqui no Champ, falando dele mesmo como se fosse um outro cara.

Anônimo disse...

Bora lá, mais um comentário pra ajudar a ver a careca do Rob... ;) [2] :D

Bruno disse...

eu sei o nome dele. mas eu quero que ele se revele de forma oficial.

ou vou começar a perseguir todos os carecas baixinhos que ver em pinheiros e criar um blog.

Rubens disse...

Rob.

A campanha continua. Apesar do pouco tempo para ler o blog, não tem como não parar para ler (e comentar). Mostra a cara Carlão! Digo, Rob.

Luisa Pinheiro disse...

Já temos 73 comentários, mas vou dar uma ajudinha pra ver se você realmente vai postar sua foto, morro de curiosidade!

Dani disse...

E aí, Carlão? Mostra ou não mostra? (ui)
Agora até eu to curiosa... ahaha

Acesso disse...

Puta promessa de mentira vai...

Já sei, quer ser político agora é?

Humpf

BEJORN disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bejorn disse...

Aqui vão 5 sugestões temáticas, sobre como você poderia
produzir sua foto bem maneira:
1)No melhor estilo John Belushi, a la Blues Brothers:
Chapéu, Ósculos Escuros, Charuto...
2)Na verdade, Lionel Twain!! nosso querido anfitrão nesse Blog...
3)Aliás, Daryl Van Horne (??)
4)Vulgo, "O Número" (Le Chiffre)
5)ou como Sr.Filemon da Firma Tia Sr.do Ibañez.
E vê se escolhe uma locação bacana como fundo, a la Casablanca,
tipo o Café da Gorda por exemplo...

Larissa Bohnenberger disse...

Ahá! Me atualizei! O PM pai da donzela abandonada já te encontrou por aí? Acho que ainda não, senão tu não tava vivo! Hehehehehe!

Bjs!

Hally disse...

Bom, como sou leitora deste blog há muito tempo (desde novembro de 2007, pra ser mais exata), já li seu nome verdadeiro nos comentários uma porção de vezes... quanto a fotografia, eu já sei como você é. Então porque eu estou comentando aqui? Falta do que fazer, meu caro Rob Gordon... =P