23 de junho de 2009

Sunday Morning Fever

O corpo humano é um negócio engraçado. Especialmente o meu. Lembro de uma professora de ciências, no ginásio, que afirmava que o corpo humano era uma máquina aparentemente perfeita, e tinha solução para quase qualquer problema que ele encontrasse.

Isso, claro, quem dizia era ela. Eu discordo. Não vou tirar o mérito do corpo humano em resolver seus próprios problemas, e talvez ele faça isso até melhor que eu. Por outro lado, ele não precisa lidar com problemas como os meus (como o aluguel e o Speedy que não conecta).

Mas, para efeito de discussão, vamos partir do princípio que o corpo humano é eficaz em resolver seus problemas.

Agora, porque então o meu corpo precisa ser tão radical assim?

Sábado, a região do meu rosto ao redor do meu nariz começou a doer. Horas depois, comecei a espirrar. Ou seja: gripe à vista. Claro que meu corpo – como a máquina perfeita que é – começou a trabalhar.

Imagine a cena. Um dos funcionários do meu organismo entra na sala do Herr Direktor de Saúde.

Vale citar que Herr Direktor é um gordinho bigodudo com a cara do Gert Fröbe (vocês já assistiram 007 contra Goldfinger, certo?) e fica o dia inteiro trancado no escritório, ouvindo Wagner. Passa a maior parte do tempo estudando um mapa geopolítico do meu corpo e praguejando baixinho em alemão, e anda sempre marchando em passo de ganso.

– Bom dia, senhor.

– Guten tag!

– Acabei de receber um relatório, e tenho más notícias. O organismo está todo tomado por vírus.

– Vírrus? Mein Got! Elas non desistir nunca?

– Aparentemente, eles voltaram, senhor. É gripe. Das brabas.

– Gripe? Na meu corpo? Elas saber que isso ser verboten! Nós torrar esses desgrazadas! Febre, agorra!

– Febre? Já? Não é uma medida radical demais?

– Achtung! Non discutir comigo! Ligar o febre e todas as vírrus kaput em queston de horras! Jogar carvón no caldeirra, agorra!

– Sim, senhor.

– Se alguma das vírrus sobreviver, eu faz queston de colocar uma prezo pelo seu cabeza! Elas non ficarron impunes!

Assim, foi-se resolvido o curso a seguir. E as febres começaram a alimentar “o caldeirra”.

Febre. Intensa. Ardida. Descomunal. Mortal.

Domingo, passei o dia inteiro na casa dos 38,5; ontem, cheguei aos 39,1 – o que é uma excelente marca, especialmente para alguém cujo recorde é 40, atingido com uns 10 anos de idade.

E, cá entre nós, quando você está na casa dos 38, você ainda é humano. Doente, mas humano. Mas, quando você passa dos 39, é óbvio que você está sofrendo uma espécie de metamorfose, e está prestes a se transformar num habitante de algum Círculo do Inferno. Falta só começar a arrotar enxofre.

Claro que não discuto a eficácia da estratégia. Os vírus devem ter morrido (e um pedaço do meu estômago deve ter chamuscado um pouco), já que nem um beduíno teria sobrevivido lá dentro.

O problema é que eu quase morri junto.

Comparativamente, o que meu corpo fez foi o seguinte: imagine que eu sou uma cidade que vive uma onda de crimes. Ao invés de prender os criminosos, o prefeito decide simplesmente abrir a represa e inundar a cidade. Claro que isso vai acabar com o crime, já que vai acabar com a cidade inteira.

Ou seja, é eficiente. Mas não é muito brilhante.

Meu medo é se um dia eu tiver uma doença séria. Capaz de eu estar deitado na cama, com dores, e, ouvir baixinho, dentro do meu cérebro o Herr Direktor esbravejando com algum dos seus funcionários: “Nós non vamos permitir isso! Pegar o dinamite! Nós ir até a zérebro agorra, explodir tudo!”.

Aí, é sair correndo para o hospital, rezando para chegar lá antes que o louco acenda o pavio.

Antes que isso aconteça, porém, deixo o Top 5 diretores do organismo que mais dão trabalho para mim (sem contar o Herr Direktor):

1. Mister Director de Práticas Culinárias – Britânico; sonha em aprender a cozinhar. Às vezes, tenta inovar na cozinha, mas seus pratos acabam tendo sempre o mesmo gosto: horrível. Especialmente porque, como não encontra hortelã, usa halls preto como tempero.

2. Signore Diretore de Finanças – Italiano. É bem intencionado, mas seria muito mais eficiente se não perdesse o aluguel e o extrato bancário com uma freqüência assustadora.

3. Señora Diretora de Brigas, Discussões e Entreveros – Espanhola. É quem rege as discussões que me envolvo. Teimosa feito uma mula e vingativa. Nunca esqueceu uma ofensa.

4. Г-н директор do Depto. Etílico – Russo. Durante a minha adolescência, assumiu como cruzada pessoal provar, de qualquer maneira, que ressaca poderia ser curada com vodka.

5. Senhor diretor-geral – Brasileiro. É quem coordena tudo. Alguns anos atrás, foi investigado como pivô de um esquema de corrupção dentro do meu corpo, acusado de desviar parte da energia ingerida pelo meu organismo. Existem teorias que afirmam que tenho apenas 1.60 por causa disso.

35 comentários:

Otavio Cohen disse...

mein gott
q coisa fantástica, rob aohaohaoh. foi uma aula de biologia, inclusive. além do tipo ótimo que já tava dando saudades.
ótimo 401º post.

Tyler Bazz disse...

Meu... MEU!!!

Tava demais já no texto, com o cara falando alemão.. muito!!!

Mas esse Top5 ficou fantástico! Morri!!!!

Otavio Cohen disse...

claro, a "coisa fantastica" não se refere à sua doença...

MaxReinert disse...

heheheh... já percebeu que o povo fica torcendo pra vc se dar mal, né?

Poxa!!! Que coisa fantástica??? Antes o povo pelo menos disfarçada!!! Tá fueda!!!!

P! disse...

HAUHAUHAUHAHAUA

Me responda: como você pode ser TÃO genial?
Esse texto entra no meu Top 5 COM CERTEZA!
Simplesmente amei as nacionalidades e o Direktor (?) falando alemão!
Se toda vez que você sofrer um sério dano na sua saúde, acabar escrevendo um texto tão bom (lasanha), vou acabar rezando para que Rob Grodon seja presença constante no hospital!
hehe :)

Ah, e tem certeza que você não tá com Gripe Suína?! HAHAHA *que bobeira*

MPauloS disse...

HAHuahuahuhauauha, cara seus textos são ótimos, é simplesmente hilário ver como você abordas situações do cotidiano e as transformas em histórias totalmente sem noção.

PS: Meus Pêsames sobre o fato do seu diploma ter passado desta para melhor, não concordo com a decisão do STF.

Hally disse...

Só no tempo que eu leio teu blog, tu já teve pneumonia, queimadura por culpa de uma lasanha, tua namorada enfiou o dedo no teu olho (eu li o parágrafo que era só pra ela... rsrsrs) e agora gripe.

Considerando que moras em São Paulo, pode ser gripe suina, mas acho que esta gripe é igual a qualquer outra.

Te benze Rob!

Nem vou comentar o top 5 e o alemão do direktor, pois isso todo mundo sabe que foi brilhante!

Dalleck disse...

Achei que você iria se metamorfosear numa borboleta... Eu e minhas desgraças, Rob Gordon e suas doenças.

Gilgomex™ disse...

Halls preto??? huehuheuheuheuheuheuheuehuehueheuheuehueheuheuheuehuehuehueheuheueheuheuehuehuehueheuheuehuehueeueuehuehuheuheuheuheuehuehetc...

elisa disse...

A-do-rei o seu blog, tô lendo os arquivos e fico rindo sozinha aqui de madrugada. Parabéns!
E esse top 5 ficou demais!

elisa disse...

ah, isso sem contar o título do post.

Natalia disse...

Adorei! Só fiquei imaginando qual seria sua explicação para o médico quando chegasse ao pronto socorro: "Herr Direktor tá pensando que pode atacar de novo, me ajuda!"

Que Nem Chiclete disse...

Virrus?
Pooltz, halls preto eh punk!
Hhaushuas

Posso não comentar mais nada e rir de novo e depois imprimir cópias pra distribuir pras gurias aqui? (justifico a impressão pelo fato de pouquissimas pessoas lerem blogs aqui no Fim do Mundo).
Ah, confesso que já imprimi outras vzs, mas com os devidos créditos e com o endereço do blog. Quem sabe um dia, depois do Armagedon, o povo por aqui aprenda que existe mais coisas na net além de MSN E THE SIMS o.O"

=X

Varotto disse...

"heheheh... já percebeu que o povo fica torcendo pra vc se dar mal, né?"


Ha-ha-haha-ha-ha! O Rob vai morrer! Ha-ha-haha-ha-ha! (Penélope Charmosa's Quadrilha de Morte mode: on)

Cami Pires disse...

Muito incrível!

Leandro disse...

HAHHHAHHA... muito criativo!!

O Senhor diretor-geral brasileiro foi o melhor...

futeboldorio disse...

HAHAHAHAHA
O foda é qd o corpo fica doente em ocasiões especiais.
Eu comecei a namorar em Janeiro, ela era uma amiga minha, e o climinha começou a rolar qd ela viajou pra Arraial do Cabo e tal... então a gente tinha planinhos bobos de pegar um feriadão desses e ir pra Arraial juntos... pois bem, fomos... tava tossindo um pouco, mas ok.
Cheguei lá, febre de 38 graus e tal... foi foda. Deu uma estragada na viagem.

An@Lu disse...

Rob, esse texto está brilhante. E é isso que eu gosto mais em você.

Um simples "passei um domingo de manhã agonizando de febre" se torna numa verdadeira odisséia!

E esse foi dos melhores top 5 que eu já li aqui no Champ :)

Bridget Jones disse...

1. Halls preto é a oitava praga. Ficadica.

2. Ressaca se cura com vódega mesmo. Seu diretor tá certo.

3. Este diálogo em alemão foi o melhor que eu já li em toda a minha vida. Parece real! Eu diria que vc teve consultoria com algum alemão de verdade pra estereotipar tão bem este diálogo. Parabéns de verdade! Muito, muito, muito bom! Vc deveria trabalhar no depato de linguística de alguma faculdade estudando os sotaques. Fantástico!

Bridget Jones disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Redd disse...

olha a gripe suína!!! rá!

mas no fim tudo se resolve, afinal de contas, o diretor geral é brasileiro e deve dar um jeitinho!

Ando disse...

Ouvi falar também da sonegação de fios de cabelos... Provavelmente uma CPI será instaurada... ou não...

Marina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina disse...

Você deveria colocar uma tag "Fantástico Mundo de Bobby". Ou de Rob Gordon, se preferir. Rapaz, vai viajar assim na China, viu? Se eu morrer de rir, vou deixar uma nota para enviar os gastos do enterro pra você. Isso para evitar um processo.

Luízα disse...

Rindo litros, esse post vou fazer questão de mardar para meus amigos, muito show!

Matheus Silva disse...

como uma pessoa pode ser tao criativa?

sinceramente, eu tenho inveja de ti, nao consigo nem criar algo criativo pra comentar aqui :s

Leandro disse...

muito bom!

Daniela disse...

Estou numa fase "saco cheio no trabalho" e como não posso trazer livros para ler (pq daí chama mtooo a atenção) resolvi me aventurar em alguns blogs.

Gentem e como existem blogs bacanas!!!!! Abria, se gostasse lia todos os posts e depois me aventurava em blogs indicados (pq se o blog é bom certamente ele indicará outros bons) e assim encontrei seu blog...

Ganhei 1 semana lendooo e como foi divertido!
Me envolvi com todas as suas histórias.

Então estou deixando este comentário para elogiá-lo e dizer que foi MARA passar por aqui... e que voltarei sempree!!!

Continue postandoo...

Daniela

Nat disse...

Dava pra jogar Detetive com esse grupo de diretores do seu organismo.

Varotto disse...

Grande Rob e comparsas.

Vocês venceram:

http://madogbr.blogspot.com/

Agora vão ter de me engolir!

Renan Becker disse...

Muito bom!!! aushauhs ótimo!!

Eu tenho uma versão desse seu diretor russo aqui também, auhsuahsu
ele é teimoso, quer curar qualquer coisa com vodka.

Ando disse...

Xiiiii, era suína...

Isabella disse...

hahahaha!
para mim o pior é quando acontece uma mudança brusca de temperatura. calor de dia e frio à noite? ah, basta para meu corpo iniciar uma preparação glacial que inclui nariz escorrendo e coçando, espirros, inchaço. uma inteligência ímpar. do contrário, como eu resistiria à um dia calorento seguido de frio?
fora a poeira que SEMPRE é detectada como, sei lá, agente inimigo. pobre de nós.
adorei o post!
grande beijo!

Garbo disse...

Dia 1 ja, atualiza ae!!!

como o twitter ta parado acho q a seita do predio do Rob auxiliada pela besta fera o captrurou, se ele conseguir se livrar dessa, teremos um post indianajoniano de 5 pags hahahahahha

abç
nao demore a postar, ja estou entrando em crise

Elaine disse...

E eu aqui fuçando nos arquivos. O texto é ótimo, a doença é péssima, ok, tudo confere. De repente me deparo com essa: halls preto como tempero! Essa foi demais! Não deve ter saído nada de bom daí. Imaginar uma dessas conseguiu provocar meu primeiro comentário....

Brincadeiras à parte, amo seus blogs.
Bjo.