31 de dezembro de 2009

Top 5 2009 - Música


5. Blues
Eu sei, não é algo novo, e nem algo referente a 2009. Mas foi extremamente importante no meu 2009. Nunca ouvi tanto blues como neste ano, e aprendi muito – sobre mim – com isso. Qualquer hora, até escreverei um post sobre isso. Enfim, pouca gente traduziu o que sinto em termos de música, neste momento da minha vida, como John Lee Hooker (na foto), Muddy Waters e B. B. King. Se você não conhece, nunca ouviu, uma dica: são as pessoas que Eric Clapton venera. E isso deve valer alguma coisa, não?



4. Flight 666
Como nem apenas de blues vive um Rob Gordon, meu ano, evidentemente, teve muito heavy metal, como acontece desde os 14 anos. E o novo documentário sobre o Iron Maiden, mais precisamente sobre a mais recente turnê, é um primor dentro do gênero – não apenas para quem é fã, como para quem apenas gosta de música. Em poucos minutos, você se sente parte da equipe da banda, com imagens de bastidores mostradas da forma mais sincera possível. E, de quebra, tem uma música (Heaven can Wait) filmada em São Paulo, no show em que eu estava. Só isso já valeria o preço do disco, para mim.




3. The Beatles
O relançamento de todos os discos dos Beatles, remasterizados, marcou meu ano – e meu saldo bancário, já que eu só parei de comprar quando tinha todos os 14 em casa. Mas, sejamos sinceros, não tem muito o que dizer sobre Beatles, especialmente algo que não tenha sido dito ainda. Assim, vou ficar com uma frase de um amigo, que sintetizou bem: “Beatles não é rock. Alias, nem música é. Aquilo é um patrimônio da humanidade”. Eu não diria melhor.




4. Show do Kiss
É cafona? Muito. Musicalmente falando, é genial? Não, longe disso. Mas, é somente assistindo a um show do Kiss que você descobre qual é a verdadeira força da banda. Na verdade, da empresa, pois aquilo deixou de ser uma banda faz tempo. Entretanto, por trás da máquina de fazer dinheiro, está um dos maiores grupos de hard rock de todos os tempos, que tem, como finalidade, entreter o público por duas horas. E isso, eles fazem como poucos.



1. Show do AC/DC
O último show que faltava para eu completar minha lista de “bands to see” da vida, foi um dos maiores e melhores que vi em toda a minha vida. A banda esbanja carisma em cima do palco, e, com poucos minutos de show, tem a platéia nas mãos. São sucessos atrás de sucessos, clássicos atrás de clássicos, tocados com garra, como se a banda estivesse lutando para gravar seu primeiro disco. E isso, claro, sem falar que tem uma pessoa chamada Angus Young correndo pelo palco, uma imagem que significa muito para qualquer pessoa que goste de rock.

2 comentários:

Anônimo disse...

Levei um tempo pra entender a lista, no quesito organização de posições, hehe.

Desses todos aí, só posso opinar com segurança sobre os relançamentos dos Beatles, e é realmente uma das melhores coisas desse ano. Incrível como o trabalho de remasterização conseguiu deixar as gravações que eram geniais, melhores ainda.

Vinicius disse...

Show do AC/Dc num "segundo" quinto lugar?? Seô Rob, arruma aí, fáfavô!!! O AC/DC certamente foi o melhor show desse ano!