14 de maio de 2007

O Evangelho segundo Bento XVI

Capítulo Único - A Viagem

1. E eis que recebo uma mensagem de Nosso Senhor.
2. “Irás ao maior país católico do mundo, canonizar o primeiro santo daquele povo. Isso será benéfico a eles, após o fiasco da última Copa do Mundo.”
3. “Mas terás que fazer isso em breve, pois eles planejam realizar um Pan ali, e isso poderia tirar toda a atenção de sua viagem.”
4. “E narrarás tua viagem numa epístola, mas jamais cairá na tentação de batizá-la como O Papa é Pop. Todos os outros blogs já fizeram isso”.
5. E, assim, parti do Vaticano em direção a América do Sul, para conhecer São Paulo e Aparecida do Norte. E mais nenhuma outra cidade, o que caracteriza um chupa rio: mode on divino.
6. Já na chegada, a graça de Deus fez-se presente. Em uma época onde os filisteus comandam a aviação civil brasileira, meu avião pousou meia hora mais cedo. Deus é meu piloto e nada me faltará.
7. Em minha jornada, reparei também que todos os veículos de imprensa estavam no aeroporto, documentando minha chegada. A palavra de Deus alcançou os jornais e TVs.
8. Alcançou até mesmo a Globo News, que cobriu minha chegada no aeroporto com um Monsenhor contratado para comentar cada um de meus passos.
9. Obviamente, suas palavras foram distorcidas pelo demônio, e ele só falou bobagens
10. "Vejam a vitalidade do Santo Homem", ele disse, enquanto eu andava pela pista do aeroporto. Quem ouvisse, poderia jurar que eu estava puxando um santo contra-ataque em direção a linha de fundo, deixando dois zagueiros para trás na corrida.
11. “Podia ser pior. Podia ser o Galvão. O idiota, não o Frei. E o Falcão podia estar junto.”, disse-me o Senhor, confortando-me em sua graça.
12. Já o chefe daquela nação não é tão iluminado quanto o Senhor. Ainda no aeroporto, em seu discurso, ele demonstrou sua falta de fé ao não saber pronunciar a palavra Pontífice, usando termos como Pontífisso ou Pontíssifo. Heresia.
13. Meu trajeto para o mosteiro no qual humildemente me hospedei foi tranqüilo. Novamente, a graça de Deus se fez presente.
14. Frustem-se, pecadores que torceram para ver o Papamóvel parado na Rebouças com a Brasil, enquanto eu admirava algum mendigo fazendo malabarismos com bolas de tênis!
15. Frustem-se, pecadores que torceram para que uma ovelha desgarrada do rebanho arrancasse meu relógio divino do braço num cruzamento qualquer!
16. No mosteiro, vi o poder da palavra de Deus. Milhares de fiéis trataram-me como um astro do rock, e ficaram à porta, clamando pelo meu telefone.
17. “Santo Padre!” “Santo Padre!”, gritavam. Que bela terra! Aqui as pessoas fazem o sacrifício de faltarem aos seus empregos honrados para receber o enviado do Senhor!
18. Aproveitando a euforia dos fiéis, encaminhei-me para um estádio da cidade, para falar aos jovens.
19. Minha presença conseguiu reunir mais de 40 mil fiéis, que, pelo que me disseram, é mais do que qualquer outro time de futebol tenha conseguido ultimamente.
20. Alguns dos fiéis, na arena Pacaembu, clamaram: “Reza pro Curíntia, Papa!” Não entendi direito, mas prometi que iria orar por ele.
21. Em meu sermão, falei sobre temas importantes para a juventude cristã, como a não prática do sexo antes do sagrado matrimônio e a proibição de consumir o álcool do demônio.
22. Todos os jovens me aplaudiram. Não sabia que o povo brasileiro era tão casto e abstêmio desse jeito. Nosso Senhor está orgulhoso.
23. Mas a serpente está sempre presente. Ela rodeia sempre o rebanho do Senhor. Na porta da Arena, um grupo de adoradores da Besta tentou tumultuar a sagrada reunião.
24. Prontamente, o exército de Deus expulsou-os a garrafadas. E assim começa a Nova Cruzada do Senhor.
25. “Não mais atacarás os infiéis com lanças e espadas. Agora, esmagará seus miolos com garrafas Pet de 2 litros”, disse o Senhor. E assim foi feito.
26. Porém, o resto da procissão ocorreu sem maiores incidentes.
27. Encerrada esta primeira etapa de minha viagem, encaminhei-me para uma cidade santa, afastada de São Paulo.
28. Lá, canonizei Galvão (“Preste atenção, Bento: é o Frei. Não é o outro!”, ressaltou o Senhor), o primeiro santo brasileiro.
29. “Eles se ressentem de que não possui um santo legítimo. Eles também se ressentem de que nunca ganharam o ouro olímpico no futebol, e nem um Oscar de filme estrangeiro. Mas a questão do santo nós podemos resolver”, explicou-me o Senhor.
30. E, assim, Galvão tornou-se o primeiro santo brasileiro. Com a graça de Deus, seja feita a Sua vontade.
31. Na verdade, Frei Galvão além de santo, era, na minha concepção, um super-herói. Voava, estava em dois lugares ao mesmo tempo e previa o futuro.
32. Seria Frei Galvão um X-Men? Não cabe a mim, em minha humildade, responder.
33. Mas me impressionou que o governo, aquele mesmo, do Pontíssifo, declarou que o dia de Galvão não será feriado.
34. Em minhas viagens, jamais vi um povo tão esforçado e que ama tanto o trabalho como o brasileiro. Renegar um feriado ao santo-x-men! Que povo honrado e clemente a Deus.
35. Porém, minha estadia foi curta. De Aparecida, parti para o aeroporto, onde retornei a casa do Senhor.
36. A viagem foi proveitosa. A cidade se iluminou, a graça de Deus desceu aos corações dos fiéis. Só a questão do Curíntia mesmo que não sei se irei resolver.
37. Mas, deixo aqui em minha santa ignorância uma pergunta, que não ouso responder, e que deixo em aberto para os próximos Papas como reflexão.
38. Um dos fiéis disse-me, durante minha viagem, que Deus é brasileiro. Se essa parábola é verdade, por que eu tive que ficar num mosteiro, e não pude me hospedar na casa Dele?
39. Pois, se isso é verdade, em minha fé, duvido que Ele não tenha um apartamento de três quartos em Higienópolis ou no Jardins.
40. Aliás, essa minha questão me propiciou uma resolução. Não embarquei de volta. Se Deus é brasileiro, posso morar aqui também.
41. Escondido de todos, me dirigi para uma pequena colônia alemã no sul do País, onde passarei os dias em paz, recolhido.
42. Lá, passarei os dias usando um tênis velho, uma roupa larga.
43. Lá, cultivarei as parreiras do Senhor, beberei o vinho do Senhor, e levarei a palavra de Deus de bar em bar. Mando uma foto abaixo, para vocês verem o estado de graça e paz divina que me encontro.
44. Em outras palavras, me esqueçam. Arrumem outro.

Amém.

(os últimos versículos foram renegados pelo Vaticano, que também divulgou comunicado oficial afirmando que a foto abaixo trata-se de fraude)



Enquanto isso, deixo vocês com os 5 títulos de posts sobre a visita do Papa mais usados nos blogs brasileiros:
1 - O Papa é Pop
2 - O Papa é Pop
3 - O Papa é Pop
4 - O Papa é Pop
5 - O Papa é Pop

16 comentários:

mayara disse...

“E narrarás tua viagem numa epístola, mas jamais cairá na tentação de batizá-la como O Papa é Pop. Todos os outros blogs já fizeram isso”.

auihsuiahsauhauihs ctz


mais ow, melhor reunir 40 mil pra ver o papa do que pra ver futebol, não? ;)

Jeff McFly disse...

O Papa é Pop!

Que coisa... esse é onome de meu próximo post.

Valeu, boy!

Tarzan ® disse...

Parabéns pelo seu blog.
Muito massa.

Blog Esponja - Absorvendo Informação.
www.blogesponja.net

Dragus disse...

AAHAHAHAHHAHAHAHAHAHA!

Caraca, a foto resume tudo...

A parte riscada é uma das mais engraçadas... E ainda bem que ele canonizou o Galvão certo.

Já imaginou o errado abençoando Ronaldiiiiinho!?

Top 5 disse...

Adorei esse "evangelho", ainda mais a parte riscada. A foto é velhinha mas você conseguiu fazer uma piada nova com ela (pelo menos pra mim).

O seu blog continua muito bom, parabéns!

lukas disse...

Yessssss!!!!!!!!!!
temos astronauta e agora um Santo tupiniquim......

Não é o Máximo

Alex Costa disse...

Temos um santo,
quem sabe agora não teremos também justiça!

Parabéns pelo blog

Johnny disse...

E enquantos muitos sofriam da overdose "papal", nossos parlamentares praticavam o milagre da transformação dos próprios salários em valores mais substanciais...

Este ano não teve 13 de Maio, não teve dias das Mães, e nas obras do Pan ninguem viu o que aconteceu.

Breno disse...

Foi realmente terrível ouvir todos os trocadilhos inspirados em Humberto Gessinger. O pop não poupa ninguém.

Bruno disse...

Cara, dei muita risada aqui, Rob!

E, parabéns, você foi um dos poucos que conseguiu fazer um post engraçado sem nenhuma ofensa ao Papa ou a quem gosta dele.

Abraço

tati disse...

adoro os posts irônicos e isso vc sabe fazer. só faltou dizer que o papa se encontrou com os engenheiros do havaí pra cantar a música "o papa é pop"...

Mary disse...

"melhor reunir 40 mil pra ver o papa do que pra ver futebol"

Não acho, Mayara! :)

E você, imagino que seja um pobre torcedor corintiano?

Fique com Deus.

ana karolina disse...

hahahahaha, adorei a foto... Muito bom o texto, cheio de ironias, ri muito... as pessoas são realmente "muito" originais ao escolher um título pra post falando do papa...“Reza pro Curíntia, Papa!” foi ótimo :P

Beijos

Mariliza Silva disse...

Impecável como sempre, cara!!

Quequeéisso!!!!

Amei, amei, amei, amei.

Ai que #$%*&&, nem tenho mais o que dizer para te elogiar!!!

beijão
Mariliza

disse...

hahaha adorei!! e...o papa é pop! :P

Lanark disse...

"Todos os jovens me aplaudiram. Não sabia que o povo brasileiro era tão casto e abstêmio desse jeito. Nosso Senhor está orgulhoso."


Genial.


=]