4 de maio de 2012

Cenas de um Casamento


Alguns dias atrás, eu e a Namorada tivemos uma briga.

Não foi nossa primeira briga, e também duvido que seja a última. Era um sábado de manhã. Brigamos na parte da manhã e depois fizemos as pazes - com direito ao nosso abraço, ao nosso pedido de desculpas. E com um beijo. Nosso beijo. E, mais importante, com a decisão de não estragarmos o dia inteiro por causa de uma simples discussão.

Assim, seguimos os planos traçados na véspera: montamos nossa churrasqueira no quintal e passamos o dia ali, ouvindo música, bebendo, conversando e comendo. E quando o Sol resolveu se esconder, tomamos banho e deitamos na nossa cama, para assistir um filme na nossa TV.

E assim o dia se encerrou.

A peça que faltava...

Teria sido apenas mais um dia como outro qualquer se não fosse o número de vezes que as palavras “nosso” e “nossa” se repetiram nestes parágrafos. Não é por falta de vocabulário, mas sim para mostrar a grande mudança da minha vida nos últimos meses.

Pois não existe mais a vida dela ou a minha vida.

Agora, existe apenas a nossa vida.

Assim como aconteceu com boa parte do nosso namoro, a decisão de morar juntos foi tranquila. Na verdade, estávamos morando juntos já há alguns meses, mas não em caráter oficial. Isso porque estávamos sempre grudados, seja na minha casa ou na dela. Basicamente, estávamos morado juntos, mas em duas casas.

Hoje, moramos juntos de verdade.

Moramos na nossa casa.

Nada ainda é em caráter oficial, visto que o tão esperado jantar para as famílias ainda não aconteceu, pelo simples motivo de que estamos há semanas no meio da mudança. Afinal, não é fácil encontrar lugar para centenas de DVDs, livros, quadrinhos – isso sem falar nas caixas de roupas – da noite para o dia.

E é assim, com calma, que vamos arrumando tudo. Cada caixa guardada é uma vitória que vai transformando uma simples casa em um lar. Aos poucos, a sala, o quarto, o escritório e até mesmo o quintal vai ganhando nossa cara. E, com isso, vai ficando com o nosso cheiro, nossas lembranças, nossas marcas. Nossa história, dia após dia.

E, aos poucos, vamos tocando nossa vida, sempre dando um passo de cada vez, sempre tentando dar o melhor de si para o outro. Aprendendo e ensinando a cada dia; descobrindo e sendo descoberto a cada minuto, a cada conversa. Sempre com respeito, sempre com sinceridade.

Como todo casal, temos nossos problemas; mas gosto de pensar que estamos em vantagem numérica. Afinal, nem todo problema faz parte de um casal. Nós somos dois e os problemas, por maiores que eles pareçam, sempre são apenas um.

E a vida foi feita para ser vivida a dois. Sempre com amor. Sim, a palavra chave aqui é amor. Nós convivemos muito bem, temos gostos, sonhos, vontades e planos parecidos, mas nada disso funcionaria sem amor.

E ele se faz presente a cada momento. No bombom comprado de surpresa na volta para casa, no prato preferido servido no jantar. Nos passeios diferentes do final de semana, ou no programa bobo assistido na televisão debaixo dos cobertores.

O amor existe do “bom dia” ao “dorme bem”, e vive de brincadeiras, de abraços no meio da tarde, de beijos antes de dormir. O amor está em cada conta paga, em cada copo lavado, em cada gargalhada que escapa no meio da conversa, em cada colo.

O amor está em cada discussão, vive no apoio incondicional que um dá ao outro, mora no abraço apertado com cheiro de “vai ficar tudo bem”, existe em cada olhar.

Pois, como um beatle afirmou certa vez, love is more than just holding hands.

Claro que morarmos juntos implicou em algumas mudanças: a primeira que me vem à mente é o Besta-Fera. Como um dos cachorros da Ana não suporta a existência de outros cães machos no mesmo planeta que ele, Besta-Fera mudou-se para a casa dos meus pais.

Calma, calma. Antes que vocês comecem a jogar pedras em mim, adianto que ele está mais feliz que nunca, correndo pelo quintal junto com meu sobrinho. E não passa mais de uma semana sem que eu o veja. E certamente ele jamais deixará de aparecer no blog. Prometo.

A outra mudança é que, com isso, eu ganho outro papel: agora sou padrasto de um adolescente de 16 anos. Mas isso é um assunto um pouco mais extenso, que eu quero abordar num outro post, com mais calma.

E é assim que vamos vivendo nossa vida. Se nossa história começou de forma conturbada por causa da minha depressão, hoje vivemos de forma muito mais sossegada. E, sinceramente, acho que eu e ela merecemos isso.

Sim, nós usamos chaveiros de compromisso.

E, agora, eu quero falar diretamente para ela:

Você merece muito mais do que eu. O amor é feito de escolhas, e você escolheu conviver durante meses com meu lado negro, sem nunca fraquejar ou desistir, sem nunca dar um passo atrás, sem nunca deixar de buscar o bem que existe em mim – e que você nunca deixou de acreditar que existia.

Aparentemente, você conseguiu.

Mais do que me amar, você me salvou. Você me salvou de mim mesmo e me resgatou de uma época em que eu, perdido, não conseguia ver propósito em nada – nem em mim. E você nunca me pediu nada em troca, justamente porque me salvou por (e com) amor. Eu sempre lhe disse isso e sempre vou dizer: God only knows what I’ve be without you. Amo você.

Aos amigos que sempre estiveram ao nosso lado, desde o começo de nossa história: nossa felicidade é de vocês também – bem como a nossa paz. Alguns de vocês já conheceram nossa casa e somos muito honrados por isso. Os demais certamente ainda jantarão aqui e sempre serão muito bem vindos. Em nosso nome, muito obrigado por tudo.

A todos os leitores, tanto os novos como aqueles que frequentam este blog há tempos: como eu disse no início do post, alguns dias atrás, eu e a Namorada tivemos uma briga.

Fico muito feliz e orgulhoso de poder dizer a vocês que horas depois, eu e minha Esposa fizemos as pazes.

78 comentários:

R. disse...

PRIMEIRA!

R. disse...

agora sério. alguma pessoas são mais do que pessoas em nossas vidas. são bençãos. fico extremamente feliz de ler o upgrade do status de namorada pra esposa. apesar de saber que desde o início ela sempre foi mais que namorada. parabéns ao casal. bjo grande. (e amei os chaveiros)

Natalia Máximo disse...

Cara, chorei, de verdade. Rob, fico muito, muito feliz de ver que vocês dois, pessoas que gosto muito, estão tão bem, principalmente depois de tudo que vocês passaram juntos. Vocês merecem, e que venham muitos e muitos anos de felicidade, amor, abraços, beijos, carinhos - e algumas briguinhas, porque sei que vocês vão tirar de letra!

Na Braga disse...

Histórias bonitas assim nos lembram que ainda há esperança no mundo!
Congrats!

Varotto disse...

Já disse isso pessoalmente a vocês e repito, muito legal a iniciativa de juntar os trapinhos, como se dizia em outros tempos. Enfim, nem preciso desejar muitas felicidades a todos, mas já que já escrevi mesmo, não vou ter o trabalho de apagar.

Agora, sobre a forma, além do conteúdo, achei que esse parágrafo foi um de seus mais inspirados em muito tempo:

"Como todo casal, temos nossos problemas; mas gosto de pensar que estamos em vantagem numérica. Afinal, nem todo problema faz parte de um casal. Nós somos dois e os problemas, por maiores que eles pareçam, sempre são apenas um."

Dani Cavalheiro disse...

<3

Lindo, Rob. Parabéns. E que data, hein? May the 4th be with you!

Beijos pros dois!

Bia Nascimento (@beatrisgn) disse...

Rob e Ana,

Sem palavras, gente! Vontade master de dar um abraço apertado em vcs e desejar toda a felicidade, sorte e amor do mundo! Faço isso na próxima oportunidade :)

Beijos,
Bia

Fagner Franco disse...

Puta merda! Meus olhos brilharam. Se tivesse num lugar mais privado (estou no trabalho, cheio de gente falando alto e tal), teria chorado com certeza. Coisa linda de se ver, de se ler, de sentir. Vocês são sensacionais e agora posso dizer isso com mais conhecimento de causa, já que, enfim, vi vocês. Parabéns por...vocês! Parabéns por vocês!

Nelson disse...

Rob:

Primeiramente, desculpe estar sumido. As coisas andam corridas por aqui, e quando sobra tempo pra ler seus textos, falta inspiração para comentá-los.

Puta que pariu! Fiquei feliz pra cacete! Dia 12 agora eu faço 6 meses de casado, e sei que esses estão sendo os 6 meses mais felizes da minha vida.
Desejo, do fundo do coração, que vocês dois sejam felizes, e tenham uma vida tão boa quanto a minha. Não há sentimento melhor do que dividir a vida com uma pessoa amada, e mesmo longe percebo o quanto vocês se amam e se completam. Foda cara! To feliz mesmo!

Não tenho a capacidade de traduzir meus sentimentos em texto (que nem você faz), mas acredite: estou tão feliz quanto vocês pela notícia!

Felicidades, meu amigo. :-)

Michele disse...

caaaaaara, eu tinha certeza desse upgrade!

e vc doou seu filho pros seus pais? =/ (é que pra mim, animais são como filhos. e sim, se a Mia ficar doente por causa da Mônica ou da Lola, eu dou remédio, mas não doo as gatas). mas pelo menos ele tá bem, feliz com o mini Rob(pq, desculpe o pai, mas essa criança saiu mt igual ao tio mesmo).

e agora, ao casal: morar junto é um grande passo, às vezes natural, às vezes planejado. mas não importa se é planejado ou atual, o que importa é que esse passo seja feito com amor. e isso, a gente vê que vocês transbordam. amor.

um grande poeta já dizia que "the love you take is equal to the love you make", e eu acho que isso reflete em vocês. as poucas fotos que já ví dos dois juntos mostram isso.

bom, eu tou meio sonolenta, acabei de acordar(afinal, SEXTA É O MEU DIA DE FOLGA - pra trabalhar sábado 8 da manhã, claro), mas o que eu quero dizer é parabéns por mais essa etapa na vida de vocês. que vocês sejam muito felizes. e ó, ser padrasto não é fácil não, viu? exige muito de ti. seja um bom padrasto e você será muito querido também.

e ó, como uma pessoa q já tinha filho antes de casar(no meu caso, casar de novo), não encha o saco da Ana com terem filhos de vocês. sério. se ela quiser, vocês terão. se não quiser, live with it. (queria tanto que meu marido entendesse isso, aliás... q ele não terá filhos dele. ao menos, não comigo.)

enfim, beijos, felicidades ao casal e que vocês sejam muito felizes nessa nova etapa.

ps.: estou brava pelo lance do besta fera.

Elise disse...

Eu tinha a impressão de que esse post viria logo, logo... eu já estava feliz por isso, mas deixe-me expressar isso aqui: PARABÉNS, ROB E ANA! Eu não tenho muito o que dizer a não ser isso, porque eu sei que paz, saúde, amor, harmonia e tudo o mais vocês já conseguiram... E como eu sempre torci pro Rob ficar bem, e a Ana foi fundamental pra que isso acontecesse, mais tarde eu farei um brinde aos dois, aqui no meu quarto - que não é na casa da minha mãe, rs - e vou celebrar a união de vocês com este brinde.

=)

Hydrachan disse...

Pois é... Eu costumo vir aqui. Leio, reflito, rio, penso, às vezes comento, e sempre me surpreendo.

Mas hoje, Rob, você fez muito mais do que me colocar para refletir. Acho que você me ajudou a tomar uma decisão. E isso provavelmente vai virar um post. ;)

E quanto a vocês, eu só posso desejar que sejam felizes! Extremamente felizes! Incrivelmente felizes! Porque sabe... Ser feliz não significa não ter problemas. Ser feliz significa que vocês são maiores que os problemas.

Meus pais dão curso para noivos e eles costumam dizer que o casal feliz é aquele que tem problemas e aprende a resolvê-los juntos. Casal que não resolve os problemas junto, não aprende a ser feliz junto.

Acho que a relação de vocês tem futuro, então. ;)

Bjs!!

disse...

Fico feliz demais em ler textos como esse, bem humorados, leves e de conteúdo mais do que importantes. E principalmente ler isso depois daquela fase bem ruim que vc passou... Parabéns aos dois. Fantástica noticia!!! FELICIDADES!

(and MAY the 4th be always with you) =D #StarWarsWayOfLife

disse...

... só fiquei triste pelo Besta Fera. Eu sei, eu sei, ele está melhor com o seu sobrinho hiperativo com ele. Eu sei que grandes gênios do mal só podem ser domados com esse tipo de meditação *não*zen. Eu mesma tive que fazer isso com as minhas duas "pequenas" cocckers... Mas isso não diminui a tristeza que fica no meu coração de pensar no BF longe de você. =/

Juliana Leodoro disse...

Felicidades!!! Que ótima notícia!!!

Visite bastante o Besta-Fera, que agora não fica tão sozinho durante o dia, ele vai estar bastante ocupado ;)

Abraços ao casal e muitos bons churrascos! Ah! E um bom inverno agarradinhos!

Mariana Sillva disse...

É realmente estranho como podemos sentir uma imensa felicidade por quem não conhecemos... E é assim que me sinto agora, feliz e desejando toda a felicidade do mundo pra vocês...

Morar junto, casar, amasiar(fui longe, hehe)é um grande passo e merece ser muito comemorado com churrascos, festas ou mesmo com a pizza da madrugada.

p.s.1: Besta-Fera vem morar aqui comigo, seu lindo!!!

p.s.2: Obrigada Ana, por não ter deixado o Rob desistir.

renata de toledo disse...

Rob e Ana! Muitos parabéns por essa iniciativa corajosa e linda, que faz pensar que os poetas estavam certos, o AMOR sempre vence! Ainda mais um AMOR desse, que pega um bicho feio como a depressão e chuta na cara.

ah. assino também o comentário da Michele. [ps.: estou brava pelo lance do besta fera.]2 Não vou jogar pedras em você, mas se te encontrasse na rua por acaso um dia, ia ser como aquelas cenas de filme:

SLAPT! na sua cara - Essa foi pelo Besta-Fera... :o)

Ana disse...

Me sinto um pouco na obrigação de fazer um comentário, mas honestamente não sei o que dizer.
Acho que esse post com jeito de novidade não é bem uma novidade, e sim uma constatação de algo obvio. Que há muito tempo já não existe Ana sem Robson e nem Robson sem Ana e que todo o mundo já viu que o amor de você é muito maior do que qualquer coisa. Maior do que as brigas e as escuridões, maior do que meus votos e até mesmo maior do que essas palavras que você escreveu, Rob.

Amo vcs dois.

@Nenéia disse...

Muito, muito feliz por vocês, mesmo. Desejo uma vida longa e próspera ao casal : )

Camila disse...

Fico muito feliz por vocês, Rob e Ana! Vocês merecem tudo de melhor sempre! Vocês dois são exemplos de pessoas que eu queria ser, sério mesmo. :)

Muitas felicidades e que vocês ainda tenham milhares de histórias para contar para a gente aqui no blog.

Beijos e abraços!

Lú Secco disse...

Congrats! Q vcs tenham uma longa viagem juntos e saibam aproveitá-la ao máximo!

Mario Cau disse...

Rob e Ana, que felicidade!
É meio que o resultado óbvio de uma jornada mto bonita...
Vcs são ótimos juntos, e com certea dividirão muita felicidade, ainda mais agora, que dividem um teto.
Desejo TUDO de melhor pra vcs, sempre! Mto amor, poesia, diversão, cumplicidade e essas coisas tão boas.
Abraços e brindes!

Sil disse...

Você merece ser feliz meu querido e meu coração se alegra imensamente sabendo que você encontrou seu caminho.

Eu não conheço a Ana mas tenho certeza que ela é uma pessoa maravilhosa e que vocês serão muito felizes juntos.

Que Deus abençoe seu lar e sua vida.

Beijos

Sil

Hally disse...

Oun, que fofo!

Quero desejar muitas felicidades a vocês dois, muitas boas histórias para a vida e para o blog.

Que essa mudança aí seja muito bem vinda pra criatividade e vida de ambos. E que tudo dê certo sempre pra vocês (com uma pontinha de emoção).

Ainda quero ter o prazer de visitar esse lar e esse casal muito querido. E dar um cheiro no Tony, aquele lindo =~~.

Enfim, nem sei mais o que dizer, tamanha felicidade em saber dessas boas novas e do orgulho que tenho, de, mesmo de longe, ter acompanhado tudo isso desde o início. Me sinto íntima hehehe =D

Dani disse...

Lindo post, nem conheço vocês, mas me sinto bem próxima para desejar toda a felicidade do mundo.

Não vou escrever mais nada pq estou puta de nervos por causa do Besta Fera e não quero utilizar palavras de baixo calão...

Pedro Lucas Rocha Cabral de Vasconcellos disse...

Eu ia soltar um "E o casamento vai ser quando?" no twitter outro dia, mas fiquei com medo de errar hahahaha.

Li o texto todo com um sorriso bobo no rosto, porque a felicidade de voces eh a minha alegria, e a paz de voces eh a minha felicidade.

Ano passado quando nos conhecemos "de verdade," enquanto voce fumava um cigarro eu perguntei pra Esposa:

-E voce e o Rob, heim?

E eu vi um sorriso de canto de boca escapando dela, ao mesmo tempo em que seus olhos se iluminavam.

E naquele momento eu, apesar de nao ter certeza de nada, torci muito, muito, por voces dois. E ler esse texto me faz realmente, muito feliz.

Nao lhes desejarei felicidade eterna, pois felicidade sozinha nao subsiste, brigas fazem parte, e momentos complicados todos temos. Porem lhes desejarei, de todo o meu coracao, paz, paz eterna, paz sempre, paz duradoura.

Pois se tem algo que voces dois conquistaram, foi o direito de estar em paz.

PLRCV

Lara disse...

já é a terceira vez que leio esse post e continuo me emocionando. você tem um jeito com as palavras que não tem como...

eu te acompanho faz tempo já. e, de uns tempos pra cá, tenho acompanhado também a ana. quando eu percebi o quanto vocês eram bons ao estarem juntos, decidi que ela também deveria fazer parte do meu dia a dia.

eu gosto muito de você, Rob. gosto mesmo. sofri junto na sua depressão, antes mesmo de você falar abertamente dela. me alegrei com cada vitória e agora mais essa. porque esse casamento é uma vitória, é a constatação que o amor existe e que pode ser lindo (assim como esse chaveiro, que coisa mais simpática)

e por gostar tanto, que eu resolvi comentar. não faço isso normalmente, porque o comentário parece pouco perto do que eu leio aqui, mas hoje eu fiz questão de desejar uma vida boa e feliz e agradável e que o bom dia de todo dia nunca falte. que não falte a esperança e que a união de vocês seja mais forte que qualquer problema que possa aparecer. desejo que seja tal qual conto de fadas: e eles foram [serão] felizes para sempre.

ana, cuide bem do rob como você sempre fez. rob, cuide bem da ana para retribuir os sorrisos que agora são nossos.

obrigada por existirem.

Patricia Borges disse...

Ana e Rob,

Recebam os parabens de uma leitora que não os conhece (ou só conhece pelo blog) e que estaca ha dias sofenso com um rompimento de um noivado. Esse post me fez passar do pensamento "amor é ficção" para "cara...acontece mesmo!". E vocês não tem noção de como isso vale !
Sucesso e força sempre !

Patricia Borges disse...

estava...sofrendo...
A leitora abandonou o noivo e acha que pode abandonar os óculos....
sorry ! :)

gilgomex disse...

Então seja bem vindo à vida de casado. Não tenho nada mais a dizer... rs

Lua Durand disse...

Rob, fico muito feliz por vocês! A vida é muito curta pra ser vivida sem amor.

Muita luz para essa caminhada juntos, muito amor, leveza e poesia!

Cheiro pra vocês

Brunín Assis disse...

Desde que você anunciou que tinha mudado, eu imaginei que algo assim tinha acontecido. Faltava só a confirmação oficial (a.k.a. postagem no Champ) e agora ela tá aí.

E se é possível ficar feliz por duas pessoas que você não conhece, eu realmente estou. Parabéns pra você e pra Ana e boa sorte nesse futuro juntos.

E pode falar que eu já tô com saudades do Besta-Fera?

Ana Claudia Savini disse...

Luv,

Eu não mereço mais do que você. Nós dois merecemos já que ambos tivemos que conviver com nossos lados negros. Ambos fomos ao fundo do poço e voltamos. Cada um do seu jeito, cada um da sua maneira, cada um com seus fantasmas pessoais. E eu nunca desistiria de você. Você é minha maior conquista. A de que tenho mais orgulho.
Buscar o bem que existe dentro de você não foi tão difícil assim já que você é a pessoa mais incrível que já conheci. O melhor companheiro, o melhor amante, o melhor amigo, o melhor namorado, o melhor pai.drasto, o melhor marido.

Te amo e te admiro deveras.

Beijos,

Sua Esposa.

A todos nossos amigos queridos que estiveram do nosso lado o tempo todo, com o maior saco do mundo para aguentar nossas lamúrias, nossas neuroses, nossas aflições e nossas besteiras:
Vocês são os melhores. Mesmo.

Ana Kormanski:
Também te amamos, sua linda. Alguns momentos teriam sido muito, mas muito mais difíceis sem você. <3

E a todos que nos desejaram sorte, que torceram aí do outro lado do monitor e que nos desejaram felicidade:
Todas as energias positivas de vocês foram muito bem recebidas e ajudaram muito. Super obrigada de coração.

E só para terminar, o Besta-Fera está Ó TE MO. Não teria como ser diferente, ele está com as pessoas mais fofas e bacanas que poderiam existir: os meus sogros. Eu e o Besta-Fera temos muita sorte de tê-los em nossas vidas.

Fê do Babu disse...

Gente, fiquei mto feliz por vocês!! A gente se vê mto menos do que gostaria, mas isso não quer dizer que o bem querer é menor. Quero que vocês sejam muito felizes! Momentos dificeis sempre vão aparecer mas são eles que fazem os bons momentos inesqueciveis. Contem sempre com a gente! bjos Fê

Manii disse...

Rob, como ousa me fazer chorar? ;___;

Parabéns pra vocês. <3

Rayssa Lira disse...

Nossa, que post lindo, estou maravilhada.
Após algumas lágrimas que caíram ao ler quero parabenizar os dois por serem tão "os dois". Vocês são um casal incrível e admiro vocês bastante por isso, entrar num relacionamento é realmente algo árduo que se transforma em algo gostoso com o passar do tempo se soubermos lidar. Jeitos, manias, costumes, etc sempre levados em conta e isso torna a convivência um pouco mais complicada, mas vocês conseguem levar isso tão bem. Conheço-os a pouco tempo, mas já gosto bastante da Ana e do Rob que o Lucas sempre comentava, um casal incrível e que merece muito mais histórias a serem contadas e muito mais posts nesse blog sensacional.
Beijos.
@acouveflor

P. Yuuko disse...

Que post bonito. Parabéns ao casal, e boa sorte nessa nova fase da vida dos dois ;)

Adônis disse...

Parabéns, Rob e Ana. Muitas felicidades à vocês dois! :D

Entre Embarques disse...

Ainda acho a roupa do meu cabide. Deve tá por aí, mistura com lençóis... e nunca vi declaração mais linda do mundo! Deus abençoe vocês. (:

Lilian disse...

E eu que acabei não vindo aqui no dia anunciado?

Mas bem, bem... Rob e Ana, FELICIDADES. Fiquei muito emocionada com o post. É muito bonito ver uma história de amor se desenrolando na nossa 'frente', com os posts, acompanhando vocês. Dá uma esperancinha, sabe?

Tão legal ver que, em meio à tempestade, tudo se encaixou... tudo acabou dando certo, porque era assim que era pra ser. Gosto de pensar nessa forma.

Sejam felizes mesmo - e adorei isso que o Rob disse: enquanto vocês forem dois e os problemas 'forem' só um, tá tudo certo.

Abraços aos dois!

Rob Gordon disse...

R:

Benção. A forma que você descreveu define muito bem. E, realmente, deste o início ela foi mais que minha namorada. Ela foi uma... benção. :)

Muito, muito obrigado mesmo. Por tudo, sempre.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Natalia:

Eu sabia que você seria uma das primeiras a comentar. E sabia pois, mesmo sem nos vermos como gostaríamos, sua amizade sempre foi frequente e muito importante para a gente (e isso está longe de ser uma frase feita, acredite).

Muito obrigado! :)

Beijos

Rob

Rob Gordon disse...

Na Braga:

Sabe algo que eu aprendi? Sempre há esperança. Sempre. Muito obrigado!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Varotto:

Você é outro que está num patamar diferente, acompanhando tudo de perto há meses. E agradeço por tudo, seja este tudo escrito ou falado em meio a garfadas de picanha.

E quanto ao parágrafo... Melhor que ser inspirado, ele é verdadeiro. E isso faz diferença, não apenas no texto, como (principalmente) na vida.

Abraços, cara! Valeu!

Rob

Rob Gordon disse...

Dani Cavalheiro:

Juro que a sacada da data foi sem querer e nada planejado. Mas, não há mal algum em saber que a Força estará conosco, sempre.

Beijos e muito obrigado!

Rob

Rob Gordon disse...

Bia:

E que esta próxima oportunidade não demore a chegar! Queremos muito! :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Fagner:

O sentimento é recíproco. Lindo de se escrever, de se viver... E, no caso de amigos como você, de ser lido num momento como esse. Muito obrigado, cara!

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Nelson:

Quanto ao sumiço, fique tranquilo. Estaremos sempre aqui. Já quanto aos votos... Muito obrigado, cara!
De verdade. Você tem razão quando diz que não nada melhor que dividir uma vida. É algo que habita o dia inteiro, envolvendo todas as decisões possíveis - por menores ou maiores que sejam - e que sempre tem uma recompensa: saber que amanhã será tudo desta forma, novamente. Mesmo sem te conhecer, sei que é assim do seu lado; e afirmo que é assim aqui. :)

Muito, muito obrigado, cara!

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Michele:

Por partes. Antes de tudo, muito obrigado pelos votos! É importante demais para mim ler isso de alguém como você, que acompanha o blog - e, por consequência, minha vida - há tanto tempo. Muito obrigado por isso, de verdade. Conta muito - mesmo porque esta nova etapa não será apenas mais uma "etapa".

Quanto ao Besta-Fera... Ele está ótimo, pode ter certeza - e aguarde notícias dele por aqui em breve. Filhos? Por enquanto não - ainda estamos decidindo como guardar os CDs. :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Elise:

Muito obrigado. Não somente pelos votos, mas pela torcida em me ver melhor. E, sim, você tem razão: a Ana foi fundamental para isso - e se existisse uma palavra maior e mais forte que "fundamental", eu usaria aqui. E essa paz que temos hoje tem muito a ver com vocês, também, e com todo o apoio que vocês sempre demonstraram!

Muito obrigado, de verdade!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Hydrachan:

Olha... Se isto tudo ajudou você a tomar uma decisão, o mínimo que espero é que ela seja tão boa quanto as coisas aqui deste lado. E passe o post depois, quero ler. :)

Agora, o que você disse de "ser feliz é saber resolver os problemas"... Bem, você não poderia estar mais certa. De verdade. Eu e a Ana já atravessamos muitas coisas, mas o que essas coisas não sabem - para a nossa sorte - é que cada vez que isso acontece, eu e ela ficamos mais unidos. :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Fê:

Muito obrigado! Olhando a coisa por essa ótica que você colocou... Aparentemente, há males que vêm para o bem, não?

E que a Força esteja sempre conosco!

PS = Quanto ao Besta-Fera... Fique tranquila: ele tem agora um quintal inteiro à disposição, e um menino de dois anos para correr junto com ele. Vamos ser sinceros: o que mais ele precisa da vida?

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Juliana Leodoro:

Obrigado! E pode ter certeza que este inverno será o melhor até hoje!

E não se preocupe, eu e Besta-Fera não ficamos mais de uma semana sem nos vermos e brincarmos juntos. :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Mariana Silva:

E pode ter certeza de que receber esta energia positiva de gente que você não conhece também é estranho... Mas é muito, muito recompensador! :) Muito obrigado por me propiciar essa sensação!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Renata de Toledo:

Quando dizem que "Love conquers all", estão falando de um tipo único de amor: o verdadeiro. :) Afinal, como eu citei no texto, é muito mais ficar de mãos dadas. Muito mais.

E não se preocupe com o Besta-Fera. Ele está ótimo e manda lembranças!

Muito obrigado!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Ana K:

Para os mais próximos, assim como você, realmente não teve sabor de novidade – como você disse, era algo bem esperado, quase óbvio. Mas esta obviedade tem muito a ver, também, com as pessoas que cercam a mim e a Ana. As famílias e os amigos mais próximos, que sempre estiveram ao nosso lado nos momentos difíceis, tornando cada um deles em algo não tão difícil assim. E, por isso, nós seremos eternamente gratos.

Muito obrigado por tudo!

Beijos

Rob

Rob Gordon disse...

@Neneia:

Muito obrigado, pelos votos e pela felicidade compartilhada!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Camila:

Agora fiquei até sem graça, de verdade. Acho que falo isso pela Ana também. Nunca pensamos em ser exemplo - apesar de já terem falado isso aqui no blog antes. Na verdade, acho que apenas tentamos viver cada dia da forma mais honesta e correta possível, sem prejudicar ninguém - e, acredite, isso é algo que conversamos muito, justamente para não termos margem de erro. Mas muito obrigado por isso, me tocou de verdade!

E as histórias estarão sempre aqui, esperando para serem contadas... No blog ou numa mesa de padaria. :)

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Lú Secco:

Cada dia será uma viagem melhor que a outra! Pode ter certeza!

Beijos e muito obrigado!

Rob

Rob Gordon disse...

Mario Cau:

Você é outro departamento, cara. Agradeço os votos e o comentário, mas, na verdade, agradeço mais a amizade e a parceria. Você é de longe uma das pessoas mais bacanas e talentosas que eu conheci nos últimos tempos. Me sinto muito sortudo de poder trabalhar com você, e honrado de ter você como amigo.

Valeu, cara! Por tudo!

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Sil:

Muito obrigado! Não apenas pelos votos, mas por todos estes anos, nos quais você torceu - estando perto ou longe, não importa. Nunca vou me esquecer disso.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Hally:

Muito obrigado! E você é íntima, sim - seu copo está sempre reservado aqui para quando quiser tomar uma cerveja aqui! É o mínimo que podemos fazer por alguém que, como você disse, acompanhou tudo desde o início, mesmo que de longe.

E pode ficar tranquila, porque uma mudança dessas só faz bem. Para a vida, para a criatividade e para todos ao nosso redor!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Dani:

Calma, calma. Besta-Fera nunca esteve tão bem - e vai continuar dando as caras aqui, como sempre. No mais, só me resta agradecer pela honra de você se sentir próxima a esse ponto, somente pelos textos do blog. Nada é mais recompensador que isso para mim, aqui deste lado da tela.

Muito obrigado, mesmo.

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Pedro:

Por mais que eu tentasse, eu não conseguiria agradecer o seu comentário à altura. Sem desmerecer os outros, foi uma das mensagens mais fortes e sinceras que recebi nos últimos tempos. Queria dizer a você que tanto eu como a Ana nos sentimos muito sortudos por ter você como amigo - e que o único problema do jantar no Degas foi que ele acabou sendo mais curto que deveria. E isso é algo que precisamos remediar. Muito obrigado, cara. Por tudo.

Abraços,

Rob.

Rob Gordon disse...

Lara:

Sinceramente, não sei como começar a responder sua mensagem. Sabe, chega a ser engraçado... Às vezes eu ainda me surpreendo com o fato das pessoas acompanharem minha vida tão de perto assim, especialmente de um ano, um ano e pouco para cá.

Você disse que eu tenho jeito com as palavras. Pode ser verdade. Tomara que seja. Mas, na verdade, eu procuro sempre ser eu mesmo no blog, daí a emoção genuína que sinto quando recebo um comentário como o seu, num momento tão especial como esse.

Como você mesma disse, mesmo sem comentar você acompanhou tudo pelo que passei nos últimos tempos. E fico feliz de mostrar para você que sim, o amor existe. E sabe qual o melhor de tudo: eu não estou mostrando isso a você no final. Esta não é a conclusão. A história não chegou nem na metade ainda. Muita coisa ainda vai acontecer, mas quero que tenha a certeza de que estarei aqui, fazendo o melhor que posso, sempre; e sempre escrevendo para vocês. E não se trata de ego, de fama, de nada disso. Se trata de "amizade". Pois, se o amor é mais que andar de mãos dadas, amizade é algo que não precisa de presença física para existir: boas palavras já fazem o serviço.

E, se minha palavras são boas, devo isso a vocês. Aproveite os sorrisos - todos que estão neste blog (e que são muitos) são seus também.

Muito obrigado. Mesmo.

Beijos

Rob

Rob Gordon disse...

Patricia Borges:

Confie em nós: acontece mesmo. E, acredite em mim: tanto eu como a Ana sabemos o valor disso. Logo mais esse valor chega aí também, tenha certeza.

Beijos e muito obrigado!

Rob

Rob Gordon disse...

Gomex:

Valeu! E pode ficar tranquilo que eu vou ter muito o que dizer aqui!

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Lua Durand:

Concordo com você: a vida é curta demais para ser vivida sem um amor. Mas, com o amor certo, ela é eterna. :)

Obrigado pelos votos!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Brunín Assis:

Muito, muito obrigado, cara! Mas algo no seu comentário me chamou a atenção... Você não foi o primeiro a colocar a postagem no blog como o "anúncio oficial". É engraçado isso, a importância que este blog alcançou, e este sentimento de cumplicidade com os leitores. Cada dia mais, isso não tem preço para mim.

E fique tranquilo que o Besta-fera continua normalmente no blog. :)

Abraços!

Rob

Rob Gordon disse...

Ana:

Eu poderia escrever linhas e linhas aqui, mas certas coisas ganham mais sentido não quando escritas ou faladas, mas sim quando realizadas, todos os dias. Afinal, mesmo as menores coisas são grandiosas quando estou do seu lado - pois elas são pacíficas e carinhosas, tranquilas e amorosas.

Muito obrigado por ver - e me mostrar - uma pessoa que eu não conhecia mais. Muito obrigado por acreditar. Muito obrigado por tudo.

Amo você. Sempre.

Beijos

Rob

Rob Gordon disse...

Fê do Babu:

Que surpresa boa, você aqui! Muito obrigado pelas palavras, Fê! E a recíproca é verdadeira: nos vemos menos do que gostaríamos, mas a torcida por vocês aí é sempre enorme!

Mande beijos ao Babu!

Muita saudade de vocês!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Manii:

Foram lágrimas boas, certo? :)

Obrigado!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Rayssa:

Obrigado pelas lindas palavras. Sabe... Acho que nunca tentamos ser um casal modelo, como você e algumas outras pessoas transpareceram aqui. Nós apenas tentamos dar o melhor de nós, em tudo. Temos nossos problemas, nossas brigas e discussões, mas acho que a nossa meta é sempre dar o melhor de si para o outro. Manias, jeitos... Cada um tem o seu, e nós respeitamos isso sempre, sem jamais querer mudar a pessoa que o outro é. Acho que é isso que nos torna tão fortes: um admira as qualidades do outro, um "cobre" os defeitos do outro, sempre em nome do casal. É difícil? Sim, claro que é. Por outro lado, é delicioso. Pois é sincero, sempre.

Mais uma vez, muito obrigado. Muito obrigado de verdade.

Beijos

Rob

Rob Gordon disse...

P. Yuuko:

Muito obrigado!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Adônis:

Valeu, cara!

Abração!

Rob

Rob Gordon disse...

Entre Embarques:

Às vezes, demora-se a achar a "roupa do cabide". Mas o bom é que quando isso acontece, damos muito valor a ela!

Obrigado pelos votos!

Beijos!

Rob

Rob Gordon disse...

Lilian:

Gostei disso que você disse que, em meio à tempestade, tudo se encaixou. E é verdade. Se é verdade que "tudo está bem quando acaba bem", é certo que uma etapa da minha vida se acabou - e felizmente, com um final feliz.

Muito obrigado pelas palavras e por ter acompanhado tudo aqui tão de perto. Isso é bastante especial para a gente!

Beijos!

Rob

Trottta disse...

Gostaria de ter sido presente durante esses momentos.