26 de junho de 2014

Dez Histórias de Saudade Que Você Não Vai Acreditar Como Terminam

E a número seis vai mudar a sua vida!!!!  



Porque a saudade mora - também - no fundo de um copo.


Quem nunca duvidou da própria saudade?


Pessoas com saudade tem uma expressão própria.



Saudade não se escreve, saudade se sente.



Saudade: o único sentimento do mundo que faz voltar no tempo.


Saudade vicia.


E saudade faz o tempo parar.


A diferença entre saudade e amor.


Apenas saudade.


Sorriso de saudade


Este é um post inspirado em todos os posts com “10 algumas coisas e o número quatro vai mudar sua vida” e com manchetes sensacionalistas que pipocam todos os dias pela internet - e o fato da "número seis" mudar a sua vida não é mérito do texto seis, e sim apenas uma desculpa para ter um "vai mudar a sua vida", que é essencial num post assim.

Na verdade, este post é quase um protesto, mas não contra o formato em si, e sim para mostrar que é possível CRIAR conteúdo em um post de qualquer formato, sobre qualquer tema – basta querer. Basta não ter preguiça.


Em tempo: as dez histórias são totalmente independentes e podem ser lidas em qualquer ordem. Mas caso vocês queiram textos um pouco mais trabalhados (eu sempre prefiro), as cores não são acidentais – os posts das mesmas cores contam a mesma história, com os mesmos personagens.

13 comentários:

Elise Garcia disse...

Até protestando você consegue ser um gênio. Sacanagem isso. =P

Fagner Franco disse...

Excelente. Genial.

Thiago Dalleck disse...

A número 8 mudou minha vida, mesmo! E o lance das cores é genial!

Fernando Santos disse...

Dez maneiras de provar que Rob Gordon é muito melhor que BuzzFeed!

Rafael oliveira disse...

O esquema das cores ficou show, deu uma outra percepção para o texto.
www.papoamigos.blogspot.com

Varotto disse...

Se eu não achasse que você fica muito metido diria que ficou muito foda mas como eu acho isso não vou dizer nada.

Varotto disse...

A número 6 me lembro um verso daquela música do Gotye (Somebody That I Used To Know) que eu acho uma grande sacada:

"You can get addicted to a certain kind of sadness"

Kika Lindoso disse...

Credo, Rob, chega a ser ridículo o tanto que você é bom. :P

Ainda vou listar as 10 coisas mais ridículas de boas que você já escreveu.

Beijo!!

Anjo disse...

Qualquer uma das dez, me lembrou "Iris" do Goo Goo Dolls.

"Saudade e a nossa alma dizendo pra onde ela quer voltar."

Luis disse...

Poha Rob que foda, parabéns, li todos os textos sem conectá-los eis que chego no fim e tem o texto/protesto/explicação e o lance das cores, li conectando as cores e os textos ficaram ainda mais fodas :D

Marina disse...

Voltei para ler tudo de novo, depois que você falou da coisa das cores. A de vermelho foi minha história preferida.

Anônimo disse...

Assim sendo, minha preferida foi a história em vermelho! Linda
Ass. Bel Lucyk (não estou conseguindo logar com minha conta do google!)

Barba Ruiva disse...

Rob, faz anos que não leio seu blog - mínimo 3. Me perdoe, por favor. Só a minha tristeza por ter perdido a sua genialidade já é suficiente.

E você não sabe a alegria que foi saber que o champ ainda tá vivo!

(Foram tantos anos que até a url eu tinha esquecido... encontrei o blog com as seguintes palavras-chaves no google: zombie run correndo moema).

Um grande abraço, e obrigado!