6 de agosto de 2006

Desculpe, Mas Seus Dentes Estão no Meu Orkut

Se realmente a internet é o lugar onde a boçalidade humana se revela totalmente, o Orkut é o uma espécie de "show do intervalo", com os melhores momentos da cretinice da nossa espécie, análises e estatísticas. Falta só o Casagrande comentando.

Outro dia, estava passeando pelas comunidades sobre vampiros, porque queria conferir alguma coisa sobre os livros da Anne Rice e não estava achando em site nenhum. "Bom, é só procurar alguma comunidade no Orkut e pronto", pensei com meus botões. De fato, em 3 ou 4 cliques achei o que precisava. Mas continuei navegando por esse assunto, atrás de nomes de outros livros. E aí, fuçando em comunidades como "Adoro Vampiros", "Vampiros São o Máximo" comecei a me enveredar por umas comunidades que levavam o assunto um pouco mais a sério, discutindo o mito dos vampiros e com tópicos mais sérios do que "Quem é Mais Gostoso? Louis ou Lestat?" ou "Você Morderia a Pessoa Acima?"

Justamente nessas comunidades sérias – onde achei muita coisa legal postada por gente que parece manjar do assunto – comecei a encontrar algumas pessoas que acreditam em vampiros e, pior ainda, um ou outro figura que REALMENTE acredita que É um vampiro, e coloca tópicos contando sua história, que vive percorrendo as ruas pelas noites, tentando controlar sua sede de sangue e sendo afligido pela solidão...

Parênteses: como uma pessoa com 350 amigos no orkut pode ser solitária? Vai dizer que, dessas 350 pessoas no orkut, ninguém está dando uma festinha na sexta a noite, ou topa rachar uma pizza? Bom, se bem que um sujeito que acredita que é um vampiro não deve ser muito popular mesmo...

Voltando aos...hum....vampiros, uma rápida passada pelos tópicos mostra que boa parte deles está ali, postando essas bobagens, na "sede" de comer alguém mesmo. Coloca ali umas bobagens do tipo "nasci em 1632, me transformei em vampiros aos 17 anos e vago solitário através dos séculos" pra ver se cola e se alguma mortalzinha de 16 anos se oferece para ser mordida. Aí, você entra no profile do cara e tá cheio de fotos dele na praia, com a família no natal, etc. É claro que é alguém que está de sacanagem ou teve um surto momentâneo, postou aquilo e esqueceu de apagar.

E tem aqueles que apenas cultuam o mito e vão em festas temáticas, como se fosse uma espécie de especialização em halloween. Ainda é saudável, desde que você não vá fantasiado de lobisomem num lugar desses, porque senão você já toma um pau logo na entrada. E, também, cláro, o povo que joga RPG, mas que também sabe o limite entre realidade e ficção – o máximo de loucura da vida deles é passar a noite em claro, em volta de uma mesa, jogando dados de 20 lados pra cá e pra lá, mas comendo pizza e tomando Coca. Ou seja, nada assustadoramente louco.

Mas, sim, existem aqueles que realmente estão convencidos de que são vampiros. Vampyrs. Nosferatu. Gozado, ninguém fala que é zumbi ou sonha ser um monstro da lagoa negra. Todo mundo quer ser vampiro. E ficam horas e horas (obviamente, nao o DIA inteiro, por motivos óbvios) discutindo nas comunidades qual a melhor forma de beber sangue, como se transformaram em vampiros, etc.

Fiquei pensando: como será a vida de um idiota desses?

Pelo jeitão dos profiles, todos estão no colegial. Todos gostam das bandinhas de rock tipo Good Charlotte, Evanescence e Nightwish. Todos adoram o André Vianco e a Anne Rice (sendo que metade parece ter apenas assistido Entrevista com o Vampiro e nunca ter terminado um livro desde a quarta série).

A única diferença entre eles é a linguagem: alguns escrevem de forma clássica e floreada, como "quem invade seus pensamentos e faz seu corpo estremecer quanto és possuído pela doce sede imortal?"; outros escrevem daquela maneira internética que chega às raias do insuportável: "AlGuEm Xabi Xi Eo PoXxo TomaH MeU XaNgui ô Xi IxXo iAh Mi DxAh TiXtI?". E, claro sempre tem os que dizem que são "vanpiros" (sic), que gostam de beber "çangue"(sic), falam que moram na "Tranvilsânia" (sic) e que odeiam "eztaca, crussifixo, álio e lus" (sic, sic, sic & sic). ÁLIO?!?! LUS!?!? Porra, você não possui a tal da dádiva da vida eterna? Tira umas noites sem morder ninguém e vai ler uma gramática!

Enfim, se você realmente acha que é um vampiro, como você será que vive? Será que rolam coisas como "Eu não posso me reunir na casa da Sandra no sábado a tarde para fazer o trabalho de Biologia, porque sou um vampiro e o Sol pode me erradicar", "Eu não vou no barzinho com vocês, lá vende apenas cerveja e vodka. Vou a outro lugar" e "não vou me transformar em névoa para fugir da prova de literatura para não despertar suspeitas sobre o que sou"?

Agora, o pior deve ser conseguir "sair da cripta" e contar aos pais, especialmente porque já estava ficando difícil inventar desculpas para explicar quem mordeu (de novo!) o gato do irmã.

– Mãe, pai, sou um vampiro. Tenho 237 anos e me alimento de sangue.

– Rogério, você nasceu em 1988 e todo mundo sabe que você adora peixe a milanesa.

– É, mas sou um vampiro. Passei minha infância nas estepes russas, mas hoje cultuo as trevas e sou uma criança da noite.

– Rogério, você está usando drogas?

– NINGUÉM ME ENTENDE! BOSTA DE VIDA!!

Pronto. Sobe batendo o pé na escada, bate a porta do quarto e liga a porra do Good Charlotte no máximo. Entra no orkut e pergunta, em alguma comunidade, se alguém já mordeu o próprio pai. Ô fase.

Imagina conviver na mesma casa com um sujeito que será adolescente por toda a eternidade? Isso sim é estar nas trevas.


Apropriadamente, seguem os 5 Melhores Filmes de Vampiros*:

01. Drácula - o de 1931, com o Bela Lugosi. Ok, é meio tosco e o filme termina de uma hora para outra. Mas ninguém ainda bateu o "I neverrr drrrink....wine" do húngaro.

02. Nosferatu - o original, do Murnau. Max Schrek parece um rato e é o único filme que mostra que ser vampiro é maldição, e não uma carreira, como os vampiros do Orkut acham.

03. Entrevista com o Vampiro - Tom Cruise não funciona como Lestat, mas foi o primeiro filme a tratar o tema de forma séria em muitos anos. Indicado para quem gosta de vampiros, para quem acha que é vampiro e para veados, que devem chorar de emoção ao ver Tom Cruise e Brad Pitt se chupando enquanto Antonio Banderas passa os dedos na chama de uma vela e Christian Slater fica na espera, de "time de fora".

4. Drácula de Bram Stoker - como diz um amigo meu, é Rococó para cacete. Mas é sempre divertido ver o Keanu Reeves ser engolido por todo mundo do elenco - nesse caso, temos Anthony Hopkins e Gary Oldman. Aliás, nem a Winona Ryder perdoa.

5. O Vampiro da Noite - Apesar do título nacional medonho (alguém já viu um "Vampiro do Dia"?) uma lista de filmes de vampiros sem o Christopher Lee beira a falta de educação.

* A Dança dos Vampiros, do Roman Polanski, é como o Pelé. Nem concorre.

11 comentários:

Anônimo disse...

Num lampejo de injustiça, o dono deste blog esqueceu de mencionar o nosso saudoso vampiro dos trópicos: Bento Carneiro. Qual teria sido o destino do príncipe das trevas brasileiro???

Anônimo disse...

Bom... concordo em partes ao descrever o filme como tosco... afinal de contas se fizermos uma leitura sobre o poder do amor... e até onde podemos chegar por essa loucura ... seria um maravilhoso filme... pense nisso...

Rob Gordon disse...

Caro sem-nome,

o poder do amor está no do Coppola (o rococó), e concordo com isso. Já o tosco é o de 31, com o Lugosi. vc misturou os dentes....

Adrian Masella disse...

Antes de mais nada...
Eu sei que o post eh antigo

MAS CARA, de onde vc tira tanto humor??
eu tambem ja tinha lido o "Aumente as Visitas do seu Blog em 15 passos" e preciso dizer, to rindo demais

Haha ha....

"BOSTA DE VIDA"

sem contar os erros que me deixam louco....putz, não é tão dificil assim escrever corretamente???
eu acho!!!

Bom cara, acho que falei demais já!
"Seu blog mudou totalmente o meu jeito de pensar!"
Visitarei com frequencia!!

Abraços!!!

Rafael disse...

Hahahaha

Muito bom!!

Se é na internet que a boçalidade humana é revelada, devo dizer que alguns (muitos) blogs estão inclusos nessa regra...

Bom... o seu me parece ser uma exceção (e tanto)!

Até que enfim li um artigo até o final em um bog!! haha

Thiago Neres disse...

Ótimo post, achei muito legal seu comentário sobre os tópicos "inteligentes" que rodam nas comunidades do Orkut.

"Você Morderia a Pessoa Acima?" - Hiauehauiehaeuiheuihea, pior que é o Orkut é assim mesmo!

Vi que você mencionou André Vianco, mas não entendi se foi elogiando ou criticando. Porra, sou fã do Vianco e tenho um monte de livros dele. Nem pense em falar mal Ò_Ó

E quanto ao seu comentário que ninguém quer ser zumbi... bem, eu já me vesti de zumbi e já fui para uma Zombie Walk. E aí?

:D

MoorpheuSs disse...

hehehe...excelente post, a propósito, parabéns por receber o prêmio de melhor blog.
No orkut se vê tanta porcaria (não somente sobre vampiros..hehe) que impressiona..apesar do post ser antigo comecei a ler e só parei quando cheguei ao fim :-)

Xampu disse...

Snif, que texto romântico...
Chorei de rir! ^^

mas vi isso: explicar quem mordeu (de novo!) o gato do irmã. * [sim, tem erro!]

Nunca pare de escrever!

Fraturas Expostas disse...

hahahaha
genial! genial mesmo!

adorei o blog, e as histórias malucas que eu encontro por aki. parabéns mesmo!

Deisinha Rocha disse...

acho q a única vampira de q gosto se chama "Vampira"... ou, no inglês, "Rogue"...
sim, é a do x-man...

normalmente não me interesso por filmes de vampiros ou Buffy, a caça vampiros...
rsrsrs

tentei assitir entrevista com um vampiro... mas acho q o filme tava tão chato q dormi no meio dele...

mas me bateu curiosidade de peskisar sobre tais seres no orkut...
entonci, lá vou eu...

LucasCF disse...

O orkut é inútil.

"eIi! PoRqUEh TaH FaLaNoH MaLx DoX VaMpiRoX MeUx mIgUXiNhOx!" - frequentador/a da comunidade que você falou.