28 de maio de 2008

control + c / control + v

Qual o motivo de se ter um blog? O que leva uma pessoa a se sentar na frente do computador para escrever – e, inevitavelmente, publicar – um texto que ele sabe que corre o risco de não ser lido por ninguém? O que incentiva uma pessoa a dedicar parte do seu tempo a manter um blog que, mesmo tendo sido construído com esforço e dedicação, corre o risco de cair na vala-comum da blogosfera, se perdendo em meio aos outros milhões de blogs que existem por aí?

Afinal, é sabido que a grande maioria dos blogs que existe por aí não consegue romper a barreira que separa o proletariado da elite na blogosfera. Claro que uns poucos fazem isso, já que existem alguns blogs com números astronômicos de acesso (não discuto aqui a qualidade deles) e, por definição, sabe-se que a maioria deles nasceu dentro da “classe baixa”.

Sempre foi assim. E isso acontece até hoje. Surgem inúmeros blogs por dia, e a grande maioria deles nasce anônima. É apenas mais um blog, entre os milhares que existem. A exceção, claro, seriam os blogs de personalidades, que já nascem com fãs, mas graças ao nome do autor, e não ao seu conteúdo. Mas são poucos que, graças a sua qualidade, ou simplesmente sorte, conseguem chegar ao estrelato.

Sendo assim, o que faz com um blogueiro “perder seu tempo” escrevendo e se empenhando cada vez mais?

Bem, eu respondo.

Ego.

Blogueiros são movidos pelo ego. E isso não é privilégio nosso, já que toda pessoa que cria algo espera que sua obra seja reconhecida. Como eu já disse antes, me mostre um blogueiro que afirma não se importar com o número de acessos do seu blog ou com o volume de comentários de um determinado post, que eu lhe mostro um blogueiro mentiroso.

Eu? Bem, eu tenho um ponto fraco. São os comentários que recebo de pessoas dizendo que não irão mais ler meu blog enquanto estiverem no trabalho, porque não conseguem parar de rir. Um comentário desses, para mim, vale mais que todos os selos e prêmios que este blog recebeu. Nada, para mim, é mais gratificante que um comentário desses.

Qualquer blogueiro sabe que é recompensador demais receber um elogio pelo blog, especialmente de alguém que não conhecemos. Todo blogueiro gosta disso. Eu gosto e não conheço um que não goste.

O grande problema é que alguns blogueiros não querem ser reconhecidos pela sua criatividade, e estão mais interessados em apenas se tornarem celebridades virtuais – seja ela na internet como um todo, na escola ou no prédio em que moram. Ele não quer ser reconhecido pelos seus textos, pela sua criatividade, pelo seu senso de humor, nem pela sua profundidade.

Ele quer apenas ser reconhecido, não importa como.

Até aí, nada contra. O grande problema é que, via de regra, quanto maior o desejo de se tornar uma celebridade um blogueiro tem, menor é o seu talento. Junte essa falta de talento de alguns blogueiros ávidos em terem blogs famosos com a habitual falta de ética do brasileiro e o resultado é um dos maiores males da blogosfera: o plágio.

E é a prática mais comum do mundo virtual. O sujeito está navegando pela internet, encontra um blog com um texto legal, decide que aquilo ficaria bom no blog dele, seleciona todos os parágrafos, copia e cola no próprio blog e começa a receber elogios pelo texto.

São os mesmos textos; a diferença é que você passou horas para escrever o seu, e ele demorou apenas o tempo de três ou quatro cliques no mouse. E ninguém vai reclamar. Afinal, “qual a probabilidade do sujeito achar o texto aqui no meu blog?”

Claro que há uma grande diferença entre plágio e sacanagem de amigos. O Gomex plagiou descaradamente meu texto Aumente as Visitas do Seu Blog em 15 Passos, mas na sacanagem, com bom humor, e me avisou disso. Ele não plagiou, ele brincou em cima da idéia. O Tyler foi mais longe ainda e brincou em cima de todo o layout do Champ. Plágio? Não, pelo contrário. Para mim, esses dois exemplos são homenagens. O mesmo vale para as pessoas que colocam um texto meu inteiro em seu blog, mas tem a decência de creditar meu nome.



Você sabe que um blogueiro é bom quando
até o "plágio" dele esbanja criatividade


Mas, infelizmente, existem mais plágios que homenagens na internet. O sujeito entra no meu blog, copia o texto 366 e apresenta no blog dele com um textinho antes, dizendo algo como “vejam a minha nova sátira”. Sua não, minha. Outra blogueira foi incompetente até na hora de plagiar, não apagando nem a data do meu post, deixando no meio do texto dela.

Eu já havia sido plagiado antes; topei, por acaso, com o texto Aumente as Visitas do Seu Blog em 15 Passos num blog meses atrás e mandei um comentário para o sujeito, pedindo, com a maior educação, para “creditar meu nome nessa merda”. Ele foi mais radical e apagou o texto. Melhor assim.

Mas, outro dia, topei com uma frase que me fez pensar: “o plágio é a forma mais sincera de elogio”. Faz sentido. Afinal, a pessoa só copia um texto para seu blog se ela gostou. Ela pode até não ter entendido o texto inteiro, mas gostou de alguns pedaços.

Sendo assim, eu poderia até aproveitar este post para agradecer, publicamente, pelas homenagens deste tipo que tenho recebido em alguns blogs por aí. Mas não seria suficiente. Afinal, estamos falando de alguém que dedicou um post inteiro para elogiar meu texto. Um simples “obrigado pelo elogio” não seria justo.

Creio, então, que é mais honrado da minha parte, como agradecimento, linkar estes blogs. Afinal, tratam-se de pessoas que escrevem bem (admito que li apenas um texto de cada blog, mas gostei bastante do que li) e que não medem esforços para que seus blogs sejam grandes sucessos.

Sendo assim, vou ajudá-los. A partir de agora, todos esses blogs estão linkados na recém-inaugurada seção Textos Plagiados, aqui na barra direita. Caso algum dos textos linkados seja retirado do ar, o link continuará ali.

Você sabe usar o control + c / control + v? Eu também.

E eu faço muito mais estrago copiando somente o endereço do seu blog do que você copiando o texto inteiro. Enquanto você pensa sobre isso, deixo aqui o Top 5 Conselhos para Plagiar Meus Textos:

1. Escolha textos genéricos, que não sejam muito pessoais. Evite copiar textos onde cito a Besta-fera ou minha síndica, por exemplo. Ficaria ridículo demais.

2. Se planeja copiar as sagas, espere uns dois ou três dias entre cada continuação – é o tempo necessário para todos os seus leitores curtirem cada etapa da história (e, sim, se você fizer isso, eu vou linkar todos os capítulos).

3. Caso copie um texto onde linko outro blog, não se esqueça de manter o link. Você é um babaca, mas os donos dos blogs que gosto não têm nada a ver com isso.

4. Não copie, em hipótese alguma, um texto do Champ Chronicles. Como os textos ali são mais pessoais, eu vou levar para o lado pessoal. E isso não é algo que você irá se orgulhar.

5. Quando me plagiar, me avise indicando o link da sua postagem. Como eu vou achar o post mais cedo ou mais tarde, isso fará com que a gente economize bastante tempo.

32 comentários:

Tyler Bazz disse...

antes de tudo: agradeço o elogio.
E esse blog merece qualquer forma de elogio/homenagem feita ;P

Até na hora de reclamar de plágio você dá um jeito de se sobresair na blogosfera... foi genial! Linkar os ladrões.. como ninguem pensou nisso antes????

Eu quero propor aos que comentam aqui, logo abaixo de mim, uma campanha... vamos RECONHECER o talento dessas pessoas! Vamos ali do lado, clicar nos links dos textos DELES, e enche-los de comentarios, criticas, sugestoes.. quem sabe a gente até indique eles para uns selos..

Melhor de tudo é que um dos blogs que te plagiou colocou um "textinho" na parte de comentários, dizendo que sabe que o blog é bonito, mas que prefere ser reconhecida pelo conteudo =O

É o cumulo da auto-enganação u.u



o/

paulonando disse...

Estou com você! Pau neles!!!

Gilgomex™ disse...

Como diria Roberto Gomez Bolños... Nunca plagiei, nem voltarei a plagiar!

"pessoas dizendo que não irão mais ler meu blog enquanto estiverem no trabalho, porque não conseguem parar de rir."

Cara, me lembro de um comentário assim no meu blog... Realmente, a sensação foi de que eu deveria escrever mais uns mil posts nakele dia... Mas acabei escrevendo só um, e uns 4 dias depois.
Lembro que a "comentadora" começou dizendo:

"Cara, que vergonha!"

Achei que ía descer a lenha... Mas não... Completou assim:

"nunca mais leio seu blog no trabalho... to rindo aqui sozinha! parabéns."

Foi no do Justus. E quantas vezes eu já fiquei rindo sozinho aqui do Champ (com os 15 passos que VOCÊ me copiou, foi assim)... E vários outros. Eu até comecei a me inspirar em seus textos pra criar os meus (creio que neste momento você morrerá de vergonha do trabalho mal feito que eu venho desempenhando... heuheuheuehueheu). Quanto ao Chronicles, eu tenho que ler de vez em quando, pra ver se você não teve mais uma daquelas idéias que eu queria ter tido.

Pâmela disse...

Acho que os plagiadores (neologismo-ou sei lá como se escreve isto-:mode on / e plágio também) se arrependeram.

Unlucky disse...

Simples, (não tão) direto, e prático.

Como um Veneno!
=D


adoro sarcasmos! ;D



Adorei a saga "No Capricho" axo q vou roubar a ideia.

ahahahahahaah

Plagio!!!! SIIIM! o/

Perdido disse...

putz, tinha escrito um comentario enorme, e não salvou... vou resumir a ideia agora:

quando você copia é homenagem, quando os outros te copiam é plagio!

era mais ou menos isso. morte a elite da umbigosfera! viva a revolucao o/

Wagner disse...

Cara, como sempre, você disse tudo! Só faltou um "quem avisa, amigo é" bem explicito no final. Se bem que já está explicito, só não enxerga quem não quer.

Plágio na blogosfera é ridiculo. É por essas e outras que apenas os blogs criativos duram.

RockerZ disse...

Grandee Rob!!

poxa.. queria ver a cara desses "blogueiros" qndo lerem esse seu post!

seria tipo: " Porra!! me descobriram!! Tenho que sumir com as provas! " ai só da ele arrancando o "Ctrl", "C" e o "V" do teclado UAHAUhaUuha

camilinha_goes disse...

Bom, primeiro quero dizer que é meio brega, mas adoro seu blog, tenho ele linkado no meu, leio diáriamente, comento quase nunca, e tenho orgulho de dizer que nunca te copiei, alias, copiei ninguem!!!

Mas esse mundo redondo dos blogs é assim mesmo, dizem que nada se cria td se copia, e só quero te dizer que mais uma vez, como em tantas outras, ao ler seu blog eu termino e penso:

_ Caralho, o bicho é foda!!

é isso aê, continue a fazer posts dignos de serem copiados, e sim, já pensei em parar de ler seu blog no meu trabalho por que fico com cara de idiota olhando e rindo para o monitor...

PS: perdão a falta de acento, estou com o teclado completamente desconfigurado

Iza disse...

São textos como este que gosto em teu blog mas isso é porque não vejo filmes, não escuto música estridente e sou rabugenta mesmo. Quando vejo textos como este venho correndo ler de cabo a rabo e deixar meu comentário, e não me importa se tu comentou no meu blog ou não. Eu venho aqui e pronto. Isso não é uma afronta e sim uma forma de dizer que adoro estes textos no estilo, ó fase, a humanidade não deu certo,... etc. De música e filme não entendo nada e sou chata sim, mas gosto do teu blog.
...
Tu deverias patentear a descoberta de como inibir os plagiadores...eles podem plagiar a descoberta também...hehehe.
...
A propósito: Tua síndica não tem algo a ver com estes plágios?...hehehe. Ela não andava te perseguindo?
...
Te cuida guri!
Beijos!

Johnny disse...

Acabo de dar um clique em cada "blog" da sua nova lista.

Bom, cliquei e perdi a inocência de achar que ninguém seria capaz de copiar um post.

Por curiosidade fui pesquisar pelos meus textos no Google, e rastrear algum picareta, e descobri o lado bom de ser quase anônimo. Ninguem me plagiou...

Agora estou dividido. Fico com inveja por não ter sido plagiado?

Mr. Gordon, continue produzindo material de boa qualidade, e não se esqueça de listar os picaretas quando os encontrar. Prometo que só clico uma vez no link deles. Entenda... É pela diversão.

Rejane Oliveira disse...

Seguinte:

Te Plagiei e pronto:

http://cronicasnodiva.blogspot.com/

Agora faça jus a sua ameaça e favor linkar meu blog ai no dos plagiadores...

Os fins justificam os meios...

E meu blog anda num marasmo só... Só assim para ele dar um up-grade, aumentar a milhagem, however.

E Obrigado pela visita... só esqueceu de revelar sua identida secreta...bah..

bjos

Neh esse não disse...

Droga!Lá se vai a minha grande jogada para "criar" um clone do Champ.

Não dá pra copiar você meu chapa.Ninguém quer passar por essa vergonha. :D

Cuidado pra não ser "Kibado" um dia.

Abraços.

Lara disse...

Devo assumir que no fundo, bem no fundo, acho que eu me sentiria até um ser superior caso achasse um plágio das minhas postagens perdido por aí... Veja pelo lado bom: tem alguém querendo ser igual a você! Para essa discussão, tenho uma teoria: a arte de fazer um blog não está em escrever um post bom, e sim em manter a qualidade dos posts a cada atualização. Plagiadores têm seus cinco minutos de fama e só. Depois o marasmo volta!

Fábio C. Martins disse...

Rapaz, eu tenho um medo imenso de ocorreu um Maça+C e um Maça+V (Uso um Mac. :P) nos meus textos, principalmente por ser uma história, aliás, principal objetivo do blog. Mas como você disse: "Ego"!

Assim, continuarei escrevendo, pois sei que se um dia essa história for plagiada, tenho amigos que poderão provar que é plágio.

Abraços
PS: tudo bem que tu prefere os comentários, mas indiquei o seu blog com o Selo de Garantia. Não é nada de MEME, só uma indicação.
_________
Folhetim On Line

Ana disse...

Ofensas eu não aceito cara, primeiro porque nem de ti copiei, plagiei ou fiz nada do tipo, minha PARCEIRA de blog que copiou de um lugar chamado "crônicas da vida" e que por algum motivo estava lá sem autor, eu NUNCA entrei antes em seu blog, e outra, TODOS os textos copiados no meu blog tem direitos autorais.
Quando resolver ofender alguem veja o AUTOR DO POST e não saia xingando por aí a esmo. Okey?
Bejinho, e fique bem!

Pocow disse...

Dois monstros criativos: Tyler e Rob.
\m/

Arthurius Maximus disse...

Quem diz que plágio é uma forma de homenagem, é um grande #@$%¨*!@#$= (leia-se filho da pu*a mesmo).

Também sou vítima constante desses imbecis descerebrados que não tem talento nem para copiar um texto decentemente e mudar algumas palavras para disfarçar. É a cópia pura e simples e uma baita certidão de incompetência e de imbecilidade. Além de crime previsto em lei.

Belo post.

Marcio Sarge disse...

Cara!!! Genial!!
Só tenho uma ressalva o que impulsiona escrever em blog além do ego(não tiro sua razão) é tb o prazer da letra, o amor pela escrita isso conta muito pelo menos em meu caso.

Mas ai eu to com o movimento do Tyler.

Valeu


Haaaa tenho uma reclamação. Poraaa volta a escrever no Chronicles rsrs

Até

luciana.novo disse...

E a viada que roubou "Os Dois Neurônios" ainda conseguiu descontextualizar tudo, cortanto a última parte que falava sobre SEINFELD e transformando o texto numa crônica de auto-ajuda!! E o pior: ainda colocou uma música da Banda Eva como referência!! Na boa, querido, conforme o scrap que eu te deixei ontem pode comprovar, estamos na merda.

Beijos*

Varotto disse...

Comentário breve:

Tooooma!

O Lacônico

mr .bin disse...

muito interessante seu blog..está interessado em parceria de troca de links ou banners?..Abraço

Barretão disse...

Rob,

O Dois Neurônios apagou o blog ou mudou de endereço!!!!
Hahahaha.. o que o medo nao faz!

Abs,
Barreto

Vinny disse...

Muito bom o texto heim, control C + control + V, eh a realidade da net rsrs rsrs

Se um dia eu copiar algo daqui, darei os creditos a ti, ok ??? hehehe

Fox disse...

Olá Rob, tudo bem?
Você não me conhece, e na verdade eu também não te conheço. Só que segunda passada, eu vim parar sem querer no seu blog champ-review - e nem lembro o que procurei no google, mas garando que não foi "bam bam pelado" - e gostei do seu jeito de escrever, e clicando nos links acabei caindo aqui no Champ Vinyl.
E bom... não tem outra forma de falar isso, então eu vou simplesmente falar: tenho que confessar que desde segunda, eu li todo o seu blog. Todo. Não to dizendo dos "tops 5" que ficam ali do lado não, estou dizendo TODOS os posts. Cliquei no primeiro mês ali, em Julho/06 e fui lendo até chegar em Maio/08. Acredite.
E quero dizer parabéns por tudo que você escreveu, e por sempre levar as coisas na esportiva (?). Seus textos fluem de uma forma única, e realmente prendem o leitor. Ri bastante, me identifiquei com muitas coisas que você escreve, seu modo divertido de ver as coisas e tal... e bem, não posso dizer que somos nem parecidos - o que só mostra como você escreve bem, já que somos diferentes e eu gostei muito dos textos -: Meu nome é Vinícius Alves, moro em Vitória/ES, tenho 21 anos, trabalho e estudo...ahn, tenho uma banda, de pop/punk/rock, meu estilo musical é bem diferente do seu, e blablabla... enfim, poucos - ou nenhum - ponto em comum. E ainda assim, seus textos foram ótimos de serem lidos =]
Enfim, já escrevi demais aqui, só queria que você ficasse ciente que seus textos são excelentes, e para continuar postando sempre =]

Ah, para não permanecer no anonimato:
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=16603312766292771494

Abraço!
E agora, me dá licença que vou continuar lendo o Chronicles! =]

ps: não sou um serial killer. ¬¬

Catarino disse...

Vim visitar seu blog e dizer que você está entre os meus favoritos no blogblogs, peço que visite meu blog e me favorite no blogblogs também.
Li seu post e achei muito bom e apropriado.
Vou ficar esperando

rbns disse...

http://nidemithrandir.blogspot.com/2007/06/aerosmith-brasil-sexta-13-love-in.html

"Priscilinha Loser... para plagiar um texto vc. devia pelo menos mudar o gênero do autor original.

Olha só: "atraiu os mais diversos públicos, incluindo ESTE que vos escreve"

No seu caso, eu acho, deveria ser ESTA né sua bestinha?
"

Helen disse...

Rob, você está muito futriqueiro.
(Hahahaha)

MaxReinert disse...

Bah.. gostei da idéia da menina lá em cima.. vou te plagira pra ganhar um link e ver se aumento minhas visitas!!! hehehehehhe

MaxReinert disse...

PS: esqueci de dizer que esses dias um amenina colocou um texto meu no "quem sou eu" dela do orkut... (pelo menos deu o crédito).. mas eu juro que fiquei meio impactado com "ela" SER algo que eu escrevi!
Muito meeeedo do mundo!

Larissa Bohnenberger disse...

Nossa, como acontecem coisas por aqui qdo me escondo por alguns dias...

Bem, o que é que eu posso dizer? Esse é o ônus de escrever na internet. Aqui não existem leis, nem punições. Não que se existissem faria grande diferença. O Brasil é conhcido por não fazer cumprir suas leis. Enfim, onde não há certo e nem errado, onde tudo é permitido, podemos fazer justiça com as próprias mão. Dou todo apoio.

Bjs!

Gabriel Alex disse...

Você é um gênio!