22 de julho de 2013

O Processo



- Por favor, o senhor Gordon?

- Sou eu.

- Só um minuto, o senhor Besta-Fera deseja falar com você.

- Oi?

- Só um minuto, senhor.

- Espere! Quem é v...

- Estou transferindo, senhor.

- Certo.

- Rob?

- Eu.

- Aqui é o Besta-Fera, tudo bem?

- Tudo. Diga.

- Você não vai perguntar se está tudo bem comigo?

- Ok. Tudo bem com você?

- Não.

- O que houve?

- Chegou ao meu conhecimento que você está usando minha imagem de forma indevida.

- Oi?

- Sim. Por isso eu pedi para minha secretária entrar em contato com você.

- Que secretária? Era você mesmo falando com outra voz, qualquer pessoa teria reconhecido isso.

- Não, não, era minha secretária.

- Certo. Se quem ligou foi sua secretária, qual o nome dela?

- É... Befea.

- Como? Befea?

- Isso. Befea. Senhorita Befea.

- Bem, o que você disse sobre uso de imagem?

- Sim, fui alertado aqui de que você está usando uma foto minha no seu Facebook.

- Sim. Eu tenho várias fotos suas lá.

- Eu tenho conhecimento disso. E eu nunca reclamei por saber da sua insignificância. As fotos estão nos álbuns, e ninguém irá perder tempo mexendo nisso. Mas, desta vez, a foto está no seu perfil.

- E daí?

- Daí que você certamente está usando minha imagem para atrair o interesse das pessoas. Usando o mesmo truque pobre de alguém que consegue tirar uma foto com alguma celebridade e usa isso a seu favor.

- Você enlouqueceu? Você liga aqui fazendo outra voz. Depois...

- Não fui eu quem ligou, foi a Srta. Befea.

- Espere aí. Befea?

- Isso.

- B... F... A... Hum... Senhorita Befea. Senhorita...

- Vamos falar da imagem, por favor? Meu tempo é curto.

- Senhorita é “Srta”! Está abreviado! “Srta. Befea”!

- Sim. É o nome da minha secretária.

- Srta. Befea é um anagrama de Besta-Fera!

- Mesmo? Nunca havia reparado.

- Ah, claro que não. Com certeza é coincidência.

- Rob, vamos focar no que é importante aqui. Além disso, sejamos sinceros: eu sou o elemento mais famoso daquela pagininha que você tem internet.

- Blog.

- Blog, pagininha, sitezinho. Tanto faz. Para quem lê Dostoievski, o que você escreve não fica muito distante de fofocas sobre novelas. É a mesma literatura tacanha.

- Certo.

- O ponto é: você está claramente usando minha imagem para atrair audiência. Exijo que você tire a imagem agora ou me forneça uma compensação por isso.

- Eu não vou tirar a imagem. É o meu perfil.

- Certo. Então, meu advogado entrará em contato com você ainda hoje. O nome dele é senhor Feateba.

- Sei. Sr. Feateba. Outro anagrama.

- Mesmo? Nunca reparei nisso também. Enfim, quanto à fotografia... Se você quiser nós vamos até os tribunais. Mas o Sr. Feateba diz que é impossível você ganhar esse caso.

- Ok.

- Então, aconselho que retire a foto.

-Ok.

- Certo?

- Certo.

- Você vai retirá-la?

- Não.

- Bem, Rob, você não me deixa escolha. Terei que levar o caso à justiça.

- Certo.

- Aguarde pelo contato do meu advogado.

- Advogado, no caso, significa você fazendo outra voz.

- Se você quiser pensar desta forma, a escolha é sua.

- Você é de um ridículo que chega a surpreender. Pode mandar seu advogado ligar. E capriche na voz, quando fizer isso. Coloque um sotaque estrangeiro, vai ficar legal.

- Passar bem.

- Tchau. Babaca.

Isso foi hoje cedo. Minutos atrás veio um oficial de justiça aqui em casa, trazer uma notificação judicial. Aparentemente, estou sendo processado pelo Besta-Fera, que exige direito total sobre meu blog e sobre todos os meus perfis em redes sociais. Além disso, quer 80% do valor de todos os trabalhos que eu realizar nos próximos seis meses.

Na notificação consta também o nome do advogado dele: Antônio Luís Feateba. O sujeito tem registro na OAB e tudo mais. E acabou de ligar aqui dizendo que não adianta eu mudar a foto do perfil do Facebook, pois a imagem já foi salva e será usada no julgamento.

Preciso de um advogado.

Atualização: Acabei de receber autorização do advogado de Besta-Fera para ilustrar o post com uma imagem, com a condição de que a legenda da imagem fosse previamente aprovada. Segue abaixo.

"Eu tentei avisar, Rob."

4 comentários:

Marina disse...

Hhuahauhahaua! Nunca duvide do Besta-Fera.

Ricardo Wagner disse...

Você tem em casa um gato, que julga ser servo do mal.

E servos do mal tem ligação direta com o inferno.

E onde estão os advogados?

Está esperando o que? Faça o ritual e convoque o maior advogado de todos, segundo seu gato.

Fernanda disse...

Aposto que o Gato é o advogado do Besta Fera...

Bel Lucyk disse...

<3
os melhores posts são sempre do Besta-Fera <3