12 de agosto de 2010

Top 5 Coisas que Aprendi com Meus Pais

1. “Não importa onde ou com o que você trabalhar, sempre existirá alguém querendo puxar seu tapete.” (Mãe)

2. “Às vezes, você tem mais time que o adversário, mas perde o jogo assim mesmo. Porque tem dias que nada dá certo, que a bola não entra. Acontece com todo mundo.” (Pai)

3. “Quando você estiver com algum problema, sem saber qual decisão tomar, às vezes uma boa noite de sono pode clarear suas idéias e te ajudar a escolher o que fazer.” (Mãe)

4. “Nada no mundo vale mais que consciência tranqüila. Nada no mundo vale mais que você deitar a cabeça no travesseiro todas as noites e saber que não deve nada para ninguém.” (Pai)

5. “Rob, nunca faça nada que você terá vergonha de contar para mim depois. Se você estiver em dúvida se faz algo ou não, pense se você teria vergonha de contar para mim depois, e saberá a resposta”. (Mãe)


Como esse moleque pode se dar mal com avós assim?

Bônus Track

Como bônus, deixo aqui uma história que meu pai contou uma vez, e que eu nunca esqueci. É certo que não foi ele quem criou – então, caso você já conheça isso, desconsidere. Caso contrário, vale a lida.

Num inverno fortíssimo, um passarinho viu uma minhoca se arrastando na neve e pousou para caçá-la. Mas, ao entrar em contato com a neve, congelou quase instantaneamente. Ficou duro, gelado, ali. Iria morrer e não poderia fazer nada, a não ser esperar pela morte.

Porém, minutos depois, uma vaca se aproximou dele e, sem reparar no passarinho, virou de costas e cagou em cima dele.
O passarinho ficou coberto de merda. Porém, como o cocô é quente, o passarinho começou a se aquecer e, consequentemente, a descongelar. Ali, no quentinho, ele ficou tão feliz, tão confortável, que começou a piar de felicidade. Ele iria sobreviver!

Contudo, havia um gato ali perto. E gatos, você sabe, ouvem bem. O gato ouviu os piados do passarinho, e se aproximou. Olhou o passarinho, o passarinho olhou para ele. Não pensou duas vezes. Arrancou o passarinho dali e o engoliu de uma vez só.

Qual a moral da história? Tem três. Primeiro, nem sempre quem te coloca na merda quer seu mal. Segundo, nem sempre quem te tira da merda quer seu bem.

E, mais importante que tudo, quem está na merda não pia.

18 comentários:

Tyler Bazz disse...

Os Gordons! \o/

Bons conselhos... mesmo.


Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda!

Marina disse...

Gostei particularmente do item 5. Sempre que estiver em dúvida, vou tentar pensar assim.

Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda! [2]

Marina disse...

Moral número quatro: quem tá com fome, come até merda.

Otavio Oliveira disse...

Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda! [3]

Lembre-se que avós e tios servem para mimar e desaconselhar hem

Otavio Oliveira disse...

falar nisso, adoro esses top 5. vc devia fazer mais.

Leel disse...

Huahauhau eu imagino vc aplicando o #5: lembrando que vai morrer de vergonha de contar pra sua mãe e desistindo de fazer!

MarianaMSDias disse...

Sim, meus olhos marejaram. Sim, eu não estou num dia bom.

Mas, Rob, a verdade é que quando a gente sabe que tem pais especiais (e acredite, nem todos o sabem) a vida é mais quentinha. Porque mesmo naquele dia em que tudo dá errado, mesmo quando nada na vida parece ter sentido, mesmo quando o mundo é cruel e implacável, a gente tem pra onde voltar, a gente conhece alguém...

Companheiros, filhos, amigos... Podemos até ter ótimos! Mas cada um, em um determinado dia, terá seus próprios problemas, suas próprias tristezas, ou só uma certa má vontade. Os pais, os pais não. Porque eu sou mãe e sou filha, e eu te digo, um filho é sempre nosso bem mais precioso, não importa o quão perturbado mentalmente ele seja (sim, Rob, você ;o) ) nós sempre sabemos qual sua essência e o amamos com toda a força da nossa alma.

Quanto a você, rapaz, não quero estar por perto quando for pai, vai ter baba pra tudo quanto é lado!

Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda! [4]

Hally disse...

Conselhos valiosíssimos. Parece até minha mãe falando, claro que, no caso do futebol, foi com outras palavras...

E eu, mesmo inconscientemente, sempre segui a risca o #5.

Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda! [5]

Jullia A. disse...

faco uso do numero 3. Sempre.

Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda! [6]

Dragus disse...

1. "Não confie em ninguém, nem na sua sombra."

2. "Só existe uma pessoa que pode te ajudar na vida: você mesmo"

3. "Quem espera o pior sempre se decepciona quando o melhor acontece, mas pelo menos se alegra quando erra a previsão"

Essas aprendi sozinho, com a escola da vida.

Li disse...

uhahuauhhuaa... essa história provavelmente não teria sido contada se vc fosse uma garotinha...

Pineapple crowned disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pineapple crowned disse...

Meu pai fala que o inferno é uma piscina de merda. Pensando positivo;Lá estará quentinho.

Fabi disse...

Sempre emociono lendo 'sas coisas. É incrível, quem vê acha que 'tô lendo Saramago, e muitas vezes é um post pequenininho. Mal sabem elas que, frequentemente, na segunda linha já 'tô marejando.

Ana disse...

Conhecendo os pais você entende os filhos.
Saiba que você é um privilegiado de ter pais assim. (Apesar de que eu sei que você sabe disso da forma como você sempre fala deles aqui)

Mas porra, gato, o passarinho tava cheio de merda! [7]

Pedro Lucas Rocha Cabral de Vasconcellos disse...

Que nojinho do gato comendo o passarinho cheio de merda, vai ter indigestão.

Natalia Máximo disse...

Conhecendo os pais você entende os filhos. [2]

Felipe disse...

O 5 parece o que o presidente do Santander (sem propaganda) falou numa palestra: se vc não tiver coragem de falar pros seus filhos, é antiético, não faça na empresa. Mas do jeito que sua mãe colocou, me pergunto: Demorou pra perder a virgindade?

Abraço
Felipe