19 de julho de 2011

Ida & Volta

Ida

- Posso pagar em cheque?

- Sim, claro.

- Ok. Que dia é hoje? Dezenove? Vinte?

- Dezenove.

- Obrigado.

- De julho.

- O mês eu sabia. Era só o dia. Obrigado.

- De 2011.

- Esse eu sabia também.

- Dezenove de julho de 2011.

- Depois de Cristo?

- Oi?

- Nada. Olhe, está aqui. Obrigado.


Volta

- Este ônibus passa no Largo de Pinheiros?

- Oi?

- Passa no Largo de Pinheiros?

- Oi?

- Passa no Largo de Pinheiros? O Largo da Batata, sabe?

- Oi?

- Você pode tirar esta merda de fone de ouvido da merda da sua orelha?

- Oi?

- Este ônibus passa no Largo de Pinheiros?

- Passa.

- Ok.

15 comentários:

Natalia Máximo disse...

Fone no ouvido é sempre um convite a não falar com a pessoa. Eu sou a mestre de ignorar quem fala comigo nesse momento tão meu, tão de esperado paz e sossego.

Rob Gordon disse...

Nat

Mas a regra não se aplica quando você é um cobrador de ônibus e está dentro do ônibus.

Beijos.

Rob.

Sil disse...

Se fosse outra pessoa, nada disso aconteceria em tão pouco tempo :D

Eu morro de rir toda vez que imagino a sua cara nessas situações. Dá até para escutar você falando " depois de Cristo?" :D

Pri disse...

Cada dia me conformo mais que a Humanidade não deu certo! ¬¬

Barlavento disse...

Oi?
Desculpa, tava com o fone no ouvido.

Filipe Ribeiro disse...

Ê, Rob, essas coisas só acontecem contigo mesmo, hein?

Elise disse...

- Depois de Cristo?
- Oi?

Morri aqui.

Amanda disse...

Aí que eu ía perguntar se a pergunta era pro trocador do ônibus e vi que você já respondeu.
É por aí, fone de ouvido quer dizer não fale comigo mas não serve se você trabalha com o público, né?

IsabelVeronica disse...

Rob, me desculpe. Mas dei muita risada as suas custas.

Valeu!!

Varotto disse...

Mas você sabe que tudo isso é passageiro...

(Menos o motorista e a porra do trocador com fone de ouvido)

Mari Hauer disse...

Tinha certeza que antes de pedir pro amigo cobrador tirar o fone de ouvido, vc ia ter digo: "tira essa merda do ouvido e enfia no @#$". Ainda bem que vc é educado, HAHAHAHA...

Angela Cruz disse...

Pô, pensa bem: pelo menos o cobrador estava de fone. Podia estar rolando um funk, né. Ou um sertanojo universotário...

Amanda disse...

HAHAHAHAHAHA.

(a minha risadinha basta como comentário, né? adoro seu blog, me divirto muito com seus posts!)

Tukow disse...

Complicadas essas suas situações em conduções.

Saudades do "Diga-me o que procuras que eu direi quem tu és."

Abçs

rbns disse...

Mas quem diabos paga ônibus com cheque?!?!?!?!