26 de março de 2009

Cóixxxmoxxx

Pão de Açúcar. Esquina da Teodoro Sampaio com a Mourato Coelho. Olhando de fora, um simples supermercado. Mas, quem o freqüenta sabe que ele é uma espécie de cantina de Mos Eisley (nerd mode: on): um lugar onde toda a escória do universo se reúne.

Uma noite dessas, eu estava na fila do caixa para pagar meu jantar – não lembro o que era, mas certamente não era lasanha, porque ainda não me recuperei do trauma. Enfim, estava esperando minha vez quando comecei a ouvir uma discussão atrás de mim. Não entendia direito o que estava sendo falado, mas o tom das vozes deixava claro que era uma discussão.

Olhei para trás e vi um casal absurdamente estranho – ele parecia uma versão caucasiana do King Kong (em escala 1:1), enquanto ela conseguia a façanha de ser menor que eu e lembrava um gremlin – discutindo com um dos caixas.

Pelo que entendi, eles entraram na fila para pagar suas compras, mas o caixa estava fechando e a funcionária disse que eles deveriam se encaminhar para outra fila. Aparentemente, eles não gostaram disso e saíram dali reclamando. Quer dizer, quem saiu reclamando foi ela; já o Kong simplesmente saiu andando na minha direção – o que me permitiu ler a inscrição jiu-jitsu na sua camiseta – empurrando o carrinho de compras.

Antes que eles dessem dois passos, a funcionária, aparentemente, falou algo sobre aquele caixa ser preferencial e (confesso que não ouvi direito) se eles se encaixassem nessa categoria, poderiam ser atendidos. Foi neste minuto que a gremlin ameaçou voltar e gritou:

– Não seja por isso! Eu estou grávida! E vou ser atendida aí, porque estou grávida!

Obviamente, todos no mercado olharam para ela. Ela, por sua vez, olhou para o pitbull que empurrava o carrinho e continuou:

– Querido, vamos ser atendidos aqui! Eu estou grávida! É o meu direito!

Pensei em comprar um charuto e dar de presente ao futuro papai, mas me contive, primeiro porque tenho noção do perigo e, segundo e mais importante, a reação dele me chamou a atenção. Ele simplesmente virou-se para a gremlin, e, com um ar de quem está mais que acostumado com esse tipo de escândalo da parte dela, disse:

– Deixa, vamoxxxx nexxxte outro caixa.

Assim mesmo, com toneladas de “x” em cada palavra. Mais carioca impossível.

– Eu estou grávida e quero ser atendida aqui!

(Ele vai perder a paciência, enfiar a mão na gremlin e na mulher do caixa. E vai sobrar para mim, porque ele não vai querer deixar testemunhas vivas depois disso. Vou morrer.)

Já estava me preparando para o pior. Olhei na direção da porta do mercado e orientei a 40% dos meus neurônios pararem tudo o que estiverem fazendo e ficarem trabalhando numa rota de fuga, Just in case.

Eles pararam na fila do caixa ao lado do meu. A gremlin ainda queria briga.

– Por que você não me deixou ir naquela caixa?

– Por causa do cóixxxmoxxx.

(Por causa do quê? Tive que pronunciar a palavra baixinho, em voz alta, para entender o que ela queria dizer. Cóixxxmoxxx. Cóismos. Cosmos. Ok. Meu sotaque paulistano é carregado, mas existem palavras que os cariocas deveriam ser proibidos de pronunciar. O problema é que se eu rir, eu morro. Mordi o lábio e respirei fundo)

Ela continuou bufando, batendo o pé, e reclamando que era falta de respeito. O Kong continuou.

– O cóixxxmoxxx vai devolverrr tudo isso para ela.

(Mas como assim, o Cosmos? É sério isso? É um pit-boy-zen? Desde quando isso existe? E esse papo de Cosmos? Imediatamente, me lembrei do Carl Sagan. A risada, dentro de mim, começou a tentar abrir caminho até minha boca com um facão. Eu olhei a inscrição jiu-jitsu na camiseta e mandei ela se acalmar.)

– Eu quero que ela se foda!, gritou a gremlin.

– Já te disse, o cóisxxxmoxxx vai devolverrrr tudo isso para ela. Se ela é exxxcrota, o cóixxxmoxxx vai serrrr exxxcroto com ela.

(Aí, a merda do meu lado infantil entrou em ação, e comecei a imaginar o Cosmos mandando scraps mal educados para a mulher do caixa no Orkut, passando trotes de telefone no meio da madrugada e pichando “Sua Vaca” na frente do prédio dela. Pensei em sair correndo e me atirar dentro de uma das geladeiras de sorvete para rir em paz, mas isso chamaria demais a atenção para mim, que era justamente o que eu tentava evitar.)

Ele continuou:

– Agora, olhe para você. Você alterou toda sua enerrrgia porrr causa dela. Precisava fazerrr isso?

(eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer eu vou morrer)

– É uma desgraçada!

– Você sabe como o cóixxxmoxxx funciona. O cóixxxmoxxx vai se encarregarrr dela. O cóixxxxmoxxx nunca falha.

(Pelo que entendi, o Cosmos é, então, uma espécie de Luca Brasi. Imaginei o James Caan recebendo um mapa das constelações com um peixe enrolado nele. A esta altura, uma gargalhada havia conseguido escapar dos meus pulmões e estava escalando minha garganta com equipamentos profissionais de alpinismo, se aproximando cada vez mais rápido do mundo exterior.)

Ela continuou reclamando. A mulher do caixa me chamou, paguei meu jantar e fui embora correndo, deixando o Carl Sagan e a Gremlin para trás.

Mas, na dúvida, quando coloquei os pés para fora do mercado, depois de passar cinco minutos encostado num muro e gargalhando, olhei para o céu e disse, em voz baixa:

– Eu consegui segurar a risada lá dentro! Eu me comportei! E, depois do lance da lasanha, ainda estou com créditos! Então, vai procurar outro para encher o saco.

Mas, agora que eu postei isso no blog – e eu sabia que não iria agüentar muito tempo – quero só ver o que tal do Cóixxxmoxxx vai aprontar para mim. O “Chupa Rob” é questão de tempo, tenho certeza.

37 comentários:

Flavita disse...

Meu, eu tô passada com a cena do James Caan recebendo um mapa das constelações com um peixe enrolado. Caraleooooooooooooooooooooo!

ps: mas olha que eu acredito no cóiiixmoooooooxxxxxxxxxxx tb.

MaxReinert disse...

huahauhaua.... só para sua informação:
Uma pessoa menor que vc chama "anão" ... ou "anã", no caso!!!!

Rob Gordon disse...

Max

Já orientei o Cóixxxmoxxx a te pegar por causa disso. Te cuida.

rbns disse...

Cara esse Pão de Açúcar só junta doido mesmo. Se de noite é esse clima Mos Eisley, volta lá de madrugada... parece o Asilo Arkham sob administração do Coringa.

Larissa disse...

Você deveria ser proibido de postar algo em pleno dia para que, desavisados como eu, corram o risco de ler e ficar gargalhando em pleno ambiente de trabalho. Agora acham que eu estou louca.
Sensacional.

Mauro disse...

cara tem louco p tudo, ele deve fazer uma oração a buda pedindo energia antes de entrar no tatame...só não gostei da caricatura do carioca que vc fez... cada um com seu cada qual...

Looky disse...

"O problema é que se eu rir, eu morro. Mordi o lábio e respirei fundo"

Sabe o que é passar por isso exatamente por ler isso no trabalho?

Otavio Cohen disse...

"É um pit-boy-zen?"

no meu emprego antigo, eu lia o Champ dai ria alto, dai chamava todo mundo pra ler, todo mundo ria alto e a piada era comentada eternamente. se eu fizer isso no emprego atual, aparece o coxmox e me mata.

ah, n é Luca Brasi? n lembrava do "c". enfim.


e saudades dos teus top 5, seu preguiçoso!

Hally disse...

"– O cóixxxmoxxx vai devolverrr tudo isso para ela.

(Mas como assim, o Cosmos? É sério isso? É um pit-boy-zen?"

"(Aí, a merda do meu lado infantil entrou em ação, e comecei a imaginar o Cosmos mandando scraps mal educados para a mulher do caixa no Orkut, passando trotes de telefone no meio da madrugada e pichando “Sua Vaca” na frente do prédio dela. Pensei em sair correndo e me atirar dentro de uma das geladeiras de sorvete para rir em paz, mas isso chamaria demais a atenção para mim, que era justamente o que eu tentava evitar.)"

Tô rindo até agora...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Thiago Pacheco disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk
esse já pode concorrer a post do ano. reserva um espaço pra ele.
kkkkkkkkkkkkkk

Garota Marota disse...

sou carioca da gema, sabe...
e meixmo assim eu morri de rirrrr!!

vc é o melhor, Rob!

Barlavento disse...

Qualquer dia você vai chegar neste Pão de Açúcar e na porta de entrada vai estar escrito: Proibida a entrada de animais e de Rob Gordon. As coisas só acontecem quando você está por lá. Acho que é o cóixxxmoxxx... E você melhor do que todos nós sabe, o cóixxxmoxxx é vingativo... Ele vai devolver tudo pra você.

Quanto ao caixa do supermercado. Não se preocupe. O Cóixxxmoxxx reservou pra ela uma lasanha borbulhante...

Dalleck disse...

Depois de 11 dias de off-blogs, li os 5 posts do Champ que estava "devendo" e não sei se estou num dia para rir ou se estava com saudades de ler blogs (nossa, isso foi muito nerd-gay), mas achei esse post do Coixxxmoxxx e o último post do Gilgomex (Uma conversa corriqueira) os melhores de todos os tempos (que eu li) dos respectivos blogs. 'Rachei o bico', como diriam pessoas normais!

Fiquei imaginando você rindo dentro de uma geladeira de sorvetes XD

Ahh, tem post sobre o show do Iron Maiden no meu blog, se quiser ler =)

Gilgomex™ disse...

Cara...

"Aí, a merda do meu lado infantil entrou em ação, e comecei a imaginar o Cosmos mandando scraps mal educados para a mulher do caixa no Orkut, passando trotes de telefone no meio da madrugada e pichando “Sua Vaca” na frente do prédio dela. Pensei em sair correndo e me atirar dentro de uma das geladeiras de sorvete para rir em paz, mas isso chamaria demais a atenção para mim, que era justamente o que eu tentava evitar."

Realmente isso tb seria algo em que eu pensaria.... Até nesse tipo de piada... hueeuheheheuheuheue

Gilgomex™ disse...

e Dalleck... vlw mesmo pela propaganda... depois te mando o combinado na sua conta...

renata disse...

vc escreve "coixxxmoxxx", e eu lembro de cavaleiros do zodíaco.
:)

Varotto disse...

Barlavento: "As coisas só acontecem quando você está por lá."

Assim como aquele questionamento sobre se uma árvore que cai na floresta sem ninguém por perto faz barulho, acho que é mesmo o caso de pensar se essas coisas só acontecem se o Rob estiver lá.

De repente, cúmulo do subjetivismo, o Pão de Açucar nem existe enquanto ele não estiver lá. Nem eu ou vocês...

Será que somos todos personagens dentro da cabeça do Rob?? Ou será que ele é apenas fruto da minha imaginação???

AAAAHHHHHH!!!!

P.S. 1: Pensando bem, Gordon, você já não escreveu uma crônica nesse sentido?

P.S. 2:Falando no assunto personagens, alguém já viu "Mais estranho que a ficção", com o Will Ferrel? Muito bom. Recomendo.

Rob Gordon disse...

Varotto

Não consigo mais trabalhar depois de ler seu comentário. Surtei.

Abraços!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Se esse tal de Cosmo aparece aqui eu coloco ele pra:

trocar lampada do corredor
apertar a torneira da máquina de lavar
arrastar a geladeira
pregar a porta do armário
consertar a persiana
estender roupa no varal
levar Filó pra passear
medir a sala pra eu comprar tinta
colocar meu tapete no carro e entregar na lavanderia.

Varotto disse...

É... A lista tá grande mesmo.

Só mesmo com o Cosmo para resolver isso (Padrinhos Mágicos mode: on)

P.S.: Que qui foi?? Até parece que sou o único que gosta de desenhos infantis aqui!

Crisolda disse...

Muito ótimo! rs.
Como boa mineira que nasceu em são paulo e mora no rio, também lembrei dos cavaleiros do zodíaco..

Barbarella disse...

adorei o post.


Varotto, já que vc não tem orkut, blog, diário, agenda, etc...

Ahh faz um twitter então.

Interage com a gente vai..

**

Varotto disse...

;o)

Julio Moraes disse...

Não sei como seria, mas ouvir:

cóixxxmoxxx.

Não iria segurar as risadas mexxxxxmo. :)

abs

Matheus Silva disse...

cóixxxmoxxx. ?

ainda nao entendi a ligação de

cóixxxmoxxx com cosmo

Thiago da Hora Souza disse...

Eu realmente senti falta dessas suas histtórias. HAHAHAHA

Thiago da Hora Souza disse...

Aliás, não sabia naquele Pão de Açucar acontecia tanta coisa estranha. Começo a pensar que é você quem atrai essas coisas. Ou eu preciso frequentar lá mais vezes.

7Seven7 disse...

Cara, morri de rir aqui.
Ah, como eu conheci o blog a pouco tempo, de vez em quando eu leio uma postagem antiga, hoje eu li aquela do Jonas, o vulto que mora com você, e lembrei que eu também moro com um fantasma, ou melhor: eu, meus pais e meus irmãos moramos com um fantasma. A gente chama ele de Alexandre (sabe aquele daquela novela "A Viagem"?), mas já faz um tempinho que ele não aparece, a última vez foi na última sexta-feira 13, quando ele derrubou o espelho do meu quarto enquanto eu tava no meu computador.

P! disse...

AAAH, tô tocendo pro cooxxmoxx te pegar! (Odeio quando zôam o meu sotaque mineiro :-( )

Matheus Carvalho disse...

Rob, você é foda, cara!! Comecei a ler seu blog essa semana devido a um acesso a outo blog e já li mais de 2/3 das suas postagens... acho que achar seu texto naquele blog foi coisa do CóiXXXmoXXXX...

aahhaahhaaaha

grande abraço!!

Camila disse...

Cara, o Cóixxxmoxxxx soa tao igualzinho à teoria do carma de "My name is Earl"... (Só que a série é beeeeem mais engracada do que a vida real!)

Larissa Bohnenberger disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

Pit boy zen era novidade pra mim, também, Rob!
Rsss!
Bjs!

Thiago Apenas disse...

(Ele vai perder a paciência, enfiar a mão na gremlin e na mulher do caixa. E vai sobrar para mim, porque ele não vai querer deixar testemunhas vivas depois disso. Vou morrer.)

Estou na mesma situação aqui no trabalho.Não posso rir!!!!

Rob Gordon disse...

Otávio

Você tem razão. É Brasi e não Brasci.

Comi bola aqui.

Valeu!

MoizaCARTUNS disse...

hauahauaha... cara! É inacreditável! Não consigo nem imaginar um pitboy lutador de jiu jitsu em posição de lótus, sentado num círculo com velinhas em volta, e se concentrando, tentando sentir a energia dos cóixxxmoxxx, hauahauaha

E eu já acharia um sarro só de ver uma semi-anã com um gorilão 4x4 de marido. Aliás, tenho uns amigos parecidos :D

Essas coisas, pelo que vi, só acontecem com você, hahauahauaha

Abraços o/

Felipe Lima disse...

Estou para comentar esse post há um tempão. Só para dizer que rolei no chão de tanto de rir. E olha que eu sou carioca, hein!
O píor de tudo é que o nosso sotaque se destaca muito mais aí em Sampa, talvez pela rivalidade boba que existe entre os dois estados, fazendo tudo se tornar motivo de chacota. Uma vez, há uns 6 anos, quando fui a uma padaria daí (tenho parentes em São Paulo), pedi seis(x) pães(x), e de imediato as atendentes me perguntaram se eu era carioca. Me senti violado (hipérbole mode on), como se tivessem descoberto minha identidade secreta, sabe?
Até hj tento falar seis pães, mas só sai seis(x) pães(x). Fazer o que, né? Continuo fazendo a fusão "s" e "x", e falo "mermo" toda hora, mas sou muito feliz assim. Particularmente, adoro o jeito carioca de falar (por que será?). Já os paulista....
Falam muito engraçado. rsrsrsrs
Viva as diferenças!!!

C'est la vie disse...

Porque q eu fui ler isso logo de madrugada, agora q não moro mais sozinha?! Acordei todo mundo com as risadas! Hahahahahaha, mas se valeram a pena, isso valeram! Bom, se hj vc ganhou uma nova fã, o coixxxmoixx se encarregou de te arranjar dois inimigos com mal-humor típico de sono incompleto...