10 de outubro de 2012

Drummond 2.0


O revolucionário de sofá brigava com a feminista que brigava com o machista que brigava com o homofóbico que brigava com o militante de esquerda que brigava com o militante de direita que brigava com o fã radical de música que brigava com o jornalista que brigava com o blogueiro que brigava com o defensor do politicamente correto que brigava com o fã radical de séries que brigava com a menininha da moda que brigava com o metido a nerd que brigava com o sujeito comum que desligou o PC e foi viver.

20 comentários:

Adriano disse...

E a velha a fiar.

Elise Garcia disse...

E o pintinho piu.

:D

Varotto disse...

Adoro finais felizes...

Varotto disse...

Por que será que o fã radical de música apareceu duas vezes?

Varotto disse...

"metido a nerd" se alguém, há uns poucos anos, me contasse que isso ia existir, eu ia chamar de maluco.

Como é misterioso o incrível mundo da muóda...

Rob Gordon disse...

Adriano:

A fiar.

Rob

Rob Gordon disse...

Elise Garcia:

O pintinho é o mais sábio de todos.

Beijos

Rob

Rob Gordon disse...

Varotto:

Bobagem minha, um deles era fã de série. Já arrumei, valeu pelo toque.

Abraços!

Rob

Fagner Franco disse...

O-lê-ia-ô!

Ana Claudia Savini disse...

"metido a nerd" se alguém, há uns poucos anos, me contasse que isso ia existir, eu ia chamar de maluco.

Como é misterioso o incrível mundo da muóda... [2]

Ah, esse Varotto... :D

Hally disse...

Faltou aí o fanático religioso. Mas, olha, eu sou um monte dessas coisas aí, inclusive metida a nerd, e desligo o pc de vez em quando pra apreciar um mundo onde as pessoas se respeitam (ou eu sou esquizofrênica e inventei um mundo próprio onde as vozes me mandam ser gentil...)

Marcus Vinicius disse...

No fim, o sujeito que desligou o PC sempre vence, hehe.

Camila disse...

De revolucionário e nerd todo mundo tem um pouco... de qq modo é sempre saudável desligar o pc de vez em qdo e ir viver um pouco lá fora...

Rafiki disse...

E eu fico aqui pensando se todos eles são um só pessoa, mas pelo menos ela silenciou os seus e foi caminhar.

Rob Gordon disse...

Fagner Franco:

Ia-ia-ô!

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Ana Claudia:

Ele resumiu bem demais, né?

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Hally:

Você não é esquizofrênica, não. No mundo "real", as pessoas se respeitam mais mesmo. Nem acho que seja por educação (na verdade, se elas não se respeitarem no mundo real, elas podem levar um murro na boca), mas se respeitam mais, sim.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Marcus Vinicius:

Sempre. Mesmo com os outros sempre achando que ele "fugiu".

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Camila:

Todo mundo tem um pouco de tudo - ou quase tudo - que eu citei aí. O problema é quando a pessoa resolver ser extremista. Aí ela simplesmente para de ouvir opiniões contrárias a ela e se torna insuportável.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Rafiki:

Talvez seja apenas uma pessoa. Quem sabe?

Abraços!

Rob