28 de agosto de 2009

Coisas da Vida - X

(leia o post anterior dessa série aqui)

Quem já foi ao McDonald’s ali da Henrique Schaumann com a Rebouças sabe que ele tem uma densidade demográfica superior a de alguns bairros. Especialmente de madrugada. Mesmo assim, vira e mexe eu me enfio lá dentro depois da meia-noite, muito provavelmente porque ele é perto de casa.

Sábado passado fui ali com um amigo e, obviamente, estava lotado. Fomos para a última fila – a mais vazia, ou melhor, a menos cheia – e esperamos nossa vez. Eis que surge uma daquelas funcionárias que andam pelas filas anotando o pedido das pessoas e pergunta o que iríamos comer. Respondemos, ela anotou e entregou o papelzinho, tudo como manda o figurino.

Minutos depois, chegamos ao caixa. Entrego o papel com os pedidos para a menina do caixa e me preparo para tirar a carteira do bolso, quando ela me devolve o papel:

– Você pode ler o que está escrito aí?

– É o meu pedido.

– Sim, é que eu sou nova aqui, ainda não sei ler isso.

– Então, mas eu também não sei.

– É que eu sou nova aqui.

– Mas eu não trabalho aqui. Mesmo sendo nova, você ainda tem mais experiência que eu.

– É, mas eu não sei ler isso. Não fui treinada nessa parte, ainda.

– Ok, ok.

– Então, por favor, leia o que está no papel e eu vou registrando aqui.

– Não é mais fácil ao invés de ler esse negócio, eu simplesmente falar meu pedido?

– Não, porque o seu pedido está nesse papel aqui.

– Mas não é a mesma coisa?

– Não, não. O seu pedido está aqui.

Suspiro.

Como diria Humphrey Bogart em Casablanca: "em todos os McDonald's, em todas as cidades do mundo, essa menina tinha que estar no meu".

Ô fase.

10 comentários:

futeboldorio disse...

Pqp!!! Hahaha

Tyler Bazz disse...

Deu fome.


E eu fico me perguntando o que o Bogart costumava pedir no Mc...

Rob Gordon disse...

Tyler:

Nada. Não pode fumar lá dentro, e eles não trabalham com McWhisky.

Jullia A. disse...

hdaisudhasiudhasiudh
é , a humanidade não deu certo.

Fagner Franco disse...

Ê la iá, Mc daria um bom post a cada visita - ou mais. As vezes, voce demora um tempao explicando o que vc quer pra que fica na fila perguntando, pra outra chegar e perguntar o que vc quer, mesmo com o papel na mao.

Outro dia, tinha um gringo na fila (gigaaante) do Mc do Morumbi Shopping. O cara conseguiu, em libras, dizer que ia pagar com cartao. A mocinha do Mc queria dizer que nao estava com sistema. Tentou, tentou e o cara nao entendeu, e resolveu continuar na fila. A menina, em vez de se preocupar com aquilo, afinal a fila estava gigante, desencanou e saiu...hahaha... claro, eu fui lá forçar meu ingles e mandei o cara tentar, se ele fazia questao d mc, no andar d cima. Que menina filha da mae.

Hally disse...

Não sei se fico feliz ou triste por não conseguir emprego no Mc Donalds...
O.o

Hugo Meira disse...

O Mac DOnalds faliu aqui na minha cidade, não aguentou concorrer com os lanches locais que são bem mais gostosos e baratos =D

Mary Fahur disse...

Putz!

Pior é quem chega no Mc e fica escolhendo. Tive a sorte de pegar um desses no Drive Thru. Juro que ele pediu um cardápio! Ficou 15 min só na janelinha de fazer o pedido...

Ô fase.

Post em homenagem ao Mc Dia Feliz amanhã? hehe

beijosss

Leandro disse...

O mais interessante é que ela DEVE serguir o procedimento! Nada de registrar o seu pedido, mas sim, seguir o que esta' escrito no tal papel :-)

Dama do Lago disse...

Se ela não estivesse lá, você não teria esse post para nós ^_^

Eu odeio Mac(exceto a torta de banana). Em compensação, o marido, as filhas e os genros adoram, estou sempre em minoria :\

Beijos
Sil