2 de julho de 2007

Concorrência, sim. Rivalidade, não.

Na semana passada, tive a honra de ser convidado para um Meme por dois excelentes blogueiros das redondezas, o Wagner do Bla-Blaísmo e o Dr. Spock, do Ô Louco Meu. Admito que eu havia prometido publicar o meu texto no post do dia 27 de junho, mas fatores externos à minha vontade impediram a elaboração do texto.

Para não ficar com cara de desculpa esfarrapada ("tava com medo, né, Rob?"), cito abaixo todos os motivos, e vocês compreenderão que o texto demorou por razões realmente importantes. Primeiro, postei a minha imagem no universo dos Simpsons, que, para mim, vale mais que qualquer texto (nerd mode: on); segundo, passei o sábado matando a saudade de jogar Civilization IV (nerd mode: on); e ontem, fui a uma feira de quadrinhos, onde gastei os tubos (nerd mode: on) e ao cinema, assistir Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (nerd mode: on), que por sinal, é uma bosta (nerd purista mode: on).

Posto tudo isso, posso me dedicar ao texto em si e pensar sobre a pergunta proposta pelo Meme: Existe concorrência entre blogueiros?

Sim, existe (no meu caso é um pouco diferente, mas falarei disso mais para baixo). Afinal, todo blogueiro é narcisista por definição. Ele quer que seus textos sejam lidos e que as pessoas entrem todo dia no seu blog para descobrir se há novidades. E ele sonha em receber toneladas de comentários sobre cada post que assina. Afinal, convenhamos: se ele não estivesse nem aí com o fato das pessoas lerem ou não seu texto, ele não teria um blog. Apenas digitaria o texto no Word, salvaria na pasta “c:/pessoal/obras-primas que ninguém vai ler mesmo e foda-se” e pronto.

Agora, se ele publicou o texto na Internet, é porque ele quer que alguém leia - foi justamente para isso que ele postou. E, a partir do momento que ele recebe o primeiro comentário no blog – e percebe que alguém está efetivamente lendo o que ele escreveu – ele começa a não querer apenas ter leitores. Agora, ele quer ter mais leitores (e mais comentários, elogios, comunidades no Orkut, mansões, limusines e encontros com modelos internacionais) que o amigo (ou concorrente?) que também tem um blog. E aí, quando ele menos espera, está entrando no blog dos amigos (ou concorrentes?) para ver quantos comentários cada um conseguiu, qual a freqüência de suas atualizações e quais assuntos estão sendo postados nos outros blogs.

Claro que muitas vezes estamos falando de uma competição saudável. Nada impede que um blogueiro admire um outro blog que faz mais sucesso que o dele e não tenha a menor vergonha em assumir isso. Ele assina os feeds do amigo (ou concorrente?), comenta os posts novos, linka o blog no seu, e chega até mesmo a indicar o amigo (ou concorrente?) para prêmios. Em suma: Concorrência? Sim. Rivalidade, não.

No meu caso? Existe, claro. Existem um punhado de blogs por aí (e não são poucos), que acho que possuem textos (textos. plural. mais de um.) que beiram a genialidade. Claro que não vou dar nomes aqui, para não valorizar a concorrência. Alguns, inclusive, de amigos (ou concorrentes?) meus. E, sim, entro no blog deles, comento e deixo claro que vejo o texto do sujeito como primoroso.

Mas eu disse acima que, no meu caso, a resposta para essa pergunta é um pouco diferente de um simples "sim, existe" porque existem alguns blogs que eu realmente não vejo como concorrentes meus (o que nos leva à segunda parte do Meme: "blog tem que ter conteúdo?"). Aliás, desculpem a arrogância, mas existem blogs que não apenas não vejo como concorrentes, mas que não vejo nem como blog.

Você conhece o tipo: são aqueles blogs que ficam copiando piadas e fotos que recebem por mail, e cujo post mais criativo é aquele em que ele copia um vídeo engraçadinho do Youtube e coloca o seguinte texto: "olha só esse vídeo, que bem loco huahuahauahauhua comentem ai". E, sim, você pode ter 319 comentários sobre o vídeo, mas, partindo do princípio que todos os 319 serão variações de "que video bem loco hauahuahuahau", eu não faço questão deles. Aliás, faço questão de não ter comentários assim. O que faz um blog é a criatividade e não as palavras "blogspot", "wordpress" no endereço eletrônico.

Sinceramente, até mesmo o blog de uma menina de 14 anos que escreve que "onti eu fui nah kazah dah lu i ficamuxxx axxistinu lost...... ai...genti...u ki eh akele sawyer?!?! i u jack??!?! gatuxxx d+!!!!!" é mais blog que blogs ctrol + c ctrol + v. Ok, ela usa um idioma de merda, escreve sobre algo totalmente desinteressante, mas é uma pessoa que, ao menos, sentou na frente do computador e escreveu algo. Ela está criando algo, ao invés de ficar copiando tudo de outros sites, dos e-mails que recebe e, pior ainda, de outros blogs.

Encerrando, sim, blog tem que ter conteúdo, não para ser bom, mas para ser um blog. E conteúdo não são atualizações diárias. Conteúdo é material próprio.

Na minha modesta opinião (modesta mesmo, porque não tenho nem um ano de blog), existem duas características imprescindíveis para um bom blogueiro: 1 - criatividade e 2 - saber reconhecer que um blog pode ser melhor que o seu. Criatividade não se aprende, mas se pratica. Agora, se você não consegue encontrar um blog melhor que o seu em lugar nenhum da internet, acredite em mim: seu blog deve ser uma bosta, e só você não percebeu isso ainda (inveja é uma merda mode: on).

Continue copiando os seus videozinhos do Tapa na Pantera, da ex-senhora Gordo perpetuando a espécie na praia e da piada do Bambu no programa do Sílvio Santos no seu "excelente" blog e seja feliz. Apenas não comente no meu, porque, primeiro, quando você o faz, fica claro que você comentou apenas para deixar o endereço do seu. E, segundo, porque eu dou valor demais para os meus leitores, não quero que eles sejam confudidos com você.

Ah, e sim. Pode falar aos seus amiguinhos que meu blog, concorrente do seu, é uma bosta, com textos longos e chatos. Eu juro que não vou desmentir você.

Achou um blog melhor que o seu? Não adianta dar
chilique. Talvez o blog realmente seja bom.
Ou talvez o seu é que seja uma bosta.

Bem, colocada a resposta desabafo aqui, passo a corrente para outros cinco blogs de alto nível para continuar a corrente (não furem a corrente, ou, você sabe: seus pais serão atropelados até o final da semana, você vai perder uma fortuna em dinheiro e, pior, seu blog se tornará objeto de adoração de uma comunidade Emo no Orkut):

20 comentários:

Renato Freixeda disse...

O dia em que você vai fazer um texto ruim está pre chegar ainda!
muito bom como sempre


te indiquei la pro premio dos tomates ;)

abraços,
Renato Freixeda

Fernando Souza disse...

Adorei seu blog. Adorei a imagem. Você é muito inteligente, parabéns também pelo conteúdo.
Ah, não sou seu cliente, mas estou aqui.

Mendigo Suburbano disse...

hahaha, agora tu és um dos meus favoritos...
Parabéns kra!

Thais Gama disse...

Muito bom: "Apenas digitaria o texto no Word, salvaria na pasta “c:/pessoal/obras-primas que ninguém vai ler mesmo e foda-se” e pronto". ninguém vai ler mesmo e foda-se...kkkk não paro de rir. Como sempre, seus textos são muito bons. E não são longos, como você disse. Nem reparamos quando ele termina!
Beijos

Wagner disse...

cara... você mandou muito bem nessa MEME. E também manda bem nos outros textos. É por isso que te indiquei para as 7 Maravilhas da Blogosfera.

abraços

Wanderson "Wans" disse...

Com todo o respeiro: P.Q.P.
Esse post traduz e-x-a-t-a-m-e-nt-e tudo que eu penso (exceto que a menina que vê o lost criou alguma coisa, pra mim ela não é deste planeta e portanto desconsidero suas opiniões ), no mais, vou usar aquele velho chavão: "Parece que eu é que escrevi o post".....é claro que não conseguiria traduzir tudo em palavras como você fez, mas o sentimento é o mesmo.
Parabéns.... deu gosto de ler.

Mathias Meneghin disse...

parceria?
www.neuroniosperdidos.blogspot.com
aceita?
valeu

Julio Moraes disse...

Olá indicado as 7 Maravilhas pelo Pub, tambem, abraços tudo di bom.

salviano disse...

Ih! Tô nessa.

Luna disse...

Eu, como uma adolescente de 14 anos e leitora do seu blog, gostaria de informar que a minha adaptação brilhante para o teatro de Dois Perdidos Numa Crônica Suja será encenada para meia-dúzia de pais bêbados por adolescentes de 14 anos sem nada melhor pra fazer do que entrar pro GRUPO DE TEATRO DA OITAVA SÉRIE. DÁ PRA ACREDITAR NISSO?!

Dei os créditos ok. Mas te aconselho a mudar o pseudônimo e tal. "Baseado numa crônica de Rob Gordon". Hum.

Pk Ninguém disse...

Inveja é normal até certo ponto, quando ela é mais ara a admiração do que pelo lado da obsessão.
E realmente, os blogs escolhido são muito bons, tirando o primeiro e o último, pois não conheço. Mas vou conhecê-los logo.

Roberto L. disse...

Olá, amigo... vc foi indicado para o blog com tomates... abraços.

http://museuanosoitenta.blogspot.com

David disse...

gostei de sua reflexão, mas concordo em partes, sabe eu escrevo, mas escrevo poemas e contos, nunca pensei em pulblicalos até que amigos meus que tinha m blogs comeceram a pulblicar coisas minhas entao eu pensei em criar um. gosto de ser lido é logico, mas nunca tive essa ganancia de ter ou nao mais comentarios rsrssrsr talvez isso pode ser mania ou vicio que vou ainda adquirir... quem sabe e pq nao? abçs
obs: te vi no orkut

Bion disse...

hahaha muito bom o post!
poderia ter sido escrito por mim, refletiu quase tudo o que eu penso.

Poxa, excelente conteudo !!

parabens

Isadora disse...

pior s�o os caras que ficam postando imagens de desenho animado no blog, j� viu ?

"duh, olha eu de Simpson!"

rid�culo.

Rafael Barbosa disse...

Hahahahahha tem que saber reconhecer quando um blog é melhor que o nosso...

Um amém pro Championship Vinyl!!

AMÉM!

=)

abraço!

Danilo Moreira disse...

Excelente texto, uma verdadeira lição pra quem já tem um blog ou é novato nesta arte como eu...
Faço suas palavras as minhas.

To te indicando no meu blog, blz?
Parabéns pelos excelentes textos e muito obrigado pelo elogio na comu.

Abraços!!!!!

Moranguinho disse...

ADOREI seu blog
parabens
vc é muito bom com as palavras, e concordo plenamente com tudo que vc disse no blog
e adorei o estilo que vc tem, consegue colocar humor no meio sem deixar o conteudo forçado, ou pesado...
enfim
parabens

bju

Bruno disse...

Cara, aceito o desafio só pela pegar a praga dos Emos. Não se brinca com essas coisas.

Valeu, como sempre!

An@Lu disse...

Oi Rob! Bom, estou ficando viciada no teu blog... Adoro o teu estilo de escrita: directo, bem humorado e inteligente.
Vou deixar de papo e vou continuar alimentando o meu vício :). Afinal, tenho quase 1 ano de blog para ler ainda!!! hehehe
Beijos