31 de dezembro de 2008

Top 5 2008 - Séries
















5 - Desperate Housewives
Muitas outras séries (Dexter, Californication) poderiam entrar aqui, mas Desperate Housewives conta com um diferencial: Felicity Huffman. A intérprete de Lynette é, de longe, a melhor atriz da televisão atual. Seja nas cenas em que atua ao lado das outras atrizes principais ou (especialmente) naquelas em que está sozinha, como no episódio em que é feita refém, na terceira temporada, Felicity mostra que ela é o verdadeiro pilar do seriado, sempre caminhando sobre a fronteira entre a comédia e o drama sem exagerar em nenhum deles – ao contrário do que normalmente acontece com suas companheiras de cena. É por isso que seu personagem é o mais humano da série – e uma das melhores coisas da TV.



















4 - O Exterminador do Futuro – As Crônicas de Sarah Connor
Comecei a assistir com um pé atrás, temendo que fosse apenas um caça-níqueis aproveitando a marca da franquia. Felizmente, eu estava enganado. A série arquiteta um plano brilhante para ignorar o terceiro filme e narra a luta de Sarah Connor para sobreviver ao lado de seu filho com uma trama elegante e que dá o mesmo valor para os personagens como para as cenas de ação. E, de quebra, mostra muito mais sobre o futuro e a guerra contra a Skynet que qualquer um dos filmes já tenha feito.


















3 - The Big Bang Theory
Nem Friends, nem Two and a Half Men. A primeira grande sitcom desde Seinfeld é The Big Bang Theory, que mostra o relacionamento entre quatro nerds (todos eles absurdamente geniais) e uma loira maravilhosa que se muda para o apartamento da frente. As (óbvias) referências a ficção científica e quadrinhos são de rolar de rir, os diálogos são afiados e os atores estão muito à vontade, mas o grande destaque acaba ficando com Sheldon, uma mistura de Cosmo Kramer (na loucura) e George Costanza (nas manias), com 187 de QI e com a mesmo talento que um saco de pão em relações humanas.



















2 - The Shield
O que toda série policial quer ser quando crescer. Com câmera na mão e um protagonista com moral duvidosa (Jack Bauer é um coroinha perto de Vic Mackey), a série mostra o cotidiano de um grupo de policiais que atuam numa delegacia enfiada no meio de uma Los Angeles dominada por gangues de negros e latinos, que passam a maior parte do tempo se drogando, se matando, ou ambos. E a única coisa que impede esse barril de pólvora explodir é Mackey e seu grupo de policiais de elite, que passam a maior parte do tempo sendo investigados pela corregedoria e agindo por baixo do pano.
















1 - Monty Python’s Flying Circus
Eu sei que é antiga, mas mão é culpa minha que a série só foi lançada em DVD no Brasil este ano. Eu já assistia a alguns episódios no MultiShow anos atrás, mas é assistindo um disco atrás do outro que você descobre realmente a qualidade dos Python, que atiram para todos os lados – e normalmente acertam. Sinceramente, não existe um episódio ruim, e, por mais que você não esteja acostumado com o humor anárquico deles (se você nunca assistiu a nada deles, comece pelos longa-metragens, que são mais acessíveis), desafio você a não gargalhar pelo menos uma vez por episódio. Compre três packs de cada temporada: um para assistir, um para emprestar e outro para guardar.

13 comentários:

Dalleck disse...

Faltou comparar o Sheldon com o Monk, hehe!

Tyler Bazz disse...

TBBT é muito bom MESMO! Mas pra quem não tem um Nerd Mode fica um poooouco menos engraçado. Um POUCO menos, eu disse.

House devia estar no top. Não me interessa se não é desse ano, se não teve lançamento em dvd esse ano, não sei de nada. House é Top 1.

Gilgomex™ disse...

nunca assisti nenhuma dessas, e versão brasileira de Desperate me desanimou ainda mais...
Mas a Big Bang eu pretendo assistir pq já ouvi muitos elogios... sou muito influenciavel...


estou começando a escrever pelas novas regras da ortografia... pelo menos pelas novas regras da minha ortografia... heuehehuee

Otavio Cohen disse...

tb pretendo ver a maioria das series que minha vida tão atribulada ainda não me deixou, mas concordo em relação à Felicity Huffman, e ainda acho que a segunda melhor atriz de TV (Glenn Close não conta) tb está em DH, e é Marcia Cross.

Larissa Bohnenberger disse...

The Big Bang Theory é o novo vício da minha vida. Eu choro de rir com o quarteto nerd e principalmente com as obsessões compulsivas do Sheldon. nenhuma outra série do momento me rouba atenção e risos como esta!
Bjs!

Varotto disse...

Comprei todos os Monty Phyton assim que foram lançados (ainda não consegui assistir nem a metade). Sou fã de longa data. Desde a primeira vez que assisti, junto ao meu irmão, à cena dos cavaleiros que dizem Ni! umas vinte vezes seguidas, e não consegui parar de rir até o final.

Mas tenho que assistir sozinho, porque a Sra. Varotto, assim como (já notei) a maioria dos seres XX, simplesmente acha terrível qualquer coisa que eles fizerem.

Desnecessário dizer que, Phytons à parte, sou absolutamente fão do Terry Gillan, e acho Os 12 Macacos um dos melhores filmes da minha vida.

Se bem que, mesmo fã, não consegui gostar do último (Contraponto) que, diga-se, comprei na confiança, sem ter visto antes. Esse filme é muito doente mesmo para ele.

Também não tenho costume de assistir a nenhuma das outras séries que você citou.

P.S.: Heroes ficou de fora??? Era muito óbvio?

MaxReinert disse...

Ahhhhh...
The Big Bang Theory eh realmente muuuito bom.... me mijo de rir (quase literalmente!).

PS: Ainda bem que Heroes ficou de fora....

Varotto disse...

Pois é...

Eu aqui do meu lado, acho Heroes uma das séries mais legais dos últimos tempos, com uma história muito legal e bem montada. Mas já notei que muitos aficcionados em quadrinhos tem uma certa prevenção contra ela.

Pensando nisso, não posso deixar de pensar no que o Rob escreveu no post sobre os melhores filmes de 2008, comentando o novo Indiana Jones:

"...Indiana Jones era um personagem de aventura praticamente desconhecido das novas gerações (e críticos precisam gostar de coisas desconhecidas para se manterem seguros - algo como “esse filme não é bom, bom é Indiana Jones, pena que você não conhece”). Bom, agora que a molecada conhece Indiana Jones, os críticos precisam meter o pau no filme, para tentar dizer que “isso aí não é Indiana Jones”."

Posso estar, é claro, completamente enganado, mas isso me cheira um pouco a:

- Essa série não é boa, bom é X-Men, pena que você não conhece direito...

Feliz 2009!

vohfumada disse...

Devo concordar no que se refere a
Lynette, ela eh simplesmente a melhor personagem e protagonizada pela melhor atriz da serie!

Ja sobre o Monty Phyton muito deles pode ser encontrado em seu proprio canal no Youtube, sai mais barato para quem ainda nao conhece o grupo! Eu particularmente adoro o Futebol de Filosofos, choro de rir quando o Karl MArx entra em campo.

Laila disse...

Nossa, o Monty Python arrasa!! Sou fã deles, é um humor elegante, diferente do que se costuma ver na televisão.
Fiquei curiosa sobre o seriado dos nerds, acho que vou assistir este.
obs.: Quem bom que House não entrou, eu não sei que graça as pessoas vêem nisso!

Lucas L. disse...

Vou ver se baixo esse TBBT, espero que seja tão bom quanto dizem.
^_^

Se não fosse por ter tirado 2º lugar aqui, eu não daria bola pra esse The Shield, sei lá, parece ser uma cópia do 24 Horas, ou qualquer coisa barata do gênero...

Na minha opinião, uma ótima série é Prison Break, que acho que acaba esse ano...

Anônimo disse...

TBBT tem boas piadas nerds, mas acho eu que nao pode ser comparada a Friends ou a two and a half man. Até pq ela tem aquele clima de seriezinha midseason... acho que tem um grande sucesso pq os nerds precisavam desesperadamente de herois. Nao diria que ela ganha nem de Scrubs.
E, acho que o ranking deveria ser 07/08 ; 08/09 até pq 2008 pega o final de uma temporada e o inicio da outra.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.