5 de novembro de 2010

Disque B para Besta-Fera

– Alô?

– Quem fala?

– Não, não. Quem liga é quem se identifica. Você quer falar com quem?

– Com o Rob.

– Quem quer falar com ele?

– Os leitores do Champ.

– Só um minuto.

– Ok.

Passos. Vozes ao fundo. Passos.

– Alô?

– Rob?

– É... Sim?

– Espere aí. Você não é o Rob. É a mesma voz da pessoa que me atendeu!

– Ah, ok. Você me pegou. Não consigo imitar a voz dele.

– Quem está falando?

– Besta-Fera.

– Uau! É você mesmo?

– Sim.

– Que honra falar com você!

– Hã... Ok.

– Sou seu fã.

– [bocejo] Obrigado.

– O Rob tá aí?

– É... Sim, mas ele não pode atender agora.

– Poxa... Nem dois minutinhos?

– Não, ele está ocupado. Está escrevendo. Só um minuto.

– Ok.

Passos. Vozes ao fundo. Passos.

– Voltei, desculpe. O Jonas estava mexendo nos meus livros.

– O Jonas está aí também?

– Sim.

– Mande um abraço!

– Ok.

– Então, você disse que o Rob está escrevendo?

– Sim. Está lá no PC digitando.

– É pro blog?

– Não faço ideia. Ele não me deixa ler.

– Porque os textos no blog estão rareando... É por causa disso que liguei.

– Ah é? Não sabia disso. Faz tempo que não entro lá.

– Tem como perguntar a ele o que ele está escrevendo?

– Bom, posso perguntar. Mas duvido que ele diga.

– Por favor?

– Ok.

Passos. Vozes ao fundo. Gritos ao fundo. Passos.

– É. Ele disse que não é para falar.

– Puxa... Mesmo?

– Sim. Eu insisti e ele me xingou. Babaca.

– Será que ele ficou bravo com a gente?

– Não, claro que não. Eu nem disse que eram vocês que queriam saber. Perguntei por conta própria mesmo.

– Entendi.

– Mas, olhe, eu conheço o sujeito. Já o vi assim antes. Deve vir coisa boa aí. Assim, “boa”, em termos, né? “Boa” dentro das limitações dele, tadinho.

– Bom, vamos esperar, então.

– É melhor. Dê um tempinho a ele, ele anda bem estressado também. Mas está escrevendo.

– Tudo bem. E sinto muito por ele ter xingado você.

– Ah, sem problemas. Assim que eu desligar, vou sumir com alguma coisa dele, e ele vai passar a tarde procurando. Aí ele aprende.

– Pô, mas você não disse que ele já está estressado?

– Azar o dele, ninguém mandou ser grosso. Aliás... Preciso desligar. Ele foi ao banheiro, é minha chance! Vou aproveitar e arrancar a barra de espaço do teclado e jogar pela varanda. Tchau!

– Abraços!

– Outro.


23 comentários:

Otavio Oliveira disse...

hahah só não reclamo da falta de posts pq já tava imaginando o que estaria tomando o seu tempo... qr dizer, o do rob.

also, first.

Tyler Bazz disse...

Ô fase!

Hydrachan disse...

Ahhh, que feliz! =D
Não feliz por você não estar atualizando muito o blog, mas feliz por saber que está se dedicando ao livro, que eu estou ansiosa para conhecer! *_*

E o Besta-Fera é a simpatia em pessoa! Quer dizer... Em cão! rsrs

^^/

Ana disse...

ai q bonitinho o besta-fera, quero falar com ele também, qual o telefone??

Yara Balestrero disse...

Amo você, Besta-Fera!!!!

Arrancar a barra de espaço é uma vingança perfeita, hahahaha.

Manda um abraço para o Jonas também.

Mari Hauer disse...

Besta-fera,

Manda um beijo pro Jonas e manda o Rob dormir um pouco. Stress é sono (ou fome!).

Lunnafe disse...

Eu fico imaginando o Besta Fera com aquela carinha fofa olhando depois pra vc, como se dissesse "não fui eu, a tecla de espaço pulou sozinha". rsss

Estou ansiosa pelo livro, viu.

E poste novas fotos do BF, poxa! Aquela fofura, ops, digo, aquele senhor maligno faz falta por aqui!

Pedro Lucas Rocha Cabral de Vasconcellos disse...

Muito bom, sr. Gordon, muito bom...

Está perdoado *acaricia o gato*, for now...

Marina disse...

Roubar a barra de espaço é muita sacanagem! Roubar o A do teclado faz um estrago bom também.

Hally disse...

Entendo totalmente a falta de tempo do Rob. Às vezes todo mundo passa por isso, como se o dia nunca fosse grando o suficiente pra fazermos tudo o que precisamos.

Besta-Fera, és muito educado. Adorei a vingança. Hehe

E estou esperando ansiosa pelo livro, mas ainda tenho de comprar o meu Anônimos Urbanos *tampando a cara de vergonha*. Sim, sei que sou uma péssima fã...

Enfim, é isso. Abs.

Eric Franco disse...

O Rob só fez esse post pra alguém perguntar qual é o telefone do cachorrinho.

Varotto disse...

Tadinho... Tão limitado... :o)

Juliana Marton disse...

muito bom!

Gilgomex™ disse...

Pois é... Esse livro vai ser phoda... hehehehehehe

Lilian disse...

AbarradeespaçosdoRobdeveestarcomproblemasnesseexatomomentoporqueeledevetercolocadodevoltaenãotáfuncionandodireito.Eeuesperoqueesselivrofiquemesmomuitobom!

Rafael disse...

A_barra_de_espaço_é_para_os_fracos.
O_Grande_Rob_Gordon_nao_precisa_dessas_frivolidades.Como_seu_fiel_leitor,_digitei_meu_comentario_compartilhando_sua_situaçao.
E_quem_mandou_vc_ser_tao_grosso_com_seu_pobre_e_indefeso_caozinho?

edermarques disse...

Ô Fase.

Nelson disse...

Dedique um capítulo do livro pra Besta-Fera, quem sabe ela não te devolve a barra de espaço...

E aproveite esse pique todo pra escrever o livro novo. Inspiração é uma coisa boa, e as vezes não depende só da gente pra aparecer.

abração Rob!

Fã. disse...

Rob.. cadê os telemarketings?
ahaha

saudades das suas brigas via telefone! :D

abçs

Dragus disse...

Quem manda colocar o Besta pra secretário?

Acaba fazendo essas coisas...

Mauro disse...

Por demais astuto a besta-fera. Vingança de quem tem paciencia...

Melhor assim, poucos (porém bons) posts, que um blog cheio de post vazio...

Rubens Menezes disse...

Desculpa de aleijado é muleta... Sai da frente dessa TV e vai escrever.

Kel Sodre disse...

rsrsrs

ADORO a Besta-Fera.