16 de março de 2008

Dance the Night Away

Pelo jeito, era carência mesmo.

Afinal, muitos leitores mostraram que ou posta logo ou apanha o blog continua sendo querido como sempre. Ou até mesmo mais. Teria muito a falar aqui sobre os comentários recebidos no último post mas como estou saindo para trabalhar (quem mandou não estudar e ser jornalista mode: on), deixo apenas um grande obrigado a todos. Vocês são o máximo!

E, claro, aproveito para cumprir uma promessa. Antes de sair, deixo vocês com o vídeo da louquinha que acreditava que o show do Iron Maiden era um misto de Woodstock e balada, como prometido no post sobre o show. Afinal, tem gente até que está fazendo greve de comentários até o vídeo ser postado.

Porém, antes de assistir ao vídeo, vale lembrar o seguinte Top 5:

1. Isso aconteceu horas do show, com nenhuma banda no palco se apresentando (como o som do vídeo deixa claro).

2. Ela se comportou desse jeito "tão feliz dentro do seu próprio mundinho" durante todas as longas horas que antecederam ao show, sem parar por um momento.

3. Às vezes, ela se enrolava numa bandeira do Iron Maiden e corria para os lados, quase derrubando os deficientes físicos daquela área.

4. Não importa qual estilo de música tocasse no sistema de som (heavy metal, death metal, hard rock, stoner metal, black metal norueguês). Ela dançava desse jeito em todas as canções.

5. Se você é a pessoa do vídeo ou o advogado dela, saiba que eu recebi esse vídeo por e-mail e trata-se de uma pessoa num show do Iron Maiden na Europa, realizado anos atrás. Logo, não me processe, porque você se enganou. Não é você (ou sua cliente) no vídeo.



Nos anos 60, tínhamos Mick Jagger. Nos anos 70, Fred Mercury.
Hoje... Bom, hoje nós temos ela.

12 comentários:

Thiago Neres disse...

Que sem noção... aioeaheuiaehuieha

Luna disse...

Eu assisti o vídeo sem som e podia jurar que ela estava só fazendo uma versão new age da macarena pra passar o tempo.

Bruno disse...

SErá q ela vai ao show do ozzy?
Eu vou, tomara que ela vá, ou mande um representante.

Larissa Bohnenberger disse...

Eheheheheheh!
Essa aí estáva realmente recolhida a seu próprio mundinho, ignorando completamente a presença de outras pessoas a sua volta.
Bjs!

P.S. Que bom que sua crise de carência passou!

Nash disse...

No próprio mundinho dela neva o ano inteiro... mas o detalhe é que não "neva neve", e sim PÓ. Muito pó.

ps.: Era você fazendo os "comentários" no vídeo Rob? Você deveria ter feito uma narração ou algo do tipo, heh.

luciana.novo disse...

Bom, lá vou eu partir em defesa da menina-que-esqueceu-que-tinha-mais-gente-na-sala, mas enfim... Deixa a garota se divertir. A menos que ela tenha acertado um pé do sapato na sua cabeça (o que com o seu histórico eu não acho difícil) ou que você tenha ficado realmente muito puto porque ela não te deu nem pouquinho da sustância química - e provavelmente ilegal - que ela estava usando, desencana. Te garanto que foi fichinha perto da minha visita ao zoológico no último fds.

Beijos*

Ps: Fazia um certo tempo que eu não entrava aqui. Continua ótimo, como sempre.

Capitão N disse...

"misto de Woodstock e balada"
"versão new age da macarena"
\o/ huauhahua

pow, a garota já tava louquinha e deu pra perceber que é até bem jeitosa. deu uns pega não? :D

FAloha!

du sotto mayor disse...

rob...
a pobre coitada... devia tah tendo um ataque epilético... e o povo achando q ela tava dançando...
kkkkk...
t++

Fabinho disse...

No fim do vídeo escuto um "olha que demente" isso equivale a um "olha que imbecíl" certo? hehehehehehehehe

Neh esse não disse...

a humanidade não deu certo mesmo...

jonatas disse...

Olá Rob! Sou novo por aqui adorei seu blog!

Depois de muito esforço descobri de onde surgiu esse ser ai, está tudo tão claro, bem no começo do vídeo pode-se observar aquelas 4 letras azuis ali presentes, para deixar bem claro que tinha mandando uma representante para lhe atormentar!!
Abraço!

Frutuoso disse...

Porra, e justo tocando the cult... se bem que se tivesse tocando colapso, o efeito seria o mesmo