26 de junho de 2008

Lá e De Volta Outra Vez - Um Conto Hobbit

(ou O Minotauro e o McDonald's)


Uma das lendas mais famosas da mitologia grega é a do Minotauro, criatura com corpo de homem e cabeça e cauda de touro. A sua aparência devia-se ao fato de que era fruto da união entre um touro branco e a esposa do rei de Creta, Minos, que enlouqueceu e se apaixonou pelo animal. Aliás, é impressionante como a mitologia grega e os filmes brasileiros dos anos 70 são parecidos. A história mal começou e você já sabe que aquilo vai descambar para a putaria mais cedo ou mais tarde. Acho até estranho não existir nenhuma lenda grega estrelada pelo Nuno Leal Maia ou pela Aldine Müller.

Enfim, voltando ao Minotauro. Minos mandou projetarem um Labirinto sob o seu palácio em Cnossos para servir de moradia para a criatura. Lá, o tourinho vira-lata vivia feliz da vida, devorando os atenienses que eram jogados em seu domínio. Isso, claro, até o bravo Teseu conseguir desvendar o segredo do Labirinto (usando um novelo de lã) e eliminar o bicho. Com isso, os atenienses nunca mais precisaram temer o Minotauro.

O Labirinto, por sua vez, foi transportado para São Paulo, onde foi aberto à visitação pública com o nome de Shopping Paulista.

Veja bem, por fora, o Shopping Paulista (que hoje chama Shopping Pátio Paulista ou algo assim) é uma edificação aparentemente normal. Mas basta você cruzar a porta da rua para adentrar numa estranha dimensão, que se recusa a obedecer às leis da física e da geometria.

Primeiro, o lugar tem um quê de Hogwarts: as lojas e escadas mudam constantemente de lugar. Em uma das primeiras vezes que estive lá dentro, passei duas horas correndo atrás de um banheiro que estava sempre um corredor à minha frente. Eu andava e ele andava também. Cheguei a perguntar onde ele ficava num balcão de informações e a resposta foi: “fica no próximo corredor”. No corredor seguinte, eu perguntei a mesma coisa a um segurança e a resposta foi “fica no próximo corredor”.

Quando eu havia rodado o andar inteiro – e voltado ao primeiro balcão de informações – sem conseguir alcançar o banheiro, cheguei a considerar a hipótese de parar na frente de uma loja, fingir que estava olhando a vitrine e obedecer ao imperioso chamado da natureza ali mesmo. Mas fiquei com receio dos seguranças e acabei mudando de idéia, saí do lugar e fui usar o banheiro de um boteco do outro lado da rua.

Recentemente, entrei com a Sra. Gordon ali, porque precisávamos ir a uma loja da Tim. Aliás, estou começando a perceber um padrão aqui: toda vez que eu me ferro de algum modo, a Tim está envolvida. Enfim, ficamos horas lá dentro até achar a maldita loja. E o único segurança que encontramos e que poderia indicar o caminho tinha um problema de fono e se comunicava como uma guarda gamorreano (galáxia muito distante mode: on). Ou eu e a Sra. Gordon realmente encontramos o Minotauro e tivemos sorte de escapar com vida.


– Por favor, há uma loja da Tim neste shopping?

– Grrrrrrrrrrrauuuuu!

– Oi?

– Grrrrraaaaauuuuuu!

– Sim ou não?

– GRRRRRRRRRRAAAAUUUUUUU!

– Sim?

– GRRRRRRRRRRAAAAUUUUUUU!

– Ok. Eu acho. Para que lado fica?

– Grrrrraaaaauuuuuu!

– Deixe, eu mesmo acho. Obrigado.

– Grrraaau.



Saímos em busca da loja. E, em nossa jornada, encontramos o McDonald’s. Num total de 19 vezes. È impressionante como todos os caminhos lá dentro levam ao McDonald’s – independente de você caminhar na direção do McDonald’s ou não. Mesmo se você acabou de sair do McDonald’s, você vai encontrar o McDonald’s cinqüenta metros depois. Aliás, creio que se você andar o suficiente dentro do McDonald’s, você encontrará o McDonald’s do mesmo jeito. Onde você for, o McDonald’s chegou primeiro.

É mais ou menos assim: você sai do McDonalds’s e anda 50 metros em direção ao Sul. Sobe uma escada de 45 degraus e vira para Leste. Anda mais 20 metros e sobe outra escada de 30 degraus. Vira novamente para o Sul e anda mais 100 metros. Desce uma escada de cinco degraus, vira uma esquina e pronto: você voltou ao McDonald’s e aqueles desenhos do Ronald McDonald, Papa-Burguer e toda a turminha rindo da sua cara. Simplesmente não faz sentido – além de ser absurdamente humilhante.

Mas as escadas são as mais interessantes. Estudando algumas inscrições deixadas por exploradores em algumas paredes, descobrimos que a loja da Tim ficava num plano astral conhecido como “Piso Paraíso”, localizado dois andares acima de onde estávamos. Percorremos centenas de quilômetros até encontrarmos uma escada e subimos um piso. Apenas um lance de escadas, e mais nada.


A praça de alimentação do Shopping Paulista.

E para achar a porra da escada? Andamos o piso inteiro – o McDonald’s, que estava no piso de baixo, aparecia na nossa frente cada vez que virávamos uma esquina – até que voltamos a mesma escada rolante pela qual havíamos subido até ali. Mas, curiosamente, agora, ela descia. Sem muita alternativa, descemos e encontramos o McDonald’s de novo.

Começamos a andar novamente – Sra. Gordon já com lágrimas nos olhos – e encontramos um lance de escadas normais (até então, estávamos usando apenas as rolantes). O problema é que, após dias caminhando lá dentro, subir dois lances de escadas não era uma tarefa exatamente fácil. Mas, sem muitas outras opções, resolvemos arriscar a sorte e subimos. Durante a escalada, encontramos o esqueleto de um viajante (no 3º degrau), a Arca da Aliança (no 21º degrau), o McDonald’s (no 25º degrau) e uma garrafa com um bilhete de um náufrago (no 29º degrau).

Finalmente, chegamos ao almejado “Piso Paraíso”. Passamos mais algumas horas andando por ali, e tomando cuidado para não entrarmos numa escada por acidente, encontramos a loja da Tim. Mas, como a Tim sempre é a Tim, o sistema estava fora do ar e o atendente nos indicou a Fast Shop (“fica só dois pisos abaixo”). A Sra. Gordon caiu em prantos.

Começamos a caminhar novamente pelo shopping. E, obviamente, estávamos andando em círculos, mesmo depois de termos descido um lance de escadas.

– Nós já passamos por aqui.

– Será?

– Sim, eu me lembro dessa vitrine.

– Não tenho certeza.

– Olha o McDonald’s ali de novo! Finge que não viu e vamos embora!

– Estou começando a ficar com medo.

– Aperta o passo, acho que O McDonald’s está vindo atrás da gente.

– Meu Deus, a loja da Tim!

– Mas a loja da Tim estava no andar de cima!

– É a mesma loja! Olhe o vendedor ali!

– Bom, estamos no caminho certo, então. Tinha uma escada na frente da loja.

– Sim, era só virar aqui.

– A escada virou uma loja de roupas!

– Olhe o McDonald’s ali na frente! Vamos embora daqui!

Eu estava começando a me conformar com o fato de que passaríamos o resto da nossa existência ali. Mas caminhando em um dos corredores, ainda tentando encontrar a Fast Shop, demos de cara com uma luz forte e brilhante. Protegi meus olhos, imaginando que era alguma armadilha do McDonald’s, e, caso eu continuasse andando, cairia num alçapão repleto de batatas fritas e nuggets. Porém, vozes que vinham da direção da luz despertaram minha curiosidade e abaixei a mão.

A saída.

Um portal de energia havia se aberto em um dos corredores. Do outro lado, a Avenida Paulista, com suas bancas de jornal, seu Starbucks e sua Livraria Cultura.

Mas o portal estava se fechando. Só havia algo a fazer. Algo que demandaria cautela, estratégia e muito planejamento.

– Corre! A saída!

– Nós não vamos conseguir!

– É nossa única chance! Vamos!

– Mas a Uni está em perigo! (caverna do dragão mode: on)

– A Uni que se foda! Vamos!

Antes que o portal se fechasse, conseguimos nos atirar na Avenida Paulista, quase derrubando uma japonesa que fumava na calçada. Olhamos para trás e, antes que o portal se fechasse, avistei o McDonald’s correndo em nossa direção, tentando nos atrair para dentro do shopping. Atrás dele, vi de relance a loja de Tim. E a Fast Shop.

Felizmente, o portal se fechou. Para sempre, espero. Independente disso, nunca mais coloco os pés ali. Porque sei que tive sorte em escapar com vida daquele local. Porém, se algum leitor estiver em São Paulo, com o espírito de aventura afiado, e deseja explorar aquela masmorra, deixo aqui, como dica, o Top 5 Itens indispensáveis para quem deseja se aventurar no Shopping Paulista:

1. Provisões
2. Bússola
3. GPS
4. Doces
(para jogar enquanto anda e marcar o caminho)
5. Luz de Eärendil (Terra-Média mode: on)

39 comentários:

Barretão disse...

Conheço gente que já foi retirada aos prantos, mesmo, daquele shopping por não conseguir achar nada e, claro, atender ao chamado da natureza na frente de um banheiro inoperante. Por isso, nao se movia e foi encontrado!

ô lugar triste...

Rob, vc esqueceu de dizer que precisa da Faca do Rambo também, afinal, vai saber.

Abs do consultor nerd para posts aleatórios! hahaha
:)

Barreto.
www.soshollywood.com - Crítica de Wall-E! Desculpem o comercial.. hehe

Barretão disse...

E, claro, já sabemos que se fosse um personagem de Caverna do Dragão, o Rob não seria o ANÃO, como o senso comum indicaria, mas sim o Eric.. :)

hahaha

Aleric disse...

eu acho q seria um Eric anão cara...
ou melhor ainda.. um Eric transformado em "Mestre dos Magos" (irmãos gêmeos mode: on). HUAHUAAUHAUH
Robs... vc teve sorte de não querer ir ao cinema de lá. Esse sim fica numa realidade paralela. Da p´roxima vez q precisar ir lá me fala q eu sirvo de guia. Ou melhor não, pq os guias do Indiana jones sempre morrem com cobras ou big macs.

Paam disse...

"MAs a Uini está em perigo"

AHOAHIAHAHIAHOHAHiAH
Adorei!!

Parabéns, Rob!

;B

Paam disse...

*Uni*

Errei aqui em cima /\

;D

Perci Carvalho disse...

leva o McGyver ctgo da proxima vez. aposto q ele resolve tudo em um chicletinho (oops, segundinho).
quando eu estive lá, pedi ao Chck Norris pra me acompanhar...ao chegarmos, ele comentou que não gostava de escadas e curvas... o shopping se transformou numa longa avenida coberta. com apenas um andar.

ai ai ... pessoas viajadas....

morri de rir aki, desde o titulo...

mas oooow...pq nao levou um novelo de lãã?? deu certo na mitologia ;)


.
ps: duvido que vc se perderia no shopping da minha cidade. aliás, duvido que vc chamaria aquilo de shopping

Gilgomex™ disse...

Puta sacanagem com a Uni...

Caraca. Eu entrei e vi, post novo.
De repente, fiquei sem tempo de ler. Ao dar f5, já tinham 3 comentários.
Quando eu terminei de ler já tinham 6 comntários.
Estou com medo de, ao terminar de comentar, já haver 32 comentários... heuheueuehuehueh

Gilgomex™ disse...

PS: esse choro, e essa raiva da Sra. Gordon com certeza deverão ser descontados em alguém... Além do fato, de ela ser citada aqui como uma dama indefesa que choraria numa dessas situações.

Acho que esse foi o último post de Rob.

Tyler Bazz disse...

PQP!! Sensacional!!!!

Me senti em casa com esse post.. em Sampa eu sempre acabo indo pro Shopping Paulista, e eu SEMPRE me perco muito por lá...

O McDonalds tem um andar só dele!!!! (que são todos, é verdade). Agora, entre lá SECO por um Cheddar...... ELE DESAPARECE!!!

("caso eu continuasse andando, cairia num alçapão repleto de batatas fritas" - eu correria.)

Mas apesar de toda a confusão arquiteto-geográfica do lugar, eu gosto do S. Paulista... tem sempre um Mc esperando (ou te perseguindo), e lá eu comi Pizza Hut pela ultima vez :~
(e com boa companhia (e más tb), mas isso nao vem ao caso :D)


o/

teodorO disse...

putz! aqui em vitória tb tem um shopping desse tipo, o jardim camburi, sempre que eu vou lá me sinto perdido em outra dimensão, o pior é que as paredes dos corredores vão se fechando tipo aqueles filmes do indiana jones!!

Bruna disse...

"alçapão repleto de batatas fritas e nuggets"
oh my god!
o paraíso!!!!

Otavio disse...

post excelente mode: on ehhehe

ainda bem q não ficaram para ajudar a uni. talvez ela fosse aquele bicho roxo do mcdonalds disfarçado. sempre desconfiei daquele poney gay. e concordo com a teoria de que ele é amigo do vingador, ou ele mesmo, ou o minotauro, ou o Sr. Tim, enfim, é um vilão.

ainda bem q não moro em são paulo
(por isso recomendo o mcFlurry Suflair do McDonalds...)

Marcio Sarge disse...

Foi poucas vezes ao S.Paulista e de lá só não gosto das pessoas. Eu tenho uma ótima defesa contra o Mc. Eu não acredito nele e a força da minha descrença faz com que ele desapareça aos meus olhos para o desespero dos meu amigos já enfeitiçadoas pelo palhaço do mal:

-hey Márcio vamos comer algo no Mc?
-Mc??? Que Mc? Só estou vendo o Girafa's.

_HAAAAAAAAAAAAAA!

Kel Sodré disse...

HAHAHAHA

Ótimos: post e comentários!

O diálogo entre o Rob e a Sra. Gordon me fez rir tão alto que uns copos quebraram aqui em casa. o que, na verdade, é um problema: como moro sozinha, tenho cerca de 3 copos. Como "uns" quebraram, com sorte, agora tenho 1. =D

Rob, melhor post de todos os tempos! Adori!!!

Helen disse...

A nuvem da presença devia estar louquinha da silva do lado de fora do shopping... vai pra lá, vai pro outro lado, vem pra cá, volta dali...uepaaa! (Referências do povo escolhido e da Terra Prometida inspiradas pela Arca da Aliança mode: off)

Ainda bem que não moro em SP e, assim, não frequento este shopping (ou algum da família): em um mês, de tanto ver McDonald's, não ia mais precisar do transporte coletivo, ia sair rolando pra todos os lados...

Rob, este post emana Champ-Vinyl. Amei! =}

Observação: eu re-recomendo McFlurry Suflair...é M-U-I-T-O-B-O-M! É tanto sorvete e chocolate que você acha que o mundo está acabando... (é assim que é bom!)

Paulonando disse...

Você não encontrou pelo caminho com o Jack, a Kate ou o Sawyer? Você estava no caminho da ilha de Lost!

Dragus disse...

Está aí um lugar onde ainda não fui em São Paulo.

Me parece melhor que o enorme vazio que é o Morumbi Shopoping (que fui atraído pelo nome "morumbi").

Próxima vez irei me perder aí, da última vez saí da Av. Liberdade, fui parar na 25 de Março (que só soube o que era dois meses depois, mas compreendi ser uma filial da China/Paraguai) e terminei meu passeio naquele enorme mercado de época cheio de cara de porcos (cujo nome esqueci agora), em plena época de copa e em dia de jogo da seleção.

Foi a última vez que fui a São Paulo, e sinto saudades da cidade... =)

Neh esse não disse...

"Acho até estranho não existir nenhuma lenda grega estrelada pelo Nuno Leal Maia ou pela Aldine Müller" Chorei de rir logo no começo.

E já está confirmada a 1ª locação para as filmagens de Indiana Jones V, no Shopping Paulista.

Abraços.

Varotto disse...

Difícil escolher um ponto alto do texto, mas eu arriscaria:

– Corre! A saída!

– Nós não vamos conseguir!

– É nossa única chance! Vamos!

– Mas a Uni está em perigo! (caverna do dragão mode: on)

– A Uni que se foda! Vamos!

Mais um texto sensacional. Parabéns.

Silvinha disse...

Ainda bem que vcs conseguiram escapar ao fetiço da diabòlica Uni!

Mas o àpice da història é vcs terem conseguido sair sem comprar nada...

Renata disse...

eu odeio a uni

Larissa Bohnenberger disse...

Nossa, que medo!
Nunca mais reclamo do Shopping Total, aqui de Porto Alegre. Ele é meio labirinto, às vezes dá vontade de sentar e chorar, mas pelo menos o Mc Donald's não sai correndo atrás da gente!
Bjs!

Barretão disse...

Diabólica Uni, Sil?

Eita ser inútil... nem com o poder de teleporte que inventaram pra ela lá pelo meio da série melhorou muito. hahaha
:p

Thais Padovani disse...

Que surreal.
Me lembra Alice no País das Maravilhas ^_^

as vezes me sinto feliz de não morar no caos urbano... já não tenho muita paciência com shoppings ( vc tambem nao deve ter,principalmente se vai comprar roupa com a Sra. Gordon).
Mas esse lance do McDonalds é assustador. Sempre tive medo do Ronald McDonald desde a infância...rs

otimo post.
bjoo

Dalleck disse...

"A Uni que se foda!" Huahuahuahua!

Esse texto despertou meu interesse pra conhecer o Shopping, qualquer dia eu passo lá... ou quem sabe isso é só um viral do Mc'Donalds =D

Perci Carvalho disse...

cara. tadinha da Uni.tão detonando ela aqui. sempre tive dó dela. e eu queria tanto tanto tanto um unicórnio de estimação...ahiueahiea

mas de alguma forma q eu nao sei explicar, nunca confiei no mestre dos magos. nunca acreditei que eles voltariam pra casa. e eu achava o vingador engraçado, acho q era aquele chifrinho quebrado dele. rsrsrs

fabio C. martins disse...

O imagem do Escher diz tudo. Aquele shopping é uma loucura, sempre erro o andar do estacionamento e quando acabo achando o andar certo, não lembro por onde entrei, logo não sei onde o carro está!

Só sei que a loja da Fast Shop fica no 3º, virando a primeira taberna, ou será o Mc Donald's? Não lembro, mas fica ali!

Abraços
_________
Folhetim On Line

Gábisz disse...

Ótimo texto,acho que nunca me identifiquei tanto! O Shopping Total daqui de Porto Alegre,deve ser uma filial desse Shopping Paulista,a diferença é que aqui o McDonald's se esconde,ja que a praça de alimentação fica nos fundos de uma caverna.
Mas também me senti um pouco mal,tu se perdeu num shopping,eu ja tive a proeza de me perder dentro de uma farmácia,o caixa corria de mim,eu dava voltas e voltas e o caixa ia fugindo,foi uma verdadeira cruzada...


ps: nunca tive nada contra a Uni,até voltarem pra pegar ela,depois desse episodio passei a nutrir um odio mortal por ela...

Luna disse...

Eu até ia fazer um comentário bonitinho, mas aí vi isso:

"ainda bem q não ficaram para ajudar a uni. talvez ela fosse aquele bicho roxo do mcdonalds disfarçado."

E comecei a revisar o depósito de cultura inútil no meu cérebro (leia-se, ele inteiro, com um quartinho nos fundos pra parte que eu uso pra comer e respirar) e percebi que sei o nome de todos aqueles bichinhos do McDonald's. Só pra avisar que se eu sumir por uns tempos, estarei trancada no quarto revendo seriamente alguns aspectos da minha vida.

Otavio Cohen disse...

q bom que um comentário meu vai fazer você repensar a sua vida, luna heheh.
mas eu juro que ia achar mais legal se você tivesse DITO o nome do bicho roxo do McDonald's eheheh. (tem um bicho roxo?)

Samuel Bryan disse...

finalmente alguem entendeu q a porra da Uni é um demonio q so servia pra atrapalhar tudo junto com o Mestre dos Magos
uhauahauhuahuahau
esse foi o toque de mestre mesmo
XD

Pâmela disse...

Bom, pelo menos vc mora em um lugar onde existem coisas essenciais como McDonald's e Starbuccs. A minha honrada cidade foi a primeira do mundo em que o único - eu sei que em São Paulo tem um em cada esquina - McDonald's faliu.
É, eu moro num buraco.
Pelo menos o shopping que vc foi não parece uma galeria, como é o shopping da minha cidade.
Quer saber onde judas perdeu as botas, as meias e as cuecas? Venha me visitar.

Dama do Lago disse...

Eu fui a esse lugarzinho do mal apenas uma vez e, foi tão traumatizante, que minha mente apagou as memórias daquelas horas terríveis lá dentro.

Fico feliz que vocês dois tenham escapado, morri de rir com os diálogos, post maravilhoso, ótima maneira de se começar a semana ^_^

Beijo

Sil

rbns disse...

"Foda-se a Uni" foi ótimo!!

Hahahaha

Eduardo Araújo . disse...

Caaaaaaara, eu ri muito com esse post. Quando chegou a parte da Uni eu fiquei rindo muito tempo, muito ouahHAoHUAhOAUOA
adorei o texto, cara.

To vendo esse post meio atrasado porque meus feeds resolveram tipo REVOLUCIONAR, mas já voltaram à seus devidos lugares :D

Danielle disse...

Rob, tava lendo o suplemento Vitrine da Folha desse sábado e me lembrei desse post. Olha só o que um especialista comentou:
"Os shoppings são projetados para estimular o consumo, por isso não seguem a lógica de um espaço público comum. Faggin conta já ter ouvido de um proprietário de shopping que os corredores deveriam ser organizados de forma labiríntica, para que o consumidor não conseguisse sair e, no desespero, comprasse alguma coisa. "O problema é que quando a pessoa sai, não quer mais voltar"."
Hahahhahah, shopping Paulista que o diga!

Deisinha Rocha disse...

sabe como descobri o teu blog???
por um comentário seu no meu blog q dizia o seguinte:

"nunca imaginei encontrar john travolta e abelhas no mesmo post!"

bem, talvez não fosse exatamente essas palavras... mas é mais ou menos isso.

pois bem...
nunca imaginei encontrar o minotauro e mc donald's no mesmo post...

rsrsr

adoro tua imaginação...

mas me sentir um pouco decepcionada... nada de seres estranhos...

abraço, rob...

PS:o guardinha lá q falava língua de outra galáxia não deu mto gostinho...
rsrsr

Henrique Mine disse...

pultz!
na cidade onde moro os shoppings conseguem ser menores que meu quarto, e mesmo assim (como o McDonald's quem me persegue é o Bob's !
Ah a Luz de Eärendil seria ótima para espantar o segurança não?


abraços

Patricia B. disse...

Rob,
Rindo altissimo aqui ! Você ja visitou Brasilia ? Aqui as pessoas tentam te convencer que é facil encontrar um lugar cuja o endereço é alfanumérico. Mas ó...eu me perco muito nas quadras todas idênticas ! Alias...eu me perco em casa ! ;-(