29 de dezembro de 2007

Top 5 2007 - Cinema

Sinceramente? Que aninho meia-boca. Ao menos, enquanto escrevo essas linhas. Mas como faltam dois dias para 2008 acabar, acho difícil a situação mudar. O problema é que o verão foi muito fraco, mesmo com as bilheterias explodindo. Shrek Terceiro foi o mais fraco da série, Piratas do Caribe comprovou que apenas o primeiro era digno de respeito e Homem-Aranha 3... Bem... Homem-Aranha 3... Ah, deixa para lá. O que salvou o Top 5 deste ano foram dois filmes de 2006 – que eu vi apenas no começo de 2007 – e, por incrível que pareça, um filme de 2008. Vamos a eles:



















5 - Eu sou a Lenda

Apesar de estrear comercialmente por aqui apenas em janeiro, eu já assisti (trabalho mode: on). E, num ano fraco como 2007, acabou conquistando seu lugar no podium devido a enorme tensão de seu roteiro que mostra um dos últimos sobreviventes de uma tragédia biológica que transformou boa parte da população em mutantes canibais, lutando para descobrir uma cura para o vírus enquanto não é devorado pela criaturas que caçam pelas ruas de uma Nova York abandonada. É a terceira versão de um excelente conto de Richard Matheson.



















4 - 30 Dias de Noite

Enquanto a qualidade das adaptações dos quadrinhos de super-heróis para o cinema caem vertiginosamente, os estúdios começam a investir em filmes baseados em graphic novels. E, para quem gosta de terror, 30 Dias de Noite é um prato cheio, mostrando os poucos sobreviventes de uma cidade no Alasca tendo que resistir a um ataque de vampiros que se aproveitam do fato de que (como o título explica) uma noite no local dura 30 dias, devido à sua localização geográfica. É tão surpreendente que até o normalmente inexpressivo Josh Harnett está bem. Fora que é sempre um prazer ver uma alternativa aos vampiros melancólicos do estilo de Anne Rice, que dominaram as telas – e a literatura – por muitos anos.



















3 - Cartas de Iwo Jima

Sim, ele é do ano passado, mas eu consegui ver apenas em 2008. E tudo o que eu não gostei no gêmeo A Conquista da Honra foi deixado de lado nesta filme, que conta a história da batalha de Iwo Jima pela ótica japonesa. Como era de se esperar, Ken Watanabe dá um show do começo ao final da produção, que mostra que o ponto de vista dos derrotados pode ser tão ou mais interessante que o dos vitoriosos. Certamente um dos melhores trabalhos de Clint Eastwood (o que não é pouca coisa). Filmaço.





















2 - Pequena Miss Sunshine

Outro da safra de 2007 que eu consegui ver apenas este ano. É, talvez, a melhor comédia feita em Hollywood desde Mera Coincidência. Humana, sensível, irônica e genial em mais de um momento, apóia-se no talento do elenco estelar e na sinceridade de seu roteiro, que acompanha a viagem de uma família altamente disfuncional pela América a bordo de uma Kombi amarela. É, com certeza, a mais italiana de todas as comédias feitas em Hollwyood até hoje.
















1 - 300

Você sabe que o ano foi fraco quando o melhor filme do verão americano não foi exibido no verão, mas no primeiro trimestre. Após refilmar um clássico de George Romero, o diretor Zack Snyder envolveu-se numa cruzada pessoal para levar a graphic novel de Frank Miller para as telas. Apesar de não ser inovador em sua narrativa ou técnica - Sin City já havia feito tudo isso – explodiu nas bilheterias, e, daqui a alguns anos, será lembrado como uma das maiores adaptações de quadrinhos de todos os tempos.

2 comentários:

Thiago Neres disse...

Vi 300 e 30 Dias de Noite no cinema e não gostei.

Cartas de Iwo Jima deve ser bom, mas não vi.

Vi Pequena Miss Sunshine e é bem legal mesmo, mas para um top 5, não sei se rolaria na minha opinião.

Eu Sou a Lenda deve ser muito bom mesmo. Aliás, duvido muito que você leve em consideração meu conselho, mas vou arriscar. Até mesmo porque, se você segui-lo, não se arrependerá.

Procure ler "Bento", livro de André Vianco (um brasileiro). Muuuuuuito bom (assim como todos os livros dele).

Felipe Lima disse...

Para mim, Pequena miss sunshine foi o melhor de 2007. Não gostei muito de 300, e achei "30 dias de noite" apenas bom. Em relação a "Eu sou a lenda" tenho boas expectativas, gostei do trailer, o filme parece fugir dos clichês do gênero, não se pautando apenas na ação ininterrupta. O mais interessante da sua lista foi a diversidade, sabe? Não é uma daquelas listinhas de fim de ano padronizadas e importadas pelos críticos que tentam posar de cults. A minha seria diferente, mas essa é a graça da coisa. Bom, segue o meu top cinco, não que alguém se interesse, né?

1- Pequena Miss Sunshine
2 - Ultimato de Bourne
3 - Little Children (sempre esqueço o nome desse filme em português) e Filhos da Esperança
4- Tropa de Elite
5- Saneamento Básico

Destaco também "O Filho da Noiva" que assiste em DVD em 2007, apesar de ter sido lançado em 2001 se não me engano. Acho que na verdade foi o melhor filme que assiste no ano passado.