8 de dezembro de 2009

Outros 100 Nomes... E Algumas Palavras

É curiosa a relação que tenho com alguns leitores deste blog. Ou, melhor dizendo, que alguns leitores têm comigo.

Estou falando, claro, dos leitores que tem contato comigo apenas pelo blog mesmo, e não daqueles que romperam essa barreira e ganharam espaço em Msn, ou mesmo conheci pessoalmente. Esses não contam aqui.

Estava comentando sobre isso outro dia com a minha mãe. São pessoas que – ao menos em teoria – não me conhecem, mas sabem mais a meu respeito e a respeito do meu dia a dia do que muita gente que passa o dia todo ao meu lado, fisicamente. Este é o grande achado de você ter um blog pessoal: independente de as pessoas se divertirem ou não com seus textos, de gostarem ou não dos seus textos, elas aprendem sobre você – o que faz com que você aprenda um pouco sobre você também.

Então, temos um punhado de gente que, mesmo sem nunca ter me visto na vida, aparentemente cruzam meu caminho todo dia na Teodoro Sampaio, porque aprenderam que eu ando por ela todo dia; são pessoas que nunca me viram, mas jantam comigo toda noite, pois sabem que sou viciado em carne e em lasanha de calabresa; são pessoas que nunca me encontraram pessoalmente, mas devem morar no mesmo prédio que eu, pois conhecem minha Síndica melhor que eu; são pessoas que nunca falaram comigo, mas que estão sempre na minha casa, brincando com a Besta-Fera e fuçando nos meus CDs, DVDs e livros.

E isso não funciona somente quando as pessoas estão lendo o blog. Uma vez recebi (não sei se por comentário aqui ou no Twitter), uma mensagem dizendo algo como “fui numa Fnac na minha cidade e me lembrei de você”. Outro dia mesmo, fiquei sabendo que meu blog foi assunto numa mesa de bar.

É interessante demais isso.

Já recebi comentários de pessoas perguntando se a Besta-Fera estava bem, porque fazia tempo que eu não falava sobre ele. Já li comentários de leitores perguntando se estou bem, por causa “do tom dos últimos posts”. É engraçado, são pessoas que nunca me viram na vida, mas que, de repente mandam um comentário mostrando que se importam com você. E, claro, tiram barato de você: quantas vezes já vi no Twitter algo como “hoje meu dia foi digno do Rob Gordon”? Alguns leitores – e agora falo daqueles mais próximos, que estão no Msn – parecem conhecer meu blog melhor que eu, comentando, às vezes, sobre post antigos, comentando trechos dos quais eu nem me lembrava mais de ter escrito.

Outro dia, me disseram que sou um “contador de histórias”. Não sei se é verdade, mas é recompensador demais saber que algumas de suas histórias ganham vida própria e começam a caminhar por aí.

Não sei o momento exato em que isso aconteceu, mas, quem me conhece pessoalmente costuma dizer que eu escrevo como falo. “Quando leio seus textos, praticamente ouço você contando a história”. Ouço muito isso. Talvez seja daí que venha isso. Não estou dizendo que meus textos são planejados para isso (faço meus textos, antes de tudo, pensando em me divertir enquanto escrevo; eu, basicamente, sou o primeiro leitor de cada um deles), mas creio que de nada adianta você ter um blog pessoal se você não escreve de forma pessoal.

Afinal, se vou abrir as portas da minha casa a você, se vou jantar com você, se vou brincar com a Besta-fera junto com você... Bem, o mínimo que posso fazer é tratá-lo da melhor forma possível.

Nem que seja apenas arrancando uma gargalhada sua. Ou fazendo o melhor de mim para isso.

Digo isso porque hoje, quase seis meses após este blog atingir a marca de 100 "seguidores", este número dobrou. Agora são 200, que recebem, no Champ, o nome justo de Clientes Preferenciais. Sim, preferenciais. Afinal, o Blogger pode até insistir em chamar vocês de seguidores, mas eu discordo. Gosto mais do “Preferenciais”.

Afinal, assim como as 100 pessoas citadas nesse post, vocês não me seguem, mas sim andam lado a lado comigo. Todos os dias.

Hsuahushu, Marina, Renan Becker, Jonathan Rosembarque, Felipe Lima, Thayrine Kleisorgen, Klaun, Luciano Melvin, Anita Jara, Mony Duares, Renata Smitek, Daniel, E., Danilo Inácio, Frank, Mayra Barbosa Prata, Niente Paura, Yellow, Leandro México, Maria Isabel Santos, Lilian, Bob Paulista, Carlos José Reis de Almeida, Melinda Bauer, Aghacy, Natália Máximo, Nathi, Max Reinert, Matheus Silva, Larissa Bohnenberger, Leandro, Daniela, Marcelo A., Cirillo, Flavita, Bryza Thábata, Leandro, Priscila Lima, Priscila Nicolielo, Lucas, Larissa Bacellar, The Owl, Otávio Augusto, Srta. Pedreiragem, Eu, Yamassaro, Bruna Fernanda, Charlie Dalton, Fernando Ramos Silva, marcia_reggiani, A. L. G. G. M., Negão, Mila Vasconcelos, Rodrigo Dias, Receituário Pop, Anderson Moreira, Norma Lica, Jullia A., Mr. Apple, Nathália Hirth, Lucas Reis, Anepigrafia, Cintia Carvalho, Contando os Dias…, Nelson, Anne Yaslle, Filardo, Byanka Arruda, Hélio Bentzen, Lua Durand, Aguinaldo, Gabi, AVS, LunaFelícia, Alexandre Câmara, Anderson Oliveira Prates, Clau, SiMiletic, Tati, Ana, Nany, Pri, Bruna, Vejablog, Reasons4Life, Gabriel Alex, Bandeira, Letícia Rezende, Gotardi, Ticoético, Cristiano Contreiras, Dee, Eduardo Simões, Fernanda Reis, Célia Demézio, Nadia Nagel, Li, Rruivo, Morris, , Maysa, Daniela, Diego, 100% Brasil, Amanda Ullmann e MB Galvão:

Obrigado. Apenas isso.

Afinal, se minha vida está no blog, vocês fazem parte dela.



Nota: Os cem novos Clientes Preferenciais são, na verdade, um pouco mais de 100. Como alguns mudaram seus nomes, citei aqui todos que não entraram na primeira postagem-homenagem. Além disso, eles estão colocados na ordem que o Blogger apresenta, e não na cronológica. Se você está citado aí, sem link, e possui um blog, me avise para que eu possa linká-lo.

43 comentários:

ANDERSON PRATES disse...

Gordon obrigado por me incluir na sua lista, realmente as pessoas nos conhecem muito mais pela net do que a vida real, está de parabéns pelo post heheh abraços !!!

Natalia Máximo disse...

Olha, vou dizer que é mais que um prazer ser cliente preferencial do Champ e do Chronicles e é essa a sensação que tenho mesmo: que sua vida é um livro aberto pra gente, leitores que não são apenas seguidores de um blog muito bom e bem escrito, mas com um dono muito carismático e é quase como um amigo de toda a vida! Parabéns pelos 200 clientes preferenciais, e que venham mais 200, porque todo mundo merece ser cliente preferencial de um dos blogs mais legais que já li!!!

Amanda Ullmann disse...

Caaara, emocionou. Valeu por me incluir ai.
Parabéns pelo sucesso do blog, realmente, merecido.

P.S.:Me diga:acabaram as sagas no Pão de Açúcar?
P.S.2.: Vai convidar o japonês pra ceia??

Lua Durand disse...

a vontade que dá é de ficar dizendo parabéns e outras coisas clichês, mas na verdade vou agradecer...

valeu Rob, por dividir conosco um pedaço da tua vida, aqui no champ-vinyl e no outro o chronicles.

eu tava escrevendo um comentário enorme, falando de vários e vários textos que gostei, e de como os champs me trouxeram coisas boas e sorrisos.

mas acho que tudo se resume em um obrigado.

e desejar que você continue escrevendo, e escrevendo, e escrevendo.

Isabella disse...

Sem dúvidas: você faz parte da minha vida.
Nunca (NUNCA) mais passei na Teodoro Sampaio sem te imaginar enroscado numa barraquinha em dia de chuva. E sem tentar adivinhar onde fica o seu prédio, qual o exato caminho que você faz.
Fora que passar perto do Pão de Açúcar é morrer de rir e não ter como explicar sem parecer maníaca e doida e alienada neste mundo virtual. Afinal, quem não é muito fã deste mundo não entende como eu posso ler tanto um sujeito qualquer que nem me conhece. Que eu nem conheço.
Besta-fera já é quase meu cachorro, eu ODEIO a síndica, tenho visões com meus neurônios reagindo, tenho medo do seu (meu?) irmão e arrepios só de lembrar da Bruxa do Mar comendo iogurte de mamão na fila do caixa (não fui eu que vivi?).
Que venham mais muitos cem!!!

Simone Miletic disse...

Pois a gente anda mesmo lado a lado, e não só, como todo mundo aqui do escritório, já que me ouvem ler seus posts várias vezes por semana - e Deus sabe como seus posts são longos.

Fiquei feliz por estar aqui,

Nelson disse...

Pô, olha eu alí!
Nesse maldito dia chuvoso aqui em São Paulo que teima em não deixar eu comemorar meus 6 anos e meio de namoro com a mulher, recebo um presente desse!!

Brigadão mesmo Rob!!!

E acredite, o Champ já foi assunto de conversa de bar por muitas vezes, principalmente seu post sobre o diploma de jornalismo; este rendeu várias horas de conversa alcoolizada. Rendeu mais algumas pessoas que eu sei que sempre lêem seus posts porque simplesmente adoraram seu estilo de escrita.

Brigadão de novo, Rob! E desculpa a minha recente ausência de comentários; sou daquelas pessoas que preferem ficar em silêncio se não tem nada de inteligente para comentar.

abraço!

ticoético disse...

é,a tais ferramentas de relacionamento chegaram pra isso e tão aê até hoje,sempre fui da idéia de que era absurdo uma pessoa conhecer outra apenas por uma simples página ou perfil,mas é o mundo,a falta de tempo,enfim,não faz tanto tempo q te acompanho,da mesma forma q não faz muito tempo q tenho o blog,mas sim,concordo quando diz,q participamos da vida de cada um ao ler seus respectivos escritos.particularmente,eu leio teus textos pelo humor,o jeito de representar,enfim aquele "jeito" q cada um tem de contar a história,desperta interesse,desperta sorrisos,desperta procura pela cultura,e,por esses e outros motivos é q considero você e todos os outros donos d blogs q vi e sigo,uma terceira família,e acho q vem daí o sentimento de perda quando alguém pára de escrever ou fica sem postar ou publicar por um tempo,parece q morreu ou viajou,enfim,belo-ultra-mega-super-texto,não pelo conteúdo,mas pela idéia explícita nele !
abraço !

Gabriel Alex disse...

Obrigado por pôr o meu nome, saiba que eu sou um grande fã do seu blog, e foram muitas as vezes que eu me peguei escrevendo o endereço do champ na carteira da minha escola. rs

Ah, eu tenho um blog (parte dos sem link, rs): http://www.gaalex.blogspot.com

Abraços!

Ana disse...

Eu comecei a ler o seu blog no dia do seu aniversário. Nunca comentei, acho, mas sempre leio os posts novos. E antigos. Quando não tenho nada pra fazer acabo "folheando" pelos seus posts. Acho muito legal da sua parte sempre dar tanta atenção aos seus fregueses, e fiquei feliz em ver o meu nominho aí no meio dos outros. Obrigada!

Nanny disse...

Achei meu nome! Cara, muito legal sua homenagem, já faz um tempo que acompanho o blog, apesar de nunca ter deixado comentários (que vergonha).

É engraçado, depois de ler tanto sobre vc, é como se eu ja te conhecesse há tempos.

Leio durante o trabalho, e as vezes atendo o telefone dando risada, qualquer dia levo uma bronca por causa disso.

Esses dias comecei até a chamr meu cachorro de Besta-Fera. rsrsrs

linafuko disse...

Ai que legal, estou na lista ^^
Estou lisonjeada com essa homenamge hehe
Toda vez que ouço alguém falar da Teodoro Sampaio me lembro de você! ahuuahau
Nem lembro desde quando acompanho o blog.. mais ou menos desde o ensino médio, e agora já estou terminando a faculdade.. é tempo ein! ^^

Dragus disse...

Lendo os nomes nas homenagens, eu pergunto: Você se segue?

*Pensar a respeito me fez girar a cabeça zonzo, melhor nem ponderar sobre isso.*

Negão Internauta disse...

Opa, cá estou.

Acho fenomenal o modo como seu cotidiano contado em novela atrai a atenção das pessoas.

E eu diria que nossos blogs são meio que primos, pelas diversas relações 'familiares' que temos nessa blogosfera. Me identifico muito com suas histórias e com a tragetória do seu blog.

Um abraço, Champs. =)

Pri disse...

É realmente um prazer ser cliente preferencial, conheci esse blog tão por acaso e agora não consigo ficar 1 dia sem o ler, e sempre que fico um tempo sem vir aqui tenho a necessidade de arranjar umas horas do meu dia só pra isso!
Adorooo suas histórias Rob, vc é um cara demais e cm eu já twittei uma vez: Qdo eu crescer quero ser q nem vc!
Abraços

Pri disse...

Ah1 E vc já virou mts vezes assunto de cantina da faculdade, além de sempre q tenho perrengues eu lembro de vc... uahahaha

The Owl disse...

Agradeço a citação! É um prazer seguir seu blog! Não comento muito porque certos textos são tão bons que nem há o que acrescentar.

Quantas vezes já não dei risada com meu namorado (também leitor assíduo) relembrando alguma história que vc contou ou - quando passamos por Pinheiros - brincando de tentar encontrar seu prédio procurando pelo Besta-Fera na janela...

Obrigada por dividir sua vida conosco! :)

Morris disse...

RÁ! Fui citado!

Quero aproveitar e mandar um CHUPA C**** pras seguintes pessoas: Luizão, Osmar, Fê, Fê China, Feião, Gal, Sampaio, Tininha, Philip, Pelé, Franes, Dr. Zoiberg, Franzinha, Palinha Mackenzie, Paulinha Puc, Satan Goss, Reynan, Papai, Vó Leila, Tio Lô, Chicão, Prego (seu doido), as gêmeas, a galera do prédio da Ieda, o pessoal do colégio Marselha, o pessoal do colégio Pentagrama, o pessoal do colégio CorJesus da Saúde, o pessoal da Vila Mirinda, todos os moradores da cidade de Coqueros, todos os moradores do Acre, todos os índios da tribo Kaxinawá e, finalmente, todos os não imigrantes daquele pequeno pedacinho de coisa velha e idiota chamado Europa, que disseram que eu nunca seria citado em lugar algum na vida... e eu tava quase acreditando...

Chupem devagar e apreciem...

Obrigado, R.Gordon!

Mas falando sério agora, vai cortar esse cabelo... tá descascando tudo... a propósito, adoro seus textos... gosto tanto que chego a ter medo deles... abs!

Varotto disse...

Agora só resta esperar os 300 de Gordon...

Larissa Bohnenberger disse...

Eeeeeeee!!!
Olha meu nominho ali!
Sabe que volta e meia, quando eu tô num daqueles dias azaradérrimos, me pego suspirando e dizendo um ô fase em voz alta. E toda vez que eu como uma picanha, fico me perguntando se a do Degas é melhor, mesmo! E isso que eu sou do sul, tchê!!!
Heheheheeh!
Bjs!

Renan Becker disse...

Aee, Aeee apareci no Champ-vinyl, que honra, e parece mesmo que te conheço, é mesmo estranho ter uma vida assim, tenho algums amigos virtuais que converso todo dia por msn que sabem mais de mim do que muitos dos que vejo pessoalmente, é algo estranho, mas fazer oque? a vida é assim.
Abraços ae Rob, qualquer dia vou andar na Sampaio só pra ver como é andar por ela ehehehe
Até mais

May. disse...

Que honra!
Fico meio sem saber o que falar. Até olho pra baixo, to meio sem graça. Mas ó, vou te falar: eu não tenho a mais puta idéia de por quê eu vim parar aqui. Sei que no mesmo dia foi pros favoritos, uma vez que não é possível ler UM texto, e tenho certeza que foi uma das melhores coisas que eu já fiz. Pegar um café, me fechar no meu mundinho, ler um texto novo e gargalhar lendo salva qualquer dia bosta.

Obrigada pelo meu nome ali. E principalmente, pelas palavras. =)

Bruna disse...

Ahh Deus!!
Fiquei muito emocionada de ver meu nome no post! =D Juro!
Sempre que eu preciso de um amigo que me conte histórias engraçadas ou que me faça refletir sobre alguns pontos da vida eu venho aqui no Champ. Já mostrei para diversas pessoas (inclusive pra minha mãe) e todas elas se divertiram muito com os posts e elogiaram os textos.
É como um "amigo desconhecido", mas muito conhecido.
Obrigada pelos seus textos e sua disposição que muitas vezes me faz fugir um pouquinho do trabalho só para ler o novo post.
Me sinto, agora, mais próxima do que eu já me sentia antes de um amigo.
Obrigada, Rob!
Felicidades =)

Matheus Carvalho disse...

quando li essa parte:
“Quando leio seus textos, praticamente ouço você contando a história”, comecei a dar risada, porque me dei conta que eu tava "ouvindo" vc falar esse texto...

Yellow disse...

Tenho tomado gosto por ler Blog´s, porque parece a literatura mais livre que há. Livre de editores, merchan, dinheiro, etc. Sentar e escrever, pronto-cabô.

O seu blog é imenso colaborador disso! E valeu pela citação!

Abraço!

Daniela disse...

Que honra! Na verdade eu que agradeço cada novo texto, fico feliz quando começo o dia ou termino lendo algo novo aqui.

Retribuindo, uma frase sua não sai da minha cabeça, citei até no meu facebook:

Daniela Torres: "Eu sempre disse que a humanidade não deu certo. Cachorros, por outro lado, deram."
Perfeição by : http://champ-vinyl.blogspot.com/

Todo dia penso nela várias vezes, seja quando um ser humano faz algo estúpido (sempre) ou quando algum cão faz algo especial (sempre também).

Mais uma vez, obrigada Rob!

claudiaiarossi disse...

Quanta honra!!!!

Obrigada!

Djamar disse...

Rob,

Que gracinha, vc é um fofo e está completamente iluminado pelo espírito de Natal.

Obrigada por vc existir.

abraço

Lilian disse...

Aeeee, agora estou na lista! Fiquei de fora da primeira porque esqueci de te seguir, embora já lesse vc há um tempão.
Puxa, eu tenho essa mesma sensação. E na minha última visita a São Paulo, enquanto comprava umas coisas (justo onde? Na Teodoro!) eu pensava como seria bom trombar com vc e trocar umas idéias (não literalmente, pois isso seria um desastre de proporções épicas)
E pensar na ironia que eu estava tão perto de onde vc mora!
Obrigada por você e seu blog existirem, e por todas as risadas proporcionadas desde o primeiro post que li!

Frank disse...

Cara, não há palavras pra expressar o quanto fiquei feliz de ver meu nome aí nessa lista, Rob.

Saiba que mesmo não tendo te visto nunca e o mais próximo de uma conversa que tive com você ter sido trocar 2 tweets, mesmo assim você está presente em minha vida, como se você fosse um velho amigo.

Um abraço.

Kel Sodré disse...

Não comentei isso antes nem sei porque... acho que me esqueci disso durante um tempo e, agora que você falou das pessoas comprando coisas nas fnacs de suas cidades e lembrando de você, o fato me veio à cabeça: quando fui a Barcelona, vi de longe uma fnac que fica em uma praça, no início da Rambla. Me lembro que, assim que bati o olho no letreiro da loja, pensei "olha, a loja do Rob!!" hehehe

Tirando disso, quero saber como a Besta-fera está reagindo à árvore de Natal, porque tenho certeza de que ele não deve ter introjetado bem o conceito de que ela não era igual às da rua e que as bolas não eram brinquedo novo (e, se introjetou, te contrato como adestrador pro Otelo!)

Rob Gordon disse...

Vocês são foda. Muito.

(Alex, coloquei o link pra vc)

Abraços!

Cecília disse...

Mais uma nova leitora :)Que venham mais posts!

Carol Barros disse...

Hey Rob! Muito obrigada pela citação, sério. Na minha opinião, vc merece toda a repercursão que tem. Vc é realmente divertido! Faço questão de indicar o blog para meus amigos.
Muito, muito sucesso para vc!

Ana disse...

Pois saiba que ontem comi Carolinas e lembrei de vc, rs.

Perci Carvalho disse...

"Outro dia mesmo, fiquei sabendo que meu blog foi assunto numa mesa de bar."

rá! e como eh que vc acha que eu achei o champ??? err...tááá nao foi numa mesa de bar, foi numa mesa da praça de alimentação do xópis de Gov. Valadares enqto comia um Mc Donalds...

^________^

karina disse...

otimo, acabo de me identificar... estou na França fazendo dout sanduwiche e, ao entrar na mais do que chique Fnac da Champs Elisee me lembrei de vc. Mentira. Na verdade entrei la por sua causa, cabe destacar que na minha cidade, BH, não tem Fnac. E falei o tempo todo pro meu marido do tal do Rob Gordon.Ele não ficou com ciumes, ao contrário está se viciando nos seus textos tmb. Estou em vantagem absoluta sobre vc. Como comento muito pouco, vc não sabe nada sobre mim. Como te leio sempre, sei montes sobre vc. E gosto do que sei. Que é o que vc permite que saibamos, aí vc retoma a vantagem.

Marina disse...

Não sei bem se sou eu ali, são tantas Marinas no mundo... Mas você merece cada seguidor que aparecer por aqui, Rob. Não é à toa que eu sigo seu blog, só sigo gente foda.

A propósito, já falei do Champ em mesa de bar.

Beijos.

Thais Fama disse...

Apesar de não ser sua seguidora no blogger, pq eu leio tudo via rss, eu amo seu blog, e de vez em quando dou um hello por aqui. Escrevo apenas pra vc saber que seus fãs estão também fora do universo blogger!
Beijos

Nadia disse...

Olha só que coisa... eu tô aí.
Iei... ahuahuahuahuahua
xDDD

Lucas Reis disse...

Adorei ser citado. Pra mim é uma honra. Sempre tô no Championship acompanhando os últimos acontecimentos. Ah! E parabéns pelo blog. É mara!

Natalie disse...

Seus textos tornam nossos dias mais leves. É verdade. As vezes o dia anda pesado, cheio de problemas... é só entrar aqui, ler um texto, se divertir um pouco para as coisas melhorarem. É sempre diversão garantido. Esse sorriso sincero não tem preço.

Maysa disse...

Agora eu sigo. =)

Estou tão honrada pela sua citação que não tenho palavras. Você já me salvou de vários dias tristes com seus textos maravilhosos.