28 de setembro de 2010

Coração Valente

Championshp Vinyl: Se estes são seus comentários, para onde eles vão?

Post 1: O Intense Debate fica dando pau toda hora!

Post 2: Vamos embora! Este negócio é impossível de ser desinstalado.

Championship Vinyl: Filhos da Blogosfera.... Eu sou o Championship Vinyl!

Post 1: Championship Vinyl tem mil comentários a cada texto!

Championship Vinyl: Sim, eu ouvi dizer. Ele também recebe prêmios a cada postagem. E se estivesse aqui, ele iria destruir o Intense Debate com bolas de fogo dos seus olhos, e relâmpagos da sua bunda.

Exército de Posts: [risadas]

Championship Vinyl: Eu sou Championship Vinyl! E eu vejo um enorme exército de posts reunidos, aqui, para combater a tirania o Intense Debate. Vocês vieram como posts livres, e posts livres vocês são! Vocês vão lutar?

Post 2: Lutar? Contra o Intense Debate? Não! Vamos fugir! E manter os comentários que já temos.

Championship Vinyl: Sim, lutem e vocês podem perder os comentários que receberam. Corram e mantenham os seus comentários... Ao menos até o Intense Debate dar pau de novo. Mas, morrendo nos arquivos do blog, daqui a muitos anos, vocês vão desejar poder trocar todos os comentários e elogios, deste dia em diante, por uma chance, apenas UMA chance, de voltar aqui e dizer ao Intense Debate que ele pode roubar nossos comentários, mas ele jamais tomará... NOSSA LIBERDADE!

Exército de Posts: McGordon! McGordon! McGordon!


****************

Championship Vinyl [off]: No ano 2010 de Nosso Senhor, um exército de posts, faminto e em menor número, atacou as tropas do Intense Debate nos campos do html. Eles lutaram como guerreiros poetas; eles lutaram como textos; e conquistaram sua liberdade.

"Intense Debate? Não fale comigo sobre o Intense Debate."

21 comentários:

Ana disse...

Die Intense Debate! Die! \o/

Tyler Bazz disse...

AHUAHUAHUHAUHUAHUAHUA
Vou ficar a semana inteira rindo do Marvin!!!!

Bruno disse...

huahuhauhuhauhauhuahuahu

essa foi boa, mto boa mesmo. Sem contar suas extrema habilidade no manuseio do paint fiquei com inveja hahahahaha

Natalia Máximo disse...

HSUAHSUAHSUAHSA
VELHO, VOCÊ É DOENTE

Otavio Oliveira disse...

haha será q isso qr dizer q eu vou ter q comentar de novo nos textos q eu já tinha comentado? não né? ainda bem.

Rob Gordon disse...

Otávio:

Não, eu copiei todos os comentários que entraram pelo Intense Debate e coloquei como comentários normais.

Valeu!

Guilherme disse...

começa assim
daqui a pouco a google muda de nome pra skynet e vamos todos viver escondidos

Kika disse...

Viu? Se não nos armarmos vamos ser dominados. Começa assim, com um inocente sistema de comentários e depois...

Medo...

Dragus disse...

É... Você gosta de ter trabalho.

Masoquismo? Claro.

Thiago Neres disse...

Talvez atirem umas pedras em mim por conta do que vou falar.

Sou leitor do Champ há muito tempo e sou fã do Rob. Na verdade, queria ter essa habilidade de escrever como ele.

Mas de uns tempos para cá, fui perdendo cada vez mais o interesse em ler o blog.

Aqui ainda tem posts maravilhosos surgindo, seja para nós leitores como para o autor.

Só que eu preciso dizer que acho muito chato esse excesso de... hmmm... "metalinguagem" do blog.

Antes isso acontecia de vez em quando e era legal porque era uma coisa diferente e inusitada. Agora, parece que de cinco posts, um gira em torno do blog/comentários/leitores.

Vou continuar lendo o blog e acho que os autores são livres e não devem se prender aos leitores.

Agora tenho observado menos, mas uns meses atrás eu até notei erros de digitação ou outras coisas no texto que sei que foram falta de atenção. E não via antes. Como se os posts de antes fossem revisados com mais precisão.

Espero não ter sido injusto nem me expressado mal, mas... enfim, é isso.

E sim, sou um leitor chato e exigente, hahahaha!

Um abraço para o Rob. Quando escrever o livro eu compro!

Pedro Lucas Rocha Cabral de Vasconcellos disse...

Imagino o Rob digitando as 5 matérias que ele tem que entregar até o final do dia, encaixando um post para o champ no meio delas só porque tem 2 dias que não posta, e parando pra revisar palavra por palavra...

Acho que não rola Thiago.

Quem decide o que escrever no blog não é o Rob? E é muito legal essa "metalinguagem" pois mostra que ele não se importa só em escrever, mas também em ser lido, e se importa com o que os seus leitores pensam.

Thiago Neres disse...

Eu gosto da metalinguagem e acho que posso ter me expressado mal. Inclusive, é até ilógico eu falar em "posts sobre o autor" porque todos os posts (ou pelo menos 90%) são sobre o autor.

O blog é maravilhoso. Logo depois de criticar bastante isso aqui, eu elogiei muito o último texto dele, O Casal.

Estou só dando minha opinião, que é a seguinte: acho que a metalinguagem (do jeito como vem sendo feito) não pode aparecer tanto porque ela perde a graça e fica algo forçado.

Sei lá, acho que gosto é gosto.

Não tem dias que o post não vem, como ele mesmo diz isso?

Então... acho que também tem dias que o post vem na hora errada ou do jeito errado.

Mas como falei, é questão de gosto, oras.

Um abraço e obrigado por comentar o comentário!

Rob Gordon disse...

Thiago

Tudo bom? Eu entendo o seu ponto de vista sobre a metalinguagem. Às vezes, ela pode aparecer de forma exagerada no blog, mas por um motivo específico: eu escrevo sempre sobre coisas que são importantes no meu dia (seja uma velhinha no ponto de ônibus, seja algo na fila do caixa do supermercado).

E meu blog, além de ser a mídia onde eu publico tudo isso, também se inclui na "parte importante do meu dia". Então, às vezes o assunto acaba sendo ele - não por falta de assunto, mas porque eu acho essa relação leitor-blogueiro cada vez mais fascinante (bem como a relação eu-Champ).

Contudo, os últimos posts sobre comentários e afins não foram gratuitos. O primeiro deles (na verdade, são dois: Morte e Vida) aborda a Blogosfera como um todo e jamais o Champ.

Já o Coração Valente teve o objetivo de avisar claramente aos leitores que o blog não usaria mais o (maldito) Intense Debate - o que acho uma informação pertinente. A roupagem do post veio da minha vontade de tentar surpreender vocês sempre, seja com um post sobre um tema fantástico, seja sobre algo trivial assim.

Quanto aos erros de digitação, discordo e concordo. Discordo quando você diz que eles não ocorriam com mais frequência no começo; ocorriam sim, sempre que leio um post antigo preciso arrumar um ou outro. Mas concordo com você que eles continuam acontecendo, por falha minha.

E, mesmo grato à compreensão do Pedro, que abordou aí minha rotina bastante confusa, com horários apertados, estes erros são meus inimigos mortais e o fato de escaparem da revisão é algo imperdoável - eu, ao menos, não me perdoo quando encontro um deles - e nisso você está coberto de razão.

Você estava sumido, seja bem vindo de volta ao Champ.

Abraços!

Rob

PS - Acabei de ter a idéia de uma crônica sobre erros de revisão. Vamos ver se vinga. Valeu!

Thiago Neres disse...

Quero ler essa crônica sim.

E nunca fiquei sumido, passei um tempo sem comentar por... sei lá, preguiça, talvez.

O que é uma injustiça num blog tão bom quanto o seu.

Sobre a metalinguagem, você não precisa me explicar sobre o que você escreve. Há uns dois anos ou mais eu sei que o você escreve, Mr Gordon!

E mando e-mails para meus amigos com o link do blog e posts inteiros.

O que não gosto da metalinguagem é especificamente posts sobre o blog, quando eles aparecem demais. Aí eu acho que quebra um pouco da magia, mas é questão de gosto pessoal.

Um grande abraço e boas inspirações!

Nelson disse...

Pô, fiquei feliz agora.
Tava odiando aquela porcaria do Intense Debate.

Charlie Dalton disse...

Ainda criarei um texto assim, cheio de devaneios para explicar algo do mundo real. Legal... E enche as "pacênça do cabra" quando um aplicativo fica dando pau! Já que está dando errado, o jeito é se livrar do dito cujo sem perder os seus dados. (Ainda bem que não tive o desprazer de pegar o Intense Debate pogado por aqui)

Andava meio longe da blogosfera. Andava postando poucas vezes no meu blog e comentava menos ainda no blog de outros. Enfim, aqui estou comentando num espaço que cabe bem mais do que 140 caracteres...

Inté, e que mais posts venham, seja você se dando bem, seja se dando mal.

Gilgomex™ disse...

CARA... Interessante que eu nem cheguei a comentar nessa parada aí... Quando sobra um tempinho pra ler, tem um monte de coisas novas... E tem até coisas novas que já se foram... heuheuehuheuee

E concordando com algum comentário acima... Você é muito bom no "paint"... huehuehuehuehuee

Varotto disse...

McLeod!!!!!

Ué, cadê todo mundo??

Tenho que parar com essa história de vir comentar posts antigos...

Rafael Sette Câmara disse...

Rindo muito da cara do Marvin!
hauahua

Bruno Ribeiro disse...

Belisssima obra de arte no paint Rob! Digno de grandes obras...

Kel Sodré disse...

Pintores renascentistas, tremei! Impressionistas, tremei! Hiperrealistas, tremei! Chegou ele que, com habilidade e um Paint, consegue fazer a grande obra ao fim do post!!!