29 de janeiro de 2007

Tem Dias que o Post não Vem

Se você tem o hábito de entrar num blog de um amigo quase todos os dias, admirando o quanto aquele cara escreve bem, pode estranhar que, às vezes, o blog dele fica dias sem ser atualizado. Você entra no blog e lá está ele: o mesmo post de dias atrás, abrindo a página. Tem até um pouco de poeira no título. E, se você manda uma mensagem para a pessoa, perguntando por que ela não escreve mais, as respostas que você recebe são sempre as mesmas: “Putz, cara, tô sem tempo para nada esses dias”, ou “Na verdade, estou mexendo no layout do blog, por isso não estou postando nada”.

Sim, isso até pode ser verdade. Ele realmente pode estar trabalhando demais, ou fuçando no html do blog. Mas, normalmente, essas desculpas servem apenas para esconder um dos maiores segredos dos blogueiros. Um segredo que ele não conta para ninguém – nem mesmo para outros blogueiros. Se você é blogueiro, você já sabe do que estou falando e, sim, vou abrir o jogo aqui. O mundo precisa saber disso:

Tem dias que, simplesmente, o post não vem.

Pode parecer difícil de acreditar, mas, nós, blogueiros, que escrevemos aparentemente sobre qualquer assunto e em qualquer estilo, também temos bloqueios criativos. Nós, que escrevemos esses textos que vocês adoram ler quando o chefe não está olhando, também sofremos da síndrome da falta de assunto: às vezes, nada no mundo parece ser interessante a ponto de virar um post. E, às vezes, essa síndrome dura dias.

Sim, porque vocês lêem os textos e pensam: “Uau! Esse cara escreve demais! Tudo para ele é assunto!” Vocês nem imaginam quantas vezes estivemos com os dedos coçando para escrever algo no blog e ficamos horas olhando aquela tela em branco, com fragmentos de textos geniais na sua cabeça – sendo que nenhum deles tem potencial para virar um post de verdade. E você ali, pensando nos textos que já postou, nos elogios que já recebeu... E a tela em branco rindo da sua cara, tentando te convencer de que "aquele post genial de meses atrás que todo mundo adorou foi um lapso da sua parte, que na verdade esse seu lado medíocre é que é a realidade". E, na hora em você abre seu blog e vê que o último post tem mais de uma semana, você começa a dar razão para ela.

Nesses momentos, as pessoas mandando comentários como “e aí, cara, quando você volta a escrever nesse blog?” não ajudam muito. E você, como um viciado que esconde o vício das outras pessoas, responde disparando mentiras prontas e mal-feitas como “estou viajando” ou “estou trocando a conexão da internet aqui em casa, por isso o blog está parado”. Conheço um blogueiro que chegou a forjar a morte da avó como desculpa para a ausência de posts – como ele já tinha postado umas fotos da velhinha no site, ganhou a simpatia geral dos leitores, o que acabou rendendo posts sobre o funeral e até mesmo a missa de Sétimo Dia. Tsc tsc... Tudo para esconder o fato de que estava num bloqueio criativo danado. Não adianta. Blogueiro não assume que está sem assunto.

Sim, pode parecer difícil de acreditar, mas tem dias que o post não vem. Olhamos para todos os lados, fuçamos a internet atrás de algum assunto que renda um post. Eu chego até a sair para a rua e fico olhando as pessoas. Como eu moro em Pinheiros, 30% das pessoas que eu vejo perto de casa rendem alguma coisa para colocar no blog. Mas, nesses dias, parece que apenas as pessoas normais estão andando, os esquisitos, os que-nasceram-para-ser-posts estão em casa, provavelmente fuçando na internet e vendo que seu blog continua ali, intocável.

E você volta para a casa, liga a TV, entra na internet, liga o rádio, começa a olhar seus livros... E nada de interessante acontece. E a coceira nos dedos para escrever aumentando. E a tela branca rindo da sua cara. E as mensagens cobrando posts novos chegando no seu mail. A vontade que você tem é de ir até a varanda e gritar para o mundo:

– PORRA, VOCÊ NÃO PODE SER UM POUCO MAIS INTERESSANTE?

E, não, nenhum blogueiro vai assumir isso – talvez só sob tortura. Isso é segredo de estado. Anote isso: blogueiro nunca está sem inspiração, ele está sem tempo. Assumir que, às vezes, você simplesmente não tem nada para postar é algo imperdoável dentro da blogosfera. É o mesmo que quebrar a máscara na comunidade dos vampiros (nerd mode: on), ou ignorar a omerta, na máfia italiana (fanático por O Poderoso Chefão mode: on).

Provavelmente, eu vou sofrer retaliações por abrir o jogo dessa forma e tornar isso público. É capaz de hackers invadirem meu blog. Ou pior, alguns blogueiros emos descobrirem onde moro e combinarem de fazer uma choradeira coletiva na frente do meu prédio (Uau! que post que isso renderia!). Mas, agora é tarde. Agora eu já contei tudo. O mundo precisava saber disso:

Tem dias que o post não vem.

Se você é blogueiro, sabe disso.

Se você não é blogueiro, você não faz idéia do quanto isso incomoda. Mas, não se preocupe. Nós sempre voltamos. Nem que seja simplesmente para fazer a maldita tela em branco calar a boca!

E, olha só... não que é o fato de não ter um assunto rendeu um post?

5 assuntos que não evoluíram a ponto de virar post no Championship Vinyl

1. ‘O macho da drosófila não pratica crossing-over” - essa frase, dita em alguma aula de biologia, sintetiza totalmente a imbecilidade do colegial e a humilhação que os alunos precisam passar para se formar - afinal, isso é um problema da drosófila, do macho dela e de mais ninguém. Talvez ainda vire um post, tenho algo rabiscado em casa.

2. O sósia do Coronel Mostarda que dançava na Teodoro Sampaio - se você jogou Detetive, sabe quem é o Coronel Mostarda. Agora, imagine ele dançando para as pessoas na Teodoro, com uma camisa florida e bermudas. Infelizmente, como ele sumiu segundos depois, não tinha nada mais para postar sobre ele.

3. A comida do restaurante por kilo aqui do lado – mas ela anda tão insossa que tive medo do blog ter o mesmo sabor de gelatina de hospital.

4. A prisão do Ronaldo Esper após roubar dois vasos de cemitério – a piada já nasceu tão pronta, tão redondinha, que tive medo de mexer e estragar.

5. A moda das “celebridades sem calcinha” – Naaah.... Pobrezinho demais. "Sem assunto" demais.

9 comentários:

L. Inafuko disse...

nossa.. realmente, eh isso q acontece..
neste momento sou uma blogueira bloqueada huahauhau

mto bom esse post.. q assunto para se desenvolver viu ^^

bjuus

vou te linkar posso?

Duda disse...

Hahaha acho que todo blogueiro passa por isso mesmo. Aliás, o primeiro post do primeiro Duda Pih teve a ver com isso. Mas a pagina de postagem do blogger me da mais inspiração que o papel ou o bloco de notas do windows.

Dei bastante risada quando li "O macho da drosófila não pratica crossing-over", pareceu uma piada. Se fose na aula de biologia acho que eu chorava mesmo.
ah, linkei o seu blog no meu e acho que esqueci de avisar.
abraços

Lanark disse...

Eu costumo deixar textos prontos numa pasta, pra quando a inspiração acabar eu vou postando eles. E tenho uns três textos que não são de minah autoria, pra postar quando a acoisa estiuver realmente feia. Confesso que depois do post sincronicidade do caos eu fiquei sem saber o que postar, até que bateu uma inspiração repentina, escrevi um texto tosco pseudofilosófico, e já escrevi outro, pensando no exército, cheio de ódio e metáforas, e totalmente ego trip.

Essa é a solução! Não sabe o que postar? Desafie seus leitores com um post metafórico hermético pseudo poético tratando de um assunto que poucos vão entender!

Davis disse...

Concordo.


(tem dias que o comentário não vem também) :-D

Mariliza Silva disse...

Pelamordideus!!!! Que que eu faço com vc?!?!?!!? Contou nosso segredo!?!?!

Eita, agora para não passar por esta síndrome estou armazenando post para época da seca. Eh, tô escrevendo retalhos, guardando para só depois alinhavar. O problema que minha intenção é escrever de acordo com meu humor e daqui a pouco meu humor vai ter que se virar para ficar de acordo com meus post... TEM CURA DOUTOR???

Amigo querido, sumi não... é aquela história de fim de mês, fechamentos mil, relatórios, etc etc (tudo balela...rsrsrsrs)

Adorei te ver no meu blog. EU é que já estava com saudades...

Beijão e some não

Mariliza

Johnny disse...

Eu acho que a comida do restaurante por quilo pode render... Quando voltar lá, capte algo para nos contar... rs

Uma das três. disse...

Se o fato de não ter um assunto rendeu um post?!
Renderia um livro de auto-ajuda...
Meu blog mal poder se considerado um blog e já acabou o assunto.
Fogo-de-palha é uma tristeza.
Não vou deletar pra daqui a uns 3 anos escrever qualquer coisa imbecil sobre algo mais imbecil ainda(ou seja, falar da minha vida para ninguém).
Mas foi um bom post, me sinto melhor agora.
Obrigada. o/

Thiago Neres disse...

aiuehauieheuiahuiaehea... eu tenho blog e volta e meia fica aquele tempão parado.

Eu fico pensando "E agora José, o que merda eu posto?" e vem gente cobrar o porquê do blog estar tão desatualizado.

Nunca é falta de assunto. É sempre falta de tempo, trabalho, estudos, viagem, etc... etc...

Mas agora que você falou no assunto que eu parei pra pensar nisso. Blogueiro nenhum admite essas coisas :D

Ah, e aproveitando o comentário... e aí, cara, quando você volta a escrever nesse blog?

Charlie Dalton disse...

Essa história de blogueiro ficar inventando conversa pra dizer que está sem inspiração pra mim é nova.

Eu já abro o jogo logo. Tem dias que o post vem, outros não. (Assim como tem dias que o post é bom, tem outros que é mais ou menos, tem outros que...enfim, nem sempre dá certo.)