24 de setembro de 2012

Manhã dos Mortos


- Bom dia.

- Rrrrrrrrrrr....

- Por que você está parado na sala?

- Ugh?

- Você está bem? Você está mancando!

- Uuggghhhh...

- O que você tem?

- Rarw!

- Cuidado, você está batendo nas cadeiras!

- Raaaaawr!

 Faz quanto tempo que você acordou?

- UUUGHHHH!

- Me largue! O que você quer?

- Ca.... RRRR.... Fé....

- É café?

- Ca.... Fé....

- Você quer um café?

- Ca.... Fé....

- Está aqui. Eu já tinha feito.

- Uuuugh...

- Bebe mais. Isso.

- Ugh?

- Bom dia, Rob.

- Oi, Ana.

21 comentários:

@Nenéia disse...

O duro é preparar o próprio café nesse estado... eu sei... experiência própria.

Hally disse...

huahuahuahuahuahuahua conheço bem essa sensação =D

Elise Garcia disse...

huahuahuahuahuahuahua conheço bem essa sensação =D [2]

Hydrachan disse...

É tipo chegar em casa com tanta fome, mas tanta fome, que não se tem ânimo para fazer algo para comer...

Varotto disse...

Brain... Brain... Ah, café? Tudo bem, vai servir.

Larissa Bohnenberger disse...

Huhauahuahuhauahuah!!! Compreendo muito bem esses grunhidos... kkkkkkkkkk!

Bjs!

Fagner Franco disse...

A Bela e a Fera, seria outro bom título...rs. Com direito a transformação no final.

Barlavento disse...

Conviver com um dependente é isso.

disse...

Entendo sim. Quando a gente acorda é assim mesmo, um bicho estranho e agressivo, que odeia tudo... menos o café. rss

Michele disse...

huahuahuahuahuahuahua conheço bem essa sensação =D [3]

Marcus Vinicius disse...

Entendo bem também. Café é primordial pra dar início ao dia. =)

Rob Gordon disse...

@Neneia:

É impossível. Quando eu morava sozinho, em alguns dias eu pegava a caneca e ficava quase cinco minutos olhando para ela, tentando entender o que eu devia fazer com aquilo e como aquele objeto havia chegado à minha mão.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Hally e Elise:

Eu também. É todo dia assim!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Hydrachan:

É mais ou menos isso!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Varotto:

Quem não tem cérebro, caça com café mesmo.

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Larissa:

Eu também. E espero que nunca me perguntem o que eles querem dizer, porque eu não faço ideia nem de quem eu sou naquela hora, quanto mais do que estou tentando dizer.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Fagner Franco:

O problema é que aqui o bule não ia poder cantar e dançar, porque eu já pegaria ele no ar e viraria o café dentro dele!

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Barlavento:

Nós não precisamos de repressão, mas sim de ajuda e compreensão da sociedade.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Fê:

Vale acrescentar: Um bicho que odeia tudo E NÃO COMPREENDE NADA. Menos o café. :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Michele:

Eu também. Todos os dias. :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Marcus Vinicius:

Exato. Sem café, não há dia.

Abraços!

Rob